sábado, 14 de fevereiro de 2009

Entre mortos e feridos...

...salvaram-se todos...

Esse é o informe que nos repassa o professor Renato Barreto, que ontem esteve presente a Sexta-Feira 13 do ex-pt...
Infelizmente, o xacal não pode estar presente...!

De acordo com o professor de História, a maioria das análises chegaram a um consenso:

Não dá para a atual direção manter a legitimidade de seu mandato sem uma profunda autocrítica por ter levado o partido a se associar ao pior governo de todos os tempos nessa cidade...

Alberto Freitas, caso sejam comprovadas as acusações que pesam contra ele, não é o único responsável pelos fatos, e como militante e fundador do partido, deve e merece ser investigado e processado em instâncias partidárias com atribuição para tanto...
Não é possível que a atual direção permaneça com o discurso covarde de conferir a Alberto Freitas todo o ônus de uma empreitada patrocinada pelo Campo Majoritário, junto ao (des)governo do macabro e na aliança com arnaldo popozão melancia...

Todos os militantes que estavam afastados decidiram por a mão a massa, e recuperar o controle do partido, através da formação de uma chapa para concorrer a direção, no mês de dezembro de 2009...

A "saia-justa" ficou explícita quando o Félix Manhães, integrante da atual executiva relatou minuciosamente o "processo" de negociação conduzido por odisséia junto ao então prefeito macabro para que Alberto Freitas permenecesse na Fundação Zumbi...

Félix ainda fez uma proposta dramática: a renúncia coletiva da direção do partido para que se formasse uma comissão provisória com integrantes de todas as forças, mas com o afastamento dos quadros que afundaram o partido no pântano do telhado de vidro...

A próxima reunião do Diretório será em outra sexta-feira...também no dia 13...no mês de março...!

Pelo visto, ainda há muitos fantasmas no armário para serem exorcisados...!

PS: nossos agradecimentos ao nosso "correspondente especial", prof. Renato Barreto

30 comentários:

Anônimo disse...

Xacal pra presidente!!!!!

Xacal disse...

doente por doente, xacal para presidente...

Anônimo disse...

Ironia! O Renato SEMPRE defendeu a participação do PT nos governos de Garotinho(municipal); Sérgio Mendes; Garotinho(municipal e estadual); Arnaldo; Mocaiber.


É um hipócrita. Gosta de uma boquinha.

FÁBIO SIQUEIRA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
FÁBIO SIQUEIRA disse...

Não bastasse a covardia do anonimato, o anônimo ainda revela desinformação ou má fé - provavelmente má fé! - quanto a postura do Prof. Renato Barreto com relação ao "Macabro".
Renato sempre criticou o ex-prefeito e a aliança firmada pelo ex-PT com este.

Ele jamais ocupou cargos no poder público quando o partido esteve em governos. Também não é hipócrita, nem mentiroso, nem covarde, nem "canalhota" como certos filiados do partido que se venderam e levaram apenas 1/3 do butim combinado, conforme interessantes informes que devem constar na ata da reunião de ontem do DM petista local!

Anônimo disse...

Caro Fábio, o Renato Barreto levou tanta porrada no meio profissional(magistério)...

O único que você retirou da lista foi o Mocaiber; nem você teve coragem de excluir Garotinho(municipal); Sérgio Mendes; Garotinho(municipal e estadual); Arnaldo.

Você sabe que ele SEMPRE defendeu a participação do PT no poder.

Quanto à participação dele("Ele jamais ocupou cargos no poder público quando o partido esteve em governos"), existem outras formas de "boquinha" além de DAS.

Relatos de um aluno: o que Renato defende em sala de aula não o mesmo defendido no dia-a-dia...

É um hipócrita. Gosta de uma boquinha. Boquinha não quer dizer, necessariamante, DAS.

Apolônio disse...

Provavelmente, o anônimo deve ser mais um corno vítima do Renato. Como sempre, os cornos atacam os amantes como forma de se eximir da culpa de serem traídos.

A cornitude realmente deve ter um peso enorme, pois parece que impede o raciocício lógico. Nesses casos, a argumetação deve ser bastante clara e objetiva: as únicas boquinhas que Renato teve no PT foram as das moçoilas descontentes com seus respectivos companheiros. Se quiseres condená-lo pela cornitude, que o faça diretamente. Mas, por favor, não confunda "galhos" com bugalhos. Tenha ao menos dignidade diante da cornitude!

E no magistério, pelo que é público e notório, o professor é eleito sucessivamente o melhor da região. Aliás, pode ser que o anônimo também esteja enfurecido, além da cornitude, com os salários diferenciados que pagam ao professor Renato. Como no futebol, quem é crack ganha mais. Isso faz parte da vida.


E para terminar: se Renato foi a favor ou contra determinada estratégia de coligação do PT, isso não tem ABSOLUTAMENTE nada a ver com as posturas diante da crise de ética e racionalidade instrumental que contaminou a direção do Partido nessa última década. Ser a favor ou contra alianças eleitorais não pode ser comparado com a corrupação chula e rasteira que assola a atual direção do PT de Campos. Isso é que está em questão, corno míope! O

O ponto central é a reconstrução do Partido, não as cornitudes e desilusões amorosas.

Anônimo disse...

Caro Apolônio, tentar ofender, principalmente com uma linguagem que demonstra a sua ínfima capacidade intelectual não muda o fato: Renato brigava com qualquer um que não votasse em: Garotinho(municipal); Sérgio Mendes; Garotinho(municipal e estadual); Arnaldo. Brigava mesmo!

Renato SEMPRE defendeu a participação do PT no poder.

Quanto à participação dele("Ele jamais ocupou cargos no poder público quando o partido esteve em governos"), existem outras formas de "boquinha" além de DAS.

Relatos de um aluno: o que Renato defende em sala de aula não o mesmo defendido no dia-a-dia...

É um hipócrita. Gosta de uma boquinha. Boquinha não quer dizer, necessariamante, DAS.

Caro Apolônio, fique à vontade para agredir; porém não se esqueça de uma coisa: Renato SEMPRE defendeu a participação do PT no poder. Não há ofensa que mude isso!

Compareça ao estabelecimento de ensino situado na rua Gil de Góis(atrás do SESC) e pergunte aos colegas do citado professor qual foi a postura dele durante os vários momentos políticos do nosso município. Certamente, todos dirão:
é um hipócrita!

mauricio disse...

Só quem não conhece o Renato pode fazer comentários como nosso anônimo fez. Vamos aos fatos: a maioria do PT apoiou a primeira eleição de Garotinho, ou não se lembram do Muda Campos, inclusive uma grande pessoa chamada Adilson Sarmet, que se não me engano ainda hoje(na época acho que era do PSB) é do PT foi seu vice; é comum todos aceitarem que o seu primeiro mandato foi muito importante para o município; depois que as relações azedaram, qualquer um poderia ter o apoio de Renato e do PT, taí a explicação dos apoios a Sergio Mendes, Mocaiber e a Arnaldo, em resumo qualquer um, menos Garotinho; mas quando se tem um escândalo proporcionado por Mocaiber e seus asseclas, não só Renato como qualquer pessoa que se preocupasse com o município votaria contra a continuidade proposta em Arnaldo; não vamos nos esquecer que o PT era vice na chapa de Garotinho para Governador; hipocrisia para mim é pregar uma coisa e fazer totalmente o contrário, não é o caso de Renato, que sempre justificou de maneira coerente seu voto e suas atitudes, só os idiotas não tem capacidade de entender a diferença entre hipocrisia e mudança de opinião.

Anônimo disse...

Nunca mudou de opinião enquanto o governo estava no auge; somente mudava quando estourava um escândalo, ou seja, chutava cachorro morto; SEMPRE defendeu a participação do PT no poder.
Quando o PT começava a ser afastado do poder, começa a criticar: um hipócrita.

Anônimo disse...

Só os idiotas não tem capacidade de entender a diferença entre hipocrisia e mudança de opinião.

Excelente frase

mauricio disse...

Caro anônimo,
Se você participa de algo que está funcionando só por insanidade é justificado a crítica. Qualquer um que é militante de partido quer que o mesmo participe ou administre um governo, é natural. A grandiosidade está em saber quando o trem descarrilhou e tentar colocar o mesmo nos trilhos. Você novamente está confundindo hipocriasia com mudança de opinião.

mauricio disse...

Já ia me esquecendo, caro anônimo, marque um encontro com Renato para resolver suas difenças, são assim que os civilizados e homens resolvem as coisas.

Xacal disse...

Está claro que os canalhotas se incomodam com o protagonismo do professor Renato, que bastou ter retornado a uma reunião para causar furor entre as pitonisas do telhado de vidro ou do pecado capital...

Professor Renato sempre foi conhecido pela sua coerência e dignidade, além de ser um dos melhores profissionais de magistério que se tem notícia...

Na UENF desenvolve pesquisas de relevância para nossa cidade, inclusive investigando os porquês da máquina pública a serviço das máquinas eleitorais, e os prejuízos para nossa democracria...

Renato foi um crítico severo da alinaça empurrada goela abaixo do partido em 1998, depois de uma intervenção nacional na convenção estadual...

Criticou a postura dos companheiros que votaram feijó, quando makhoul era candidato...

Recentemente foi abertamente contra a aliança com o macabro e com arnaldo, e na reunião do último dia 13, defendeu com brilhantismo essas posições...


As pitonisas do ex-pt, as moças-damas da casa da estrela vermelha estão apontando suas baterias para aquele o qual acham ser quem vai liderar o grupo que retomará o partido...

Pobres imbecis, esse grupo é como uma hydra...tem várias cabeças, e se vc corta uma, nasce outra em seu lugar...

Apolônio disse...

O anônimo poderia fazer um favor à ciência política: diga qual é a forma de se obter alguma vantagem pessoal sem ocupar cargos no poder público e sem mesmo ser proprietário de qualquer empresa privada.

Pelo que consta, todas as vantagens gozadas por Renato Barreto (será que o anônimo está confundindo o personagem?) foram obtidas por sistemas meritocráticos. Aliás, conheço uma série de investidas do PT para que ele ocupasse cargos na secretaria de Educação, NEGOU TODOS. Suas atividades se dividem entre o magistério no ensino privado e suas pesquisas acadêmicas.

Se o anônimo não responder satisfatoriamente a pergunta, será sua confissão de que sua motivação é a cornitude. Esclareça suas acusações, diga qual foi a vantagem pessoal obtida por Renato. Repito: ou seja digno para manter suas acusações ou assuma o "galho" dentro.

Anônimo disse...

DESAFIO
Caro anônimo, só há um meio de você sustentar suas acusações. Aponte qual foi a(s) vantagem(s) que o Professor Renato obteve do poder público. Seja ele municipal, estadual ou federal. Aponte apenas uma pequena vantagem, qualquer coisa, uma pequena migalha que seja. Se fizer isso vou aderir as suas críticas. Se não fizer, vai revelar que tipo de pessoa você é.

Anônimo disse...

Caros amigos(boa revista, por sinal), pergunte ao Renato, algo que todos aqui na UENF sabem; como que ele conseguiu o mestrado, já sabendo, até mesmo, com meses de antecedência a posição que iria ficar na lista dos aprovados. Vou para por aqui! Se desejarem posso continuar...

mauricio disse...

Que eu saiba o mestrado na UENF foi conseguido através de prova, se o caro anônimo sabe de algo mais , esclareça. Até aonde sei a UENF é uma instituição séria, tenho alguns professores e funcionários amigos que podem corroborar isto. Se sabe de algo denuncie.

Anônimo disse...

(...)já sabendo, até mesmo, com meses de antecedência a posição que iria ficar na lista dos aprovados.Vou para por aqui! Se desejarem posso continuar...

mauricio disse...

Mais uma vez está usando uma cortina de fumaça, esclareça quem colocou o Renato na UENF, além do seu próprio mérito.

Anônimo disse...

O anônimo agora ataca a UENF. Está dizendo que a instituição permite que seus processos de seleção sejam politicamente menietados. É uma grosseira inverdade, anônimo diz aí então quem era a banca de exame e quem manipulou o resultado. Só pra te ajudar, são sempre três professores da instuição. E mais, você deve continuar sim, não pare com suas denúncias conte todas. vamos lá rapá, tá com medo de que?
Agora só uma pergunta, será que a aprovação no doutorado do IUPERJ também "arrumada"?

Apolônio disse...

Anônimo,

O desafio foi dirigido a você. Se está acusando, você é quem deve explicar as acusações. Levantar desconfianças infundadas não o eximirá de provar o que está dizendo.

Você se colocou com alguém de dentro da UENF, o que duvido muito, pois levantou suspeição de uma banca que não teve sequer um único membro do PT ou de qualquer partido. Na época que Renato foi um dos primeiros colocados da seleção, TODOS os professores eram oriundos de instituições SEM QUALQUER vínculo com Campos, muito menos com qualquer partido político. Você não conhece a história do CCH, demonstrou má-fé pura e simples. Típicas dos cornos.

Levanta suspeita sem QUALQUER fundamento. Como já me referi aqui, só pode ser fruto de um ressentimento advindo da cornitude.

Não deveríamos sequer nos preocupar com acusações dessa estirpe. Mas passa a ser uma boa oportunidade para publicizar os feitos do Renato. Então vamos lá:

(1) O MELHOR professor de História de toda região, por conseguinte o MAIS bem pago - Recebe salários na iniciativa privada de 2º grau (ou ensino médio) que nenhuma instituição de ensino superior paga a seu corpo docente.
(2) Passou entre os primeiros colocados (se não estou enganado, na 2ª colocação, o primeiro foi Fabrício Neves, o Bill, em 2002) na seleção para o mestrado de políticas sociais.
(3) Foi orientando do Prof. Dr. Sérgio Azevedo, grande referência em estudos do Estado brasieiro.
(4) Produziu uma dissertação, quiçá, a mais elogiada do CCH, que se tornou referência acadêmica sobre estudos políticos-eleitorais em Campos.
(5) A banca de dissertação RECOMENDOU a publicação imediata. Até hoje não realizada por preciosismo do Renato (diga-se de passagem, já deveria ter publicado há muito!).
(6) A dissertação foi apresentada no Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisas em Ciências Sociais (ANPOCS), em 2004.
(7) Renato foi aprovado, em 2006, para o programa de Doutorado do Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (IUPERJ), instituição brasileira de maior reconhecimento internacional em Sociologia e Ciência Política, onde Renato é orientado por Renato Boschi - referência mundial em estudos sobre instituições políticas latino-americanas.
(8) Renato teve seu projeto de tese APROVADO em 2007, e seu tema continua sendo instituições políticas municipais. Campos, por sinal, faz parte de seu objeto de análise.

Isso foi só um resumo das qualidades acadêmicas do Renato, que prova ser hoje um dos principais intelectuais da planície goytacá.
Se quiser mais, procure no Lattes. Não é complicado, caro anônimo corno. O único problema é você ficar ainda mais ressentido.

E aí, anônimo-corno, qual será a sua próxima falsa-acusação? Seja digno, sei que deve ser difícil para você, mas tente ao menos uma vez, e prove o que você acusa. Não levante falso testemunho! Recolha seu ressentimento de corno e reconheça que o maior culpado de ter sido traído foi você mesmo.

Se Renato tem o hábito de se envolver com as companheiras, isso pertence às suas qualidades pessoais, em NADA importa na vida pública. A não ser o custo que impõe aos amigos, obrigando-nos a defendê-lo dos cornos que faz aos montes.










Suas

Anônimo disse...

Essa história de criticar o Renatinho é um absurdo; trata-se de um profissional gabaritado.

Só não entendi:"Se Renato tem o hábito de se envolver com as companheiras".

FÁBIO SIQUEIRA disse...

É, tá dando "IBOPE" hein meu líder!!!
Em pleno domingo - de sol - dia fraco na internet 22 comentários sobre sua brilhante intervenção na reunião de sexta.
Ou Xacal tá coberto de razão, ou é o caso da dor de corno levantada pelo "Apolônio", rs,rs,rs...
Seja lá qual for o problema do "canalhota" anônimo - demente, corno, mal-intencionado ou "moça-dama da casa da estrela vermelha" - vamos aos fatos:
1- EU, por exemplo, defendi a participação do PT nos governos de Garotinho, aliás nas campanhas (1988 e 1996), e de Arnaldo. Sem querer retomar o debate daquelas conjunturas, os momentos eram outros e havia razões táticas para tal. O "Muda Campos" original foi um acerto e em 96 Garotinho não quis a aliança conosco porque não precisava; mas já havia uma aproximação dele com LULA e com nosso projeto nacional e facilitaria nosso objetivo de ampliar a presença na Câmara - o que acabamos conseguindo com a candidatura própria de Luciano D'Angelo. Quanto à relação com Arnaldo, se deu no contexto de aliança entre PT e PDT nos planos nacional e regional e resultou em bem sucedidas intervenções do partido na administração, com Luciano na Agricultura e com o saudoso Lenilson na FCJOL. Logo há sentido no eventual apoio de Renato a tais posições - confesso não me recordar se foram estas de fato suas posturas nas ocasiões;
2- Ninguém no PT apoiou participação no governo de Sérgio Mendes - tampouco Renato. Rangel foi o mais eficiente vereador de oposição naqueles anos;
3- Me referi ao governo Mocaiber por ser o mais recente e na ordem do dia. E por ter convivido mais de perto com meu amigo Renato nos últimos anos e ter certeza de que ele SEMPRE foi contra a participação do partido no governo e a aliança com Arnaldo/Mocaiber;
4- Renato NUNCA aferiu nenhum ganho de forma direta ou indireta, justa ou injusta, nem mesmo por méritos, em qualquer momento que o PT teve participação na gestão municipal;
5- Se for levar em consideração a opinião de UM aluno sobre determinado professor, corre-se sempre o risco de uma distorção em função de questões ligadas a empatia. Posso afirmar que em geral o conceito dos alunos sobre Renato é muito bom e observa sua coerência.

Sinto-me ainda contemplado pelas observações do Maurício e do Xacal.
Mas se é caso de dor de corno, como sugere o Apolônio, ou outra motivação rasteira, como arrisca Xacal, não há mesmo muito espaço para razão!

Anônimo disse...

Na busca desesperada de se chegar ao poder, o PT acabou assumindo uma prática que o jogou numa vala comum. O PT já não é o mesmo partido que pretendia ser. O partido foi levado a isso por dirigentes irresponsáveis, ambiciosos por chegar ao poder a qualquer custo.

Anônimo disse...

Acho o PT, ainda o melhor partido, acho que Lula está fazendo um bom governo, mas sinceramente acho que
makhoul está no lugar errado, eu não gosto da maneira como ele faz política, não tem nada a ver com o PT, que sempre teve em seus quadros homens idealistas, o que não é o caso dele.

Anônimo disse...

E viva o Professor Renato, um homem de bem, como poucos aqui nessa cidade!

Anônimo disse...

E concordo com o anônimo do dia 14(15:30).
Xacal pra presidente!

SC disse...

Senti certo saudosismo nas palavras de fábio acima, talvez uma vontade enorme de curtir essa manhã ensolarada de domingo na praia, mas infelizmente pra quem serve aos tormquemados da lapa não tem hora nem lugar pra puxar um saquinho né???

Sá a Insãna disse...

Imagina eu, uma madame da Pelinca em palanque no Farol, só mesmo por Amor a Profissão. ( a mais antiga do mundo )