quinta-feira, 16 de abril de 2009

As faces do preconceito...

Ao redor do mundo, em todas as culturas, o preconceito, ou seja, a prevenção e intolerância contra aqueles que representam "padrões" culturais, corpóreos e sócio-econômicos distintos da "maioria", ou em último caso, dos nossos, se expressa de várias formas...

As sociedades onde a democracia, e as instituições republicanas são mais maduras também não escapam desse intenso debate, e por várias vezes são apanhadas no meio de conflitos que expõem as vísceras de suas incapacidades em aceitar e incluir o outro...

Vejam esses dois casos, que embora tratem de preconceitos de natureza distinta, atingem em cheio a noção de convivência harmônica e isonômica entre diferentes...


Um obeso vale por dois...

A United Airlines passará a cobrar duas passagens aéreas de pessoas consideradas obesas, ou seja, nos padrões da empresa, aquelas que não conseguirem caber em assentos da classe turística, fechar o cinto de segurança convencional, ou utilizar o descanso de braço das poltronas...Essa medida afetará 30%dos adultos estadunidenses e 16% de crianças e adolescentes daquele país...Um caso clássico de que cada um que se vire por si, enquanto o Estado, poder concedente, deixa a própria sorte os cidadãos com necessidades especiais...A obesidade é considerada doença pela OMS há muito tempo...O poder público estadunidense não consegue dar conta do tratamento, quer seja diminuindo a oferta e o apelo comercial da junky food, quer seja proporcionando programas de redução de peso...Pelo menos deveria obrigar as empresas de transporte a se adaptarem as necessidades de sua população, sem restringir acesso pela "punição" econômica...


Au revoir...

Um concurso da polícia francesa foi anulado pelo Conselho de Estado(algo como nosso stf)...O motivo, preconceito racial...Um candidato, de origem magrebi(marroquina), aprovado em todas as outras etapas, foi eliminado na entrevista, onde outros 50 candidatos disputavam 27 vagas disponíveis...O detalhe é que as perguntas dirigidas ao candidato foram todas respeito de sua fé muçulmana, seus hábitos culturais islâmicos...Outro detalhe é que o candidato, até a fatídica etapa, estava em quarta colocação, com notas em seis quesitos superiores a mairoia deles...Abdeljalel El Haddioui, 40 anos, recorreu ao movimento nacional de defesa dos direitos humanos, e conseguiu anular o certame
Fica no entanto a pergunta: como se espera que uma polícia possa combater crimes de ódio, se os pratica...?


Fonte: El País, Le Figaro.

6 comentários:

claudiokezen disse...

Caro Xacal:

Esta é a natureza humana, esta face medonha que a "civilização" teima em varrer para baixo do tapete, mas os espelhos nos revelam quando olhamos no fundo dos nossos olhos. Não há saída, meu caro, não há saída...

Anônimo disse...

Nós brasileiros estamos sendo barrados diariamente em portos e aeroportos da Europa "1º mundo" confirmando o grande preconceito existente.
Enquanto recebemos de braços abertos e com honras estes que nos discriminam sob grande passividade de nossas autoridades.
Até quando?

Roberto Torres disse...

Caro Cláudio, o que voce quer dizer com o nao há saída? Obviamente todas as sociedades humanas nunca conseguiram eliminar o preconceito. Vao uns, vem outros... Mas nao podemos negar que em várias delas houveram processos de aprendizado. As insituicoes, as normas, os sistemas sociais (como quer que queiramos chamar as regras e padroes maiores do que nossas individualiadas e que moldam o nosso "ser individual") constroem o que somos, de modo a incorporamos esse ou aquele preconceito ao mesmo tempo que essa ou aquela forma de valorizacao social. Nao podemos falar em natureza humana se antes checar todo esse processo histórico do qual resultam nossas crencas mais ou menos preconceituosas. Nao há certamente saída no sentido de que iremos sempre praticar algum tipo de preconceito, mas nao podemos fechar os olhos para processos de aprendizado coletivo, dos quais retiramos pelo menos a vergonha de manifestar atitudes preconceituosas,o que nao é pouca coisa.

Anônimo disse...

Xacal,
mais uma vez faço uso do teu espaço para divulgar a reunião que acontecerá amanhã, dia 17, às 10h, no auditório da prefeitura, com o objetivo de votar a comissão que organizará a Conferência Municipal de Segurança Pública, que será realizada nos dias 28 e 29 de maio ( veja Decreto 067/2009 de 28/03 e Portaria de 001/2009 no DO do município - site da prefeitura).
Em julho e agosto acontecerão as Conferências Estaduais e Nacionais, respectivamente.
Creio ser um momento onde construir propostas para a segurança pública, passa pela compreensão dos fatores geradores de tais necessidades, que são múltiplos, passando pela questão da ausência do cumprimento dos direitos fundamentais a uma vida digna.
É de grande importância que a sociedade civil e Universidades bem como pessoas que acumulam discussões e/ou atividades sobre violência participe,contribuíndo assim,para que Campos encaminhe um documento bastante qualificado e incorpore ao documento final, na Conferência Nacional.
Abraços,
Norma (Membro do CPDDH de Campos)

claudiokezen disse...

Roberto:

Talvez eu seja um pessimista...

Abraços.

Renato disse...

Não pretendo usar tal linha aérea mas talvez tenha chegado a hora de emagrecer...!!!!