segunda-feira, 2 de março de 2009

As veias e as vísceras...

Se para a América Latina Eduardo Galeano escreveu o célebre As Veias Abertas da América Latina, um clássico que revela em cores fortes, sugeridas pelo próprio título, o processo de "vampirização" da América Latina de suas riquezas e de seu povo, durante séculos de expropriação e aniquilação pelas "potências" invasoras, talvez para a o continente africano Galeano, se resolvesse escrever um livro sobre a sina semelhante daquele enorme e rico continente, provavelmente teria que "carregar" as tintas no título: talvez algo como As Vísceras Expostas da África...

Agora, os noticiários internacionais destacam a tragédia da Guiné-Bissau, país ex-colônia de Portugal, que se contorce em anos de luta fraticida e sangüinária...

O mais recente episódio foi a morte do seu Presidente, João Bernardo "Nino" Vieira, que teria sido morto em um ataque do Exército do seu próprio país, em represália a morte do Chefe do Exército, executado horas antes...

O jornal inglês The Independent relata que os combates entre as forças pró e contra o governo se estendem pelas ruas da capital, e a primeira dama esá refugiada na Embaixada Angolana...

Muito embora o senso comum da opinião pública tenha sido domesticado a acreditar que essas guerras se devam a fatores étnicos-religiosos, a verdade é que tanta violência é fruto das intervenções seculares, que ainda permanecem, agora sob o nome de  livre-comércio, das empresas e governos dos países ricos...

O estado permanente de brutalidade a que está submetido boa parte do povo africano é a extrapolação da máxima: dividir para conquistar e pilhar...



  

2 comentários:

Anônimo disse...

a maior tragédia da América Latrina é a infantilização de seu povo pelos "patriotas" que lutam pela "justiça social", os mesmos políticos, sociólogos, esquerdopatas, que vociferam a cidadania como se fosse um mero bater de latas para angariar uma bolsa esmola qualquer. Português, matamática para quê? Empregos em empresas privadas? Não, bom é o povo pobre,ignorante para continuar rendendo votos, como os coronéis da direita faziam e agora fazem os terroristas de esquerda

Xacal disse...

Continuam as hordas dos cruzados neofascistas...

Pois é, depois de 492 anos de poder da direita mais reacionária e parasita, que sempre elocubrou as virtudes do mundo privado agarrada as tetas do Estado, sobraram um país atolado na miséria, falta de educação, de saúde e de tudo mais...
Realmente, a eficiente direita construiu um Brasil "infantilizado"...

Nossos valorosos "neofascistas do mercado", que adoram um bolsa-proer, ou uma bolsa-bndes, ou quem sabe um contratozinho com licitações fraudulentas...

Lógico que o Estado é uma praga, principalmente se funcionar como protetor dos pobres...O Estado tem que ajudar ao ricos...não acham...?

Alguém precisa dizer que a transferência de renda não é uma idéia dos "esquerdopatas"...

Acordem esses imbecis, e lhes digam que as ações econômicas afirmativas, como transferência de renda, bolsas e programas de renda mínima são invenções capitalistas para reintegrar ao mundo do consumo pessoas totalmente marginalizada pelo sistema capitalista...

Como acontece agora nos EEUU, onde o presidente Obama refinanciará as dívidas do mutuários do sistema imobiliário....

Bom, mas imaginar que direitoidiotopatas como esses entendam algo sobre a história econômica do mundo é um pouco demais, não acham...