sábado, 14 de março de 2009

Dinheiro descartável...

A sociedade precisa repensar urgentemente as formas de atração de investimentos empresariais...
Já mencionamos aqui que as fórmulas tradicionais, com incentivos fiscais e fundos de financiamento(sem controle social) transformam essa relação em algo promíscuo e oportunista..
Hoje, o jornal o(r)di(n)ário celebra(como de costume)a inauguração de uma fábrica de descartáveis(fraldas infantis, geriátricas e afins)...

O total do aporte municipal foi de 18 milhões, bancados pelo fundecam...Some-se a esses valores a renúncia fiscal de 18% para 2% a alíquota de ICMS...

O total de empregos gerados, anunciado pelo mutuário é de "cerca" de 1.000 postos de trabalho...

Com a ausência de transparência da tabulação dos dados, ou a publicação em Diário Oficial do projeto aprovado, e do contrato, dos repasses e as formas de pagamento fica difícil calcular o custo por emprego, mas não seria leviano dizer que cada emprego desse custará cerca de 40 ou 50 mil reais...

Desta forma se aprofundam a concentração de renda nos dois andares da pirâmide social...Tanto na base(empregados)quanto no alto(empresários e sócios)...

A renúncia fiscal(ICMS)e o empréstimo subsidiado reduzem a capacidade de investimento do município em alternativas mais baratas e mais horizontais de fomento do desenvolvimento econômico, onde um número maior de pessoas possam ser beneficiadas...
Isso sem mencionar no enfraquecimento da rede de proteção social do Estado, que sempre é justificada por restrições orçamentárias...
Por outro lado, essa enorme quantia de recursos altera o equilíbrio da cena competitiva, onde alguns são brindados com as benesses dos incentivos...
Sem qualquer estudo de impacto, e ou das vocações regionais para receber modalidades esógenas de empreendimentos 

Voltemos aos empregos e seus custos individuais...

40 ou 50 milhões de reais, o valor estimado para gerar "mil empregos", poderiam ser investidos em 100.000 pequenos empréstimos de micro-crédito, no valor de quinhentos reais...
Experiência semelhante foi de extremo sucesso na Índia, e inclusive permitiu ao seu idealizador ganhar um prêmio Nobel de Economia...
Em algumas capitais e regiões brasileiras, essa idéia já começa a gerar bons frutos...

Não é preciso detalhar aqui a experiência de micro-crédito, onde mulheres apanham pequenas quantias para desenvolverem pequenos negócios, geralmente em comunidades próprias, e acabam por formar redes produtivas locais que mantém quantias consideráveis circulando nas periferias, que em última instância trazem benefícios e melhorias sem o "apadrinhamento" do Estado...

Imaginem 80 ou 100 mil famílias incrementando suas vidas, e gernado recursos que movimentem economias e melhorem paisagens urbanas locais degradadas...

Enquanto isso, nossos mil patetas festejam iniciativas arcaicas e concentradoras de renda...

Vamos "limpar a bunda" de bebês com milhões de reais...nossos milhões de reais...

11 comentários:

Anônimo disse...

além do que xacal, se esta empresa "quebrar", lá se vão os 18 milhoes e os 1000 trabalhadores ficam chupando dedo. Concordo que neste caso é melhor distribuir do que centralizar.

Chico Bento disse...

mil empregos de que? de vendedores das fraldas né? e a prefeitura depois compra a maior parte sem licitação? caraio, num tinha o banco do povo que emprestava até mil reais , num tinha a bolsa de até 500 reais para quem terminasse um dos cursos comprar o material para começar a trabalhar? com popozão tinha, xandinho tirou tudinho e dona rosa num tem coragem de pedir a seu esposo pra mode ela fazer de novo porque foi na promoção social no tempo do popozão e da jane nunes

Anônimo disse...

e a lista que auxiliadora liberou, só rico tem direito!!!

Anônimo disse...

bolsa d e estudo ta uma piada em campos

PROFESSOR disse...

TODOS,SEM DISTINÇÃO,QUE TINHAM BOLSAS DE ESTUDO E" PERDERAM",SE ACREDITAM QUE FOI INJUSTIÇA O QUE FIZERAM,PORQUE NA GRANDE MAIORIA FOI.
DENUNCIEM NO MINISTÉRIO PÚBLICO.NÃO CRUZEM OS BRAÇOS.NÃO PERMITAM QUE "ROUBEM" O DIREITO DE SEUS FILHOS,NETOS,AFILHADOS,ETC...,DE TEREM UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE IGUAL A QUE TINHAM.
SE A ESCOLA DA PREFEITURA,NÃO OFERECE A MESMA QUALIDADE DE ENSINO,NÃO PODE TIRAR A BOLSA DE NINGUÉM.
OS "CRITÉRIOS" DE AGORA,SÃO PARA AS BOLSAS NOVAS.QUEM JÁ TEM,JÁ GARANTIU SEU DIREITO.
LEVE SEU FILHO A QQ ESCOLA PÚBLICA,SEM MEDO,MANDE AVALIÁ-LO DE ACORDO COM O NÍVEL DA ESCOLA(QUE FORAM CLASSIFICADAS PALA SECRETARIA NO NOVO EDITAL).
SE O ENSINO FOR NO MESMO NÍVEL,TD BEM,MAS SE NÃO FOR.
O QUE NÃO É.
EXIJA A BOLSA DO SEU FILHO.
ALGUÉM FOI A SUA CASA?CONVERSOU COM VC?
PQ SE ACHOU NO DIREITO DE AVILTAR O DIREITO DE UMA CRIANÇA???
ecca NELES.
O SECRETÁRIA INCOMPETENTE!!!!
nÃO PERMITAM,TODOS NÓS TEMOS DEVERES,MAS TAMBÉM TEMOS DIREITOS E VAMOS FAZER VALER!!!

PROFESSOR disse...

AINDA SOBRE AS BOLSAS.
EX:A ESCOLA MUNICIPAL MARIA LÚCIA,PRÓXIMO A TV NORTE,É CLASSIFICADA COMO ESCOLA"A".
O COLÉGIO PAULO VI,PRÓXIMO A 28 DE MARÇO,FOI CLASSIFICADA COMO ESCOLA "A".
APANHE UMA CRIANÇA DA ALFABETIZAÇÃO E/OU OUTRA SÉRIE QQ,QUE SEJA BOLSISTA DO PAULO VI E APANHE UM DA MESMA SÉRIE(OU ANO DE ESCOLARIDADE) DA ESCOLA MUNICIPAL MARIA LÚCIA E DEEM O MESMO TEXTO PARA AMBAS.FAÇAM AS MESMAS PERGUNTAS.VERIFIQUEM A DIFERENÇA,AÍ QUERO VER SE ALGUM JUIZ VAI PERMITIR QUE TIREM A BOLSA DA CRIANÇA DA ESCOLA PARTICULAR.
O MÍNIMO QUE UM JUIZ PODE FAZER ,É MANDAR PRENDER O GRUPO QUE "ANALISOU' A SITUAÇÃO,JUNTO COM A SECRETÁRIA.
PELO AMOR DE DEUS,SALVEM SEUS FILHOS DESSA LOUCA!
NÃO PERMITAM QUE TIREM OS DIREITOS QUE VCS TEM.

PROFESSOR disse...

AS 2 ESCOLAS CITADAS FOI SÓ EXEMPLO,MAS PODEM FAZER O TESTE EM QQ UMA,TANTO PARTICULAR,COMO MUNICIPAL.
A SECRETÁRIA FAZ ISSO,MAS OS FILHOS DELA NUNCA ESTUDARAM NUMA ESCOLA PÚBLICA.SERÁ PORQUE?????

Anônimo disse...

Aguardem...A Bela Joana está retornando. E lá vai o $ do Fundecam.
Estão vindo recuperar o tempo perdido com aquele suquinho de merda. Fala sério. Parece brincadeira. Êta cidadezinha de merda. Êta povinho sem sorte. A cidade está crescendo como rabo de cavalo.

Anônimo disse...

ACHO QUE É RABO DE ÉGUA.
HAHAHAHAHAHRSRSRSRSSSSSSSSSSS

Cabral ( tá dominado) disse...

Serve rabo de "burro"????

Cabral ( tá dominado) disse...

ahhhh pra não deixar ninguêm na dúvida, o posto acima cita qq cabral que não seja governador, esse sim merece respeito.