terça-feira, 17 de março de 2009

ACORDA, PROFESSOR...!!!!!

A diferença crucial entre um direito e um favor, é que o primeiro se conquista e o segundo é concedido...O primeiro não deixa dívidas de gratidão, enquanto o segundo sempre exige pagamento...

Chegou a hora dos professores da rede municipal escolherem que tipo de relação querem com o governo municipal: de respeito ou de servidão...dignidade ou humilhação...autonomia ou subserviência...direitos ou favores...!

Já dissemos aqui, citando alguém, que entre a intenção e o gesto há um enorme abismo...Pois é: entre a reinvindicação(intenção) e a luta(gesto) há um abismo e uma ponte: a mobilização...!

Reproduzimos aqui a convocação do SEPE...E lembre-se professor, a melhor lição é o exemplo: querem ensinar a lição de cidadania...? Ajam como cidadãos...

SEPE CAMPOS

CONVOCAÇÃO

Todas(os) profissionais da educação da rede municipal para Assembleia Geral nesta quarta-feira (18/03) às 17:00, no SINDICATO DOS BANCÁRIOS (Rua Marechal Floriano, nº 129/133) para tratar dos problemas relativos ao início do ano letivo nas Escolas públicas do município, bem como de outros assuntos do interesse da categoria.

9 comentários:

Botelho Pinto disse...

Estou reproduzindo abaixo o que li em outro blog:


"Loucura total; somente Simão Bacamarte para explicar: os filhos de Jorge Rangel, de João Peixoto e de César Ronald estão com bolsas públicas em escolares particulares"(tudo publicado no Monitor Campista). Um vergonha!

***********###########*************

"Se isso que copiei de outro blog for verdade mesmo, começarei uma campanha contra Rosinha e seu governo interagindo diretamente com o de Sérgio Cabral no Rio ele irá adorar saber dessas coisas".

7:55 PM

Raskolnikov disse...

Piu bene mio bambino! Xacal, contamos sempre com essa verve. Saudações da "velha juventude".

Xacal disse...

Saudações da nossa velha "linda juventude, páginas de um livro bom..."

Anônimo disse...

Caro amigo das 7:55; isso que você leu é verdade
Loucura total; somente Simão Bacamarte para explicar: os filhos de Jorge Rangel, de João Peixoto e de César Ronald estão com bolsas públicas em escolares particulares"(tudo publicado no Monitor Campista). Um vergonha!

Amanhã; solicitarei, com provas, ao SEPE um posicionamento.

Inclusive, esta reunião foi conseqüência de várias publicações minhas criticando a omissão do SEPE. Deu certo! Saíram do marasmo!

Amanhã será o dia D.

A presença de todos é fundamental!



Todas(os) profissionais da educação da rede municipal para Assembleia Geral nesta quarta-feira (18/03) às 17:00, no SINDICATO DOS BANCÁRIOS (Rua Marechal Floriano, nº 129/133) para tratar dos problemas relativos ao início do ano letivo nas Escolas públicas do município, bem como de outros assuntos do interesse da categoria.

Luciana Soares Marques disse...

Torço para que o SEPE tome uma séria posição e que não se vendam,pois muitas pessoas já comentaram comigo que não vai dar em nada a reunião de amanhã.Fico triste em ver e ouvir o descrédito das pessoas em relação ao sindicato de nossa classe.

Avante professores, AVANTE EDUCADORAS!!!!!

Monica disse...

Estou com você Luciana!!!! Precisamos nos organizar e principalmente acreditar. Como diria o "filósofo" Lulu Santos "Nós somos muitos, não somos fracos..."Com certeza estarei nesta reunião amanhã!

Anônimo disse...

Tramita em Brasília um projeto do senador Cristovam Buarque (PDT) que obriga políticos a matricularem seus filhos em escolas públicas. Através da internet já circula um movimento de apoio à ideia do senador. O projeto de lei propõe que todo político eleito (vereador, prefeito, deputado etc.) seja obrigado a colocar os filhos na escola pública. Na visão do senador, quando os políticos se virem obrigados a colocar seus filhos na escola pública, a qualidade do ensino no país irá melhorar. Se aprovado, o projeto prevê um prazo para que os políticos coloquem seus filhos na escola pública: até 2014.

Professora Hilda Helena disse...

Postei esta no blog!!!
Ao embalo do Lulu lá vamos nós!!!!

A Cachorra Quer a APIC disse...

Sem estudarem em escolas públicas como os filhos dos corruptos vão comandar "nossa" cidade num futuro não tão distante. deixem eles estudarem, afinal nem mesmo estudando os pais deles deram em "boa coisa", imagine sem estudar.