segunda-feira, 6 de abril de 2009

A Bota treme...

corpo de vítima jaz na rua, em frente a uma casa destruída.

Um forte tremor de terra sacudiu a região central da Itália, onde os maiores estragos forma na cidade de L'Aquila, datada do século 13, e situada nas montanhas, e a 100km da capital Roma...Também foram atingidas cidades e vilarejos nos arredores de Abruzzo...  

As estimativas iniciais são de que pelo 100 pessoas morreram, e outras 50.000 ficaram desabrigadas...

Equipes de socorro tentam, entre os escombros, encontrar sobreviventes, enquanto outras equipes montam abrigos temporários para os desabrigados...

O governo regional de Abruzzo disse que o terremoto atingiu uma magnitude entre 5.8 e 6.3...

Na Câmara baixa do Parlamento Italiano, Gianfranco Gini disse que cidades inteiras foram destruídas totalmente...

O primeiro ministro silvio berlusconi cancelou uma viagem a Moscou, declarou emergência nacional e disse que os fundos de já estão liberados para ajuda e reconstrução...
No entanto, há poucas semanas, o primeiro ministro desacreditou uma previsão que avisava sobre possíveis incidentes dessa natureza naquela região...

Semanas atrás, o sismologista Gioachinno Giuliani foi denunciado a polícia, por alarme falso, quando publicou na Internet um estudo que anteia a possibilidade desses terremotos naquela região, baseado em suas pesquisas de concentração de gases em áreas sismológicas ativas...

Tremores de terra são particularmente perigosos na Itália, pois boa parte das construções do país são seculares, e portanto, sem as tecnologias de resistência das edificações recentes...

Fonte: The Independent.

Atualização: O número de mortos chega a 150, de acordo com o Wall Street Journal.


Nenhum comentário: