quarta-feira, 4 de março de 2009

Semelhanças e diferenças: arnaldo popozão melancia vianna, alexandre macabro e rosinha, um estudo de caso...

A matéria central da seção de política de hoje da folha de embrulhar peixe nos acendeu a motivação para falar sobre esse tema...

O cerne da reportagem, com o vereador marcos bacellar, faz alusão ao fato da prefeita "reinar sem governar", pois as decisões estariam a cargo de seu esposo, o sombra da lapa...

Pareceu-nos interessante que também esse governo, eleito sob o signo da mudança, esteja sob acusação de cometer o mesmo erro crucial, quando seu mandatário maior é manipulado por "forças ocultas"...

Foi assim quando "reinava o popozão", mantiveram-se as mesmas condições com o alexandre macabro, e agora com a "rainha rosa", o eixo de poder também está deslocado...

É lógico que as cirscunstâncias são distintas, muito embora a gênese desses grupos políticos seja a mesma(o "muda campos"), e seus modus operandi se assemelhem, há motivações que levam esses mandatários eleitos a "delegar" uma boa parte, ou a maioria de seu poder político na mão de "terceiros"...

Primeiro é bom que se diga: grande parte desse processo de "terceirização do poder", que acontece com os filhotes do napoleão, decorre de uma característica própria, que lhes catapulta a "preferência" para cumprir a tarefa de serem eleitos para dar continuidade a um esquema político de seus "chefes/antecessores", ou seja, sua capacidade de ser subserviente, e sua pouca dimensão política-eleitoral... Explicaremos o porquê, em nossa opinião...

Foi assim com arnaldo popozão, quando seu "chefe/padrinho/antecessor" lhe alçou a condição de "herdeiro" não por suas qualidades ou capital eleitoral, e sim por sua fidelidade e pouca dimensão, o que lhe tornaria o "soldado perfeito" para manter o esquema...

Com o tempo, aconteceu o que já sabemos, e criaram-se em torno de um prefeito inicialmente fraco politicamente os grupos políticos que disputavam a primazia de falar em nome dele: de um lado ou "históricos do muda campos, ou garotinitistas", de outro os "arnaldistas", opositores/dissidentes ao napoleão da lapa, dentre outros...

Do embate, saiu vencedor o segundo grupo, não sem um desgaste pavoroso para arnaldo popozão...Sob fogo cerrado, arnaldo escolheu diluir suas responsabilidades, e permitiu que a sociedade repercutisse a tese de que quem mandava de fato era sua, à época, sua esposa...
Obviamente essa versão não era só fruto da imaginação da população e engeno político do então prefeito...a primeia dama realmente "dava as cartas" em diversos setores, e seu peso político era inegável...
Mas o importante dessa análise não é dimensionar o "tamanho desse poder" ou de outras eminências pardas dos outros governos que se seguiram, e sim diagnosticar como esse processo se desenrola...

Nesse caso específico, arnaldo popozão, acuado de um lado pelo assédio das hordas da lapa, e sem estofo político para se manter a frente de uma máquina administrativa que começava a movimentar bilhões de reais, e todas "demandas" inerentes a essa "montanha de dinheiro", fez a opção em manter as coisas como estavam...Que todos acreditassem que era uma "marionete"(e de certo modo era), que o foco das baterias inimigas(fora e dentro do governo)se voltassem para os que diziam mandar em seu nome, para que ele assim construísse seu próprio capital político-eleitoral que garantisse sua permanência e sobrevivência na ribalta política local...

O caso do alexandre macabro tem peculiaridades, mas ainda assim o traço que une esses três exemplos:popozão, macabro e a evita da lapa, permanece, a saber, são escolhidos por sua fidelidade e não por seus atributos políticos...

Lembremo-nos que alexandre macabro torna-se prefeito quase por acidente, após a cassação do então prefeito eleito Carlos Alberto Campista...
Seus laços com o "esquema antecessor" eram ainda mais fracos, e foram resolvidos de forma abrupta...

Assim, se é verdade que todos os "candidatos-poste" do passado acabavam por se enredar em "redes de influência" que tentavam se aproveitar de suas "fragilidades", no caso do alexandre
macabro esse processo foi mais agudo...
Como já dissemos antes, os "postes" não eram meras vítimas, mas também "escolhiam" permanecer "reféns" desses "esquemas" como forma de transferir a responsabilidade de governar, enquanto tentavam construir seu próprio "esquema"...

Para alexandre macabro esse estrategema não pôde ser levado à cabo, pois além da disputa clássica com seu antecessor(arnaldo popozão)que sempre é travada nessas "sucessões", o macabro ainda teve que enfrentar o "retorno" do "pai de todos", que exilado do cenário nacional e estadual teve que se contentar em recomeçar pelo pântano goitacá...

O resultado já sabemos...

Hoje, mais um representante do mesmo esquema de sucessão de títeres...No caso da prefeita, é preciso ressaltar que seu papel de marionete não é recente, nem novidade...Começou em 2002, quando se elegeu às custas do capital político do marido, para o governo do Estado do Rio...
Com essa escolha, o napoleão da lapa busca diminuir a possibilidade de "deserção" do seu comandado, nesse caso, sua comandada...

Ao mesmo tempo, torna-se necessário que sua intervenção seja mais contundente, uma vez que sua esposa, a prefeita, não contará com a formação de um grupo próprio...

Por outro lado, para preservar a "autoridade" da esposa, o napoleão da lapa determinou uma maciça exposição da prefeita...

É uma forma de compensar a ausência de poder da prefeita por sua presença física...

15 comentários:

Gustavo Alejandro Oviedo disse...

Que bom ver um vereador honesto que alça sua voz contra os poderosos, sem mais compromisso que com a verdade, a independência do legislativo e a justiça social, sem almejar nada em troca de seu silêncio!!!

Anônimo disse...

"...Por outro lado, para preservar a "autoridade" da esposa, o napoleão da lapa determinou uma maciça eexposição da prefeita...

É uma forma de compensar a ausência de poder da prefeita por sua presença física..."

CORRETÍSSIMO apresença física tem que se manter,nem que seja no meio dos "estrumes" BOSTA de CAVALOS nas Escolas Municipais...
Uma vergonha...
Diga-se de passagem a SECRETÁRIA MARIA AUXULIADORA se sujeitar a até iniciar um ANO LETIVO,com as escolas nessas condições...
REALMENTE É UM GRANDE AVANÇO da "MERDA" na EDUCAÇÃO.
Que por sinal olhem a CRECHE do MARADOUR(...Meus PARABÉNS para as PROFESSORAS de lá(realmente são PROFISSIONAIS),levam a EDUCAÇÃO a sério e não aceitaram que 2 AUXILIARES "VOLUNTÁRIAS"fizessem a LIMPEZA,A COMIDA e a HIGIENE das crianças...Lá tem que ser 18 funcionárias e querem colocar 2 para "começar"...
Francamente ,esse é o COMPROMISSO com a EDUCAÇÃO tão "PREGADA"??????????
E tem mais,lembram da VERA ALVARENGA que foi diretora do ISEPAM....aquela que responde processos com o MARCELO CAPELLA?????????
EXATAMENTE ELA querem colocar com TALITA,que também responde processo no ESTADO ,para "diretoras" dessa CRECHE...
É uma COMÉDIA essa SECRETÁRIA de EDUCAÇÂO.....e todo esse DESgoverno....

Anônimo disse...

O sr. Gustavo está falando sério ou está de curtição com a cara dos eleitores?
Não que o vereador não tenha falado a verdade mas... "um vereador honesto que alça sua voz contra os poderosos, sem mais compromisso que com a verdade, a independência do legislativo e a justiça social, sem almejar nada em troca de seu silêncio!!!"
Essa foi demaisss

Anônimo disse...

Marcos Bacelar???? Kd vc homi!! Seus filhos, entes e parentes ainda ostentam carros novos do tipo hilux, mas avisa para eles guardarem um pouquinho, para quando os processos do TCU e TCE e todos os mais TCS da vida começarem a chegar, pois conheço bem esses tcs e eles vão querer a parte do bolo também, espere e verá.

Anônimo disse...

Barcelar honesto!!?? essa foi boaaaaaaaaa !!! hahahahahahahaha

Anônimo disse...

Tudo farinha do mesmo saco!!

Anônimo disse...

Vereador honesto?! ahaha... isso é uma piada... Existe político honesto hoje em dia?! Alguém acredita em Papai Noel, Saci Pererê?!

Xacal disse...

Caro comentarista...

A generalização e o reducionismo nunca são boas ferramentas de análise, de qualquer situação...

Nosso políticos, isso já foi repito aqui, à exaustão, não são nada mais nada menos que nós mesmos, eleitos por nós mesmos...

O tamanho da corrupção dos políticos é a medida da honestidade do povo que representam...

Um abraço...

Anônimo disse...

Dizer que esse cara é honesto, é a piada do ano, hehehehehehe...Agora só quem não convive ou trabalha com a Rosinha, pra dizer que garotinho é quem manda, ele ajuda sim, da suas ideias, até pq é justo, afinal experiencia ele tem pra dar e vender, o melhor governador que o Rio já teve ñ poderia ficar de fora da administração e da reconstrução de Campos.Agora dizer que a ultima palavra é dele, me engana q eu gosto, conheço a Rosinha, e quando ela fala ta falado...Mas podem dizer que o garotinho manda nela, o importante é termos os dois juntos lutando em pró da Cidade.

Socorro MP(F) disse...

Dúvida????? os professores da creche do matadouro que se recusaram a trabalhar com 2 voluntários ao invés dos 18 profissionais necessários para o serviço, são CONCURSADOS OU TACQUEADOS??? A própria situação se explica. Vc acha que alguêm que não fosse concursado teria o DIREITO de se rebelar mediante tamanha falta de bom senso, educação, caráter e por aí vai...

blogdoarmandobarreto.blogspot.com disse...

Sou seu fã caro Blogueiro, mas me sinto tentado a lhe antagonizar. Nenhum destes, instalados na administração e câmara municipal pelo poder da corrupção eleitoral nesta eleição passada é reflexo de minha imagem, nenhum deles reflete meus pensamentos e a direção dos objetivos que perseguem tem a direção contrária dos meus. Em sua maioria são movidos apenas por interesses sórdidos pessoais, quando em alguma ação aparentemente em prol do bem comum, trazem escondidas algum outro benefício para sí próprio. O que aconteceu nas eleições de 2008 foi absurdo e, o mais absurdo de tudo sob sonsa atuação do judiciário em todos os níveis.
Sinceramente eles não me representam e eu não os tenho por exemplo, nem como povo, não como ser político.

Obs: O que digo que eles são tem base em ações ajuizadas e atos ilícitos de domínio público.

ArmandoBarreto

Xacal disse...

Caro Armando...

Não há nesse blog, creio que você e outros blogueiros e comentaristas tenham percebido, nenhum alinhamento com as práticas representadas por esses dois grupos, um dos quais o vereador em questão foi um dos próceres ano passado...

O que fiz foi utilizar seu comentário como ponto de partida para uma análise, pois não é a qualificação ou desqualificação do interlocutor que confere mais ou menos crédito ao que fala, e sim os fatos, como procurei demonstrar...

Um abraço...

Anônimo disse...

Socorro MP(F) disse...
Dúvida????? os professores da creche do matadouro que se recusaram a trabalhar com 2 voluntários ao invés dos 18 profissionais necessários para o serviço, são CONCURSADOS OU TACQUEADOS??? A própria situação se explica. Vc acha que alguêm que não fosse concursado teria o DIREITO de se rebelar mediante tamanha falta de bom senso, educação, caráter e por aí vai...

5 de Março de 2009 11:40

RESPOSTA:
Não tenha DÚVIDA,são CONCURSADOS.
Mas agora sabe como vão agir??????????
Trabalharão com HORAS EXTRAS ou seja "RET".
Sabem porquê?
PARA NÂO CHAMAREM OS NOVOS CONCURSADOS e "terem nas mãos"os MAL PAGOA PROFESSORES´para que digam sempre" AMÉM",pelo menos até 2010 é qd termina a validade do CONCURSO e é ANO POLÍTICO.
ENTENDERAM???????????

Anônimo disse...

MARCOS BACELLAR VAI FAZER O QUE COM A NORA QUE TRABALHA NA SAÚDE? VAI TER QUE RALAR

Bacellar disse...

Só uma!!!rsrsrsr