quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

O preço do ócio...
















Um problema comum entre esportistas de alta performance é se readaptar a condição de seres humanos normais, quando suas carreiras chegam ao fim...Viver com afazeres e uma rotina "normal", sem adrenalina ou o brilho esfuziante dos holofotes, parece um suplício que não raro afunda esses mitos em um círculo de tédio e tragédia...

Após anos e anos vivendo no limite, dentro de carros ultravelozes, com seus reflexos desafiados ao extremo, ex-pilotos são uma catergoria sui generis de ex-esportistas...
Afinal, para outros ex-atletas as práticas as quais se dedicavam podem ficar isoladas apenas na memória, ou em reencontros recreativos...Os eventos deixam de fazer parte de suas vidas...

Já os ex-pilotos continuarão a ser motoristas, e a principal ferramenta de sua vida esportiva, o carro ou a moto, ainda permanecerá presente em seu cotidiano, o que torna o afastamento mais difícil...

Acidentes, e alguns até fatais não são raros...

E nem o deus da F1, Michael Schumacher escapou a essa sina...Após uma queda de moto em Cartagena, Espanha, Scumacher foi internado no hospital local, Virgem de Arrixaca, para tratar de escoriações leves e algumas costelas fraturadas...Recebeu alta ontem mesmo, às 20 horas do horário local, e proibiu que mais informações fossem divulgadas sobre seu estado de saúde...!

De acordo com o El País, Schummy "brincava" em um circuito local de Cartagena, com uma motocicleta de altíssima potência...

Como se vê,é difícil abandonar o vício da velocidade...


Foto: Reuters.

Nenhum comentário: