sábado, 25 de abril de 2009

A crise dos hijos paraguayos...

A banda conservadora da política paraguaia, associada aos meios de comunicação de seus pares ao redor da América Latina está em polvorosa, afinal, a crise dos hijos, onde o presidente eleito por ampla maioria dos votos, e que destrtuiu uma hegemonia política de 61 anos do Partido Colorado, admite ter concebido uma criança, enquanto ainda era celibatário da Igreja Católica, na condição de bispo, coloca em risco a estabilidade de seu governo...

Realmente, essa discussão é delicada, e implica em muitas nuances, ainda mais em um país como o Paraguai, onde a influência católica é enorme...

Há que se evitar a hipocrisia e o cinismo...

Todos sabemos das históricas contradições morais e éticas que assolam a biografia de outros próceres da Igreja Católica ao redor do mundo, e sua tradicional vocação para alinhar-se com o poder elitista e excludente...
Definitivamente, não há "santos" entre padres, bispos e papas...
A seu lado, os fiéis que dizem professar a fé nessa religião, contrariam todos os seus dogmas diariamente, mas são os primeiros a cobrarem condutas ilibadas do próximo, enquanto escondem seus pecados "cabeludos"...

De qualquer forma, esse deveria ser um problema ético da Igreja, e só...A esfera privada da fé de cada um não poderia influenciar sua atividade na vida pública...

Mas nessa porção mais ao sul da América, Igreja e Estado se misturam, infelizmente...E ao que parece, não é só por aqui...Vejam os EEUU da era bush jr, Israel, por exemplo...

Assim, é inegável que o Lugo teve grande repercussão por ser Bispo, e dela se aproveitou pelo fato de representar uma Instituição tão poderosa em seu país, e mais ainda, por se ocupar dos pobres e desvalidos, em contrasenso a tudo que haviam experimentado até então...

Não seria incorreto dizer que sua plataforma política de esquerda, foi lançada, em grande parte, pela sua condição de bispo...

Desta feita, temos que avaliar esse episódio com muito cuidado, e, como já dissemos, sem resvalar na histeria hipócrita da direita, e nem no cinismo paranóico da esquerda, que vê em tudo conspiração...

Fernando Lugo manteve relações sexuais com uma menina de 16 anos...Todos sabemos da enorme influência que um sacerdote tem sobre os fiéis, e principalmente do fascínio e credibilidade que exerce sobre adolescentes...

Isso já seria grave para a biografia de um presidente leigo, haja vista que em algumas legislações o critério temporal(idade)é que define a tipificação de crimes sexuais(estupro, atentado violento ao pudor, assédio, etc)...No Brasil, a título de exemplo, considera-se a violência presumida se a menor tem menos de 14 anos, ou seja, não importa se ela "consentiu" o ato, o sexo entre um homem maior de idade e uma menor de 14 anos é considerado estupro(Artigo 213 c/c 214, todos do Código Penal)...

É difícil, agora, separar o Presidente do Bispo, porque ao que parece, um fez o outro...

Está aberto o debate, agora é com vocês....

21 comentários:

George Gomes Coutinho disse...

Xacal,

A crise institucional que criaram, de fundo moralista, visa simplesmente satanizar a administração progressista de Lugo. O combate ao latifundio, um governo em prol das populaçoes indígenas, a revisão do obsceno tratado de Itaipu....

Recomendo a leitura atenta ao seguinte artigo da revista argentina "Nueva Sociedad":

http://www.nuso.org/upload/articulos/3590_1.pdf

O que todos os democratas do mundo devem ter em mente é que os ataques a Lugo são afrontas diretas ao processo de transição democrática ainda em curso no Cone Sul.

Abçs

PS: Se alguém souber de algum manifesto em apoio ao presidente do Paraguay peço que divulguem nesse espaço. Terei todo o prazer em assiná-lo.

Xacal disse...

Caro George,

Não duvido que estejam a tentar "derrubar" o presidente, com viés moralista-hipócrita...isso está descrito no texto...

Mas, o que não podemos deixar de considerar é que o próprio Lugo se valeu da sua condição de Bispo para fortalecer sua plataforma política, e por outro lado, utilizou tão ascendência para satisfazer sua lascívia...

Isso é fato, e creia-me, se fosse a minha filha ele não estaria deposto, estaria morto...

Xacal disse...

perdão:(...)tal ascendência(..)

Zé "Ribeiro Gomes" da Silva disse...

Saiu na Coluna mais divertida de Campos, afinal em meio a catastrofes desse governo alguma coisa tem que nos ajudar a liberar as endorfinas.
"Sara Quer Saber - Informante curiosa, que gosta de ficar futucando coisas, Sara quer saber quando é que ficarão prontas as casas lá do Novo Mundo, iniciadas e pagas no governo anterior?"

Resposta : Assim que a atual prefeitura creser, andar, fazer cocô sozinha e assim perceber que tem que trabalhar, como por exemplo fiscalizar e dar continuidade a todas as obras já pagas e iniciadas.

Outra pergunta que não quer calar, será que não sai muito mais caro e prejudica muitas e muitas pessoas o fato da prefeita não querer dar continuidade a nenhum dos projetos que foram criados por seus rivais em prol da população, sucateando e desmobilizando cada um deles independente das beneces dos mesmos a população, afinal quem interessa menos nessa história é mesmo a população?

Direito de Resposta Abaixo :

Raskolnikov disse...

O debate está todo torto! Pô Xacal, todas as mulheres em questão se relacioram com ex-bispo como adultas conscientes. Na verdade, engravidar e optar por ter os filhos são escolhas de dupla responsabilidade (delas e do Lugo). Do ponto de vista político e democrático, para além da consciência moral pessoal e das contradições com os dogmas da confissão religiosa que professa, o Lugo deve ser avaliado pelo desempenho de seu governo e pela legalidade dos seus atos como governante! Como diria o Millôr: A hipocrisia está um grau acima da moralidade!
Obs.: Meu caro Xacal, na vigência do estado de direito, o Lugo estaria morto e vóis micê preso!

Anônimo disse...

Com a fama crescente do paraguaio, Madonna acaba trocando Jesus pelo Bispo.

Anônimo disse...

A CRISE É AQUI MESMO!!!!
Respeitado Xacal, hoje no saite da Prefeitura uma ma´teira me chamou a atenção, falando sobre a vacinação dos idosos tem um parágrafo que me pasmou.Veja:
"De acordo com o superintendente de Saúde Coletiva, César Ronald, o idoso é o maior patrimônio do município. "Ele tem a sabedoria, a experiência e, além disso, ajudou a construir a nossa cidade. Assim como todo patrimônio, deve ser preservado e bem-cuidado. Esta é a visão que todos nós devemos ter dos nossos idosos", disse César Ronald, que também levou uma mensagem de otimismo para todos os idosos em nome da prefeita Rosinha Garotinho."
Ora senhor Cesar o senhor deve estar com Alzheimer, pois esquece das coisas rapidinho.Vejamos.
1- A Colônia de Férias da terceira Idade do Farol está fechado e o senhor já esta no governo há 4 meses e nada fez.
2-O Ambulatório do Centro Dia esta sem médicos para atender a demanda de idosos que estão lá.
3- O Centro Dia esta servindo quentinha para os idosos sem a mínima dieta que deveria ser.
4- dispensou todos os funcionários do Centro Dia.
5- O Club da terceira idade de Traverssão está precária.
6- O Club da terceira Idade de Conselheiro esta precário.
7- O Club da Terceira Idade de Tocos fechou.
Ora senhor Cesar Ronald vá contar histórias para seus netos enquanto sua filha e seu genro trabalhe na Prefeitura com o contrato que o senhor deu Nepotista, deixa de Caó.
Senhor Xacal o saite da Prefeitura nem sabe o que coloca acredita nas mentíras dos incompetentes.

Xacal disse...

Não, não, não meu caro raskol...

O bispo admite a paternidade de apenas uma criança, fruto de um "relacionamento" com uma adolescente de 16 anos...

A discussão aqui, realmente está torta, pois os caríssimos companheiros parecem desconhecer(e ou esconder) que boa parte das "competências políticas" do bispo se dão justamente pelo fato de ele ter sido vinculado a Igreja...

O que parece hipócrita aqui, é que essa relação(embora nefasta, em minha opinião)tenha sido festejada como um "plus"(um padre de esquerda, adepto da teologia da libertação)e agora, quando surgem as contradições morais inerentes a essa condição, queiramos afastar esse ônus...

Como disse, quem quis fazer da sua condição religiosa uma plataforma política, não pode agora rejeitar as cobranças relacionadas ao descumprimento dos dogmas que jurou defender, enquanto integrante da instituição...

É como se o companheiro quisesse defender o governo de um médico condenado por abusar sexualmente de suas pacientes...ora, ora, ora, assim como na medicina, ao sacerdócio são conferidas certas prerrogativas que os colocam como cidadãos diferenciados...ou você não sabe, por exemplo que padres não são obrigados a contar os crimes de seus fiéis que estejam protegidos pelo segredo confessional...?

como disse, o debate não é tão simples quanto parece...

um abraço....

O Impostor disse...

Enquanto isso num planeta distante :

GOZANDO COM A PERERECA DAS OUTRAS

"vA prefeita Rosinha Garotinho demonstrou que a região da Bacia de Campos investe em outras atividades econômicas. “Investimentos e projetos estão sendo realizados em toda a região, dentre eles o complexo portuário Farol-Barra do Furado, o Porto do Açu, em São João da Barra, o Heliporto do Farol e a indústria de energia. E destaco que o primeiro parque de energia eólica do Sudeste, que vai ser inaugurado no fim deste ano, é em Gargaú, no Município de São Francisco de Itabapoana”.
O dia

Zé "Ribeiro Gomes" da Silva disse...

Obrigado Xacal por aceitar nossos posts e entender nossas opções.
Isso sim é democracia!!!

Sérgio Provisano disse...

O bispo praticou sexo e engravidou uma jovem de 16 anos. Creio eu que isso lá no Paraguai, é, como aqui, crime, estupro presumido talvez, abuso sexual de menor, ou coisa parecida.

Ele admitiu o fato e reconheceu a paternidade da criança, mas esse reconhecimento não apaga o fato de que o bispo cometeu um crime.

Essa questão do celibato é extremamente complicada, na Bíblia, não há nemhum impedimento de que o sacerdote contraia núpcias, o celibato foi implantado pela Igreja na Idade Média como forma de se impedir a dilapidação do patrimônio, que a Igreja herdava através de doações dos fiéis e, passavam a fazer parte do patrimônio pessoal dos padres que, quando morriam, seus filhos passavam a ter direito à herança.

Com a instituição do celibato, quem passou a ter todo o direito às doações foi o Vaticano. O celibato é apenas para proteger, de forma cínica, os bens da Igreja, não há nenhuma razão para acabar com a hipocrisia do celibato a não ser razões materiais e não religiosas.

A oposição é claro, vai capitalizar esse fato mas, não creio que isso possa causar danos à governabilidade. Fernando Lugo tem é que responder pelo crime que cometeu, como qualquer cidadão.

Anônimo disse...

Vai trabalhar, vagabundo
Vai trabalhar, criatura"
Chico Buarque

Ridículo! O atual (des)governo municipal(Rosa de Garotinho) não poderá ser cobrado em nada porque o governo anterior nada fez.

Esse é o motivo pelo qual a citada prefeita não trabalha: "não preciso fazer nada( mas nada mesmo), porque o meu antecessor nunca fez".

Isso é um absurdo! Parece que ela está quebrando o nosso galho ao ser prefeita.


Ela deveria começar a trabalhar; até porque "O PASSADO JÁ FICOU P'RA TRÁS" ou era mais uma mentira?

Anônimo disse...

Higiene em restaurantes envolve mais do que lavar a mão

Em breve, teremos, no Paraguai, a Daslugo, especializada em roupa infantil. Depois, teremos a Lugo Boss Kids.
Em Campos, os filhos já estão crescidos; abriram uma empresa para lavar ...pratos, talheres etc.


Os cinco modos mais comuns de se lavar dinheiro no Brasil:

Top five

01- Empresas de fachada - São abertas por criminosos por um laranja (uma pessoa que apenas empresta seu CPF) em ramo que lida com bastante dinheiro em espécie, como restaurantes e hotéis. O dinheiro sujo entra na conta-corrente da empresa como tendo sido obtido com os serviços, comprovados por meio de notas frias. Mas somas incompatíveis com a natureza do negócio podem chamar a atenção.


02- Empréstimos-faz-de-conta - Um integrante da quadrilha pede empréstimo no banco e usa, como garantia, imóveis, investimentos ou ações obtidos com dinheiro sujo. Ao conceder o empréstimo o banco, sem querer, está limpando o dinheiro sujo. Só que sucessivos empréstimos e facilidade para saldá-los podem levantar suspeitas.


03- Compra de jóias, pedras preciosas ou obras de arte - Vendedores de objetos valiosos não costumam questionar sobre a origem do dinheiro do consumidor. Para limpar o dinheiro basta revender os produtos. Entretanto, quando o negócio é feito por quem não pode comprovar a fonte do dinheiro fica complicado.


04- Paraísos fiscais - Os criminosos compram empresas em paraísos fiscais. Assim é difícil ligar o dinheiro da empresa ao criminoso que tem as ações. O método mais difícil de deixar rastro e geralmente usado por políticos e empresários.


05- Conto do bilhete premiado - Alguém com acesso ao nome dos premiados da loteria informa o criminoso que procura o vencedor e oferece uma quantia ainda maior para comprar o bilhete. O ex-deputado João Alves, da CPI do Orçamento, declarou ter ganho 200 vezes na loteria. O problema é que o nome dos sortudos repetidos costuma ser enviado ao Ministério da Fazenda.

Anônimo disse...

Esse caso me lembra algo parecido...

Anônimo disse...

ESTADÃO(26/04/09)

AMEAÇA

Gonzalo Quintana
Analista político

"Matematicamente, a destituição é possível, porque se podem obter os dois terços necessários tanto na Câmara quanto no Senado. Mas há um esforço muito grande do governo de assegurar a adesão plena do Partido Liberal, com a recuperação do apoio do setor franquista"


AS MÃES

Viviana Carillo - O presidente paraguaio assumiu há duas semanas a paternidade de um filho de 2 anos que teve com Viviana. Ela disse que foi seduzida por Lugo aos 16 anos, na época em que se preparava para a crisma. O presidente era então bispo de San Pedro, no interior do Paraguai. O relacionamento teria começado na casa da madrinha dela.


Benigna Leguizamón - Camelô, de 27 anos, diz que Lugo é o pai de seu filho de 6 anos, Lucas Fernando. Segundo ela, o relacionamento com o bispo começou em maio de 2001, quando tinha 18 anos e foi à Igreja pedir ajuda. Na época, Benigna já era mãe solteira. O relacionamento com Lugo, que lhe dava US$ 10 por semana, teria durado até outubro de 2003.

Damiana Hortensia Morán Amarrilla - Militou na esquerda ao lado de Lugo e dirige um abrigo para crianças. Divorciada e com dois filhos do primeiro casamento, ela afirma ter tido um menino com o presidente há um ano e quatro meses. Damiana, de 39 anos, não pede pensão e condena a exploração dos escândalos pela oposição.

George Gomes Coutinho disse...

Xacal,

Me desculpe, usualmente concordamos, mas a sua assertiva nos convida a um verdadeiro inferno moral.

Lugo certamente pode ter cativado as atenções das mulheres com quem teve filhos e sexo onde há clara projeção simbólica a partir de sua condição peculiar de sacerdote.

A grande questão é que o humano, diferentemente das abelhas, hienas e zebus, justamente traria o simbólico para a cama. Políticos, juizes, militares, padres, policiais, professores.... Essas carreiras projetam-se no imaginário social a, não poucas vezes, atendem aos caprichos dos fetiches humanos.

Acho que você está sendo anti-clerical de forma a isolar a igreja, como instituição, da sociedade onde está conectada umbilicalmente.

Como possivelmente um anônimo fez alusão, estou me lembrando do caso "filha do Lula" onde o mesmo foi desqualificado politicamente por ter uma filha não reconhecida.

Não consigo interpretar este caso de outra forma. A não ser que passemos a condenar todas as mulheres, que por livre e espontânea vontade, deitaram com quem quer que seja por motivações estritamente simbólicas...

Ou então, de forma ainda mais ingênua, que passemos a vitimizá-las por terem vivido uma experiência sexual por que o queriam...

Ou mesmo, por fim, condenemos todas os homens pertencentes das carreiras acima por terem levado quem quer que seja para a cama, cientes da liturgia do cargo e sua projeção social....

A lista será demasiado grande para incriminarmos um a um até o final do século.

Abçs

PS: Lugo pediu para sair da Igreja desde 2007, se não me engano.

PS2: O que me parece relevante de fato para a esfera pública são as consequências políticas da derrubada de Lugo por motivações morais que deveriam permanecer na esfera privada. Cabe notar que ano passado quase ocorreu um golpe no Paraguay.

Xacal disse...

Olha, George,

Nenhuma elaboração intelectual me fará encontrar justificativa para um padre(na época, ainda era padre e a menina se preparava para a crisma-um dos sacramentos)de 40 anos ou mais levar uma garota de dezesseis anos para cama...

Sinceramente, não vejo onde estou tentando isolar a Igreja, se no meu post e no comentário me parece que faço justamente o contrário...

Tanto quando denuncio suas incongruências éticas(da Igreja)tanto de suas opões políticas...

O problema, que enxergo como gravíssimo, é um padre que defendia uma igreja diferente(a dos pobres)e que lançou sua plataforma a partir dessa militância, assediar e "comer" uma adolescente que estava ali, creio eu com a permissão e anuência dos pais, para receber um sacramento e recebe uma "trolhada" e ganha, de quebra, uma gravidez...

Pô, meu caro...tenho certeza que a defesa de Lugo deve ser política, mas não esqueçamos que dentro do político também deveria ter um homem digno e confiável...

Eu não gostaria de deixar minha filha na Igreja, onde imaginaria que ela estivesse recebendo aconselhamento religioso, e descobrir que recebeu aulas práticas de educação sexual, e você, gostaria...?

George Gomes Coutinho disse...

Xacal,

Esse é um debate espinhoso que exige reflexão... A complexidade dos elementos é inegável e nos coloca em encruzilhadas de várias ordens:

a) É uma realidade com um processo de transição democrática precário;

b) O Paraguay detém problemas sérios de soberania por uma série de razões históricas (a qual nós brasileiros sempre tivemos alguma conexão);

c) Possui uma elite política profundamente conservadora e parasitária do aparato estatal;

d) Há a conexão religião e poder (algo que não é igualmente privilégio do Paraguay);

e) Por fim, há o debate moral. Questões privadas devem ter peso decisivo no espaço público? Cada coisa deve ser tratada em seu local adequado? cada caso é um caso ou é possível pensarmos em sanções universais para todos os casos onde há sexo e dominação simbólica?

Certamente eu não teria condição de esgotar nenhum dos pontos acima listados.

Então, apenas para evitarmos que eu seja taxado de "relativista moral" (não é o seu caso, sei que vc não faria isso), ainda prefiro me ater de forma seletiva a uma das parcelas da análise. É recorte mesmo a partir daquilo que compreendo mais ou menos....

E meu recorte se dá a partir da opção política e das consequencias políticas nesse caso, dada a minha incapacidade de discutir, em detalhes, os outros pontos de uma maneira responsável.

Abçs

George

PS: Eu, na situação de pai, em meu fóro íntimo, me sentiria indignado diante do ato. Mas, não posso pensar a sociedade tendo como ponto de partida o sentimento pessoal. justificamente de fúria, ante um ato amoral.

Xacal disse...

George, meu caro George...

Quanto ao recorte das discussões públicas, e da questão conservadora não temos nenhuma discordância...São uns canalhas, que se aproveitam desse deslize do Lugo para desestabilizar um governo comprometido com as causas históricas da maioria do povo paraguaio...

O que você não parece enxergar, e que insisto, é que não se trata de transportar aspectos da moral privada de um cidadão para estabelecer parâmetros em sua esfera pública de atuação...

Padres(e até bem pouco tempo ele era padre, e fazia política como tal)não são pessoas que podem alegar o direito de uma reserva íntima para decidir sobre sua vida sexual, inclusive com menores de idade...

Para a sociedade, uma das faces públicas dos padres é o celibato, que inclusive lhes confere a possibiidade de ouvir confissões e poder guardar segredos sobre elas, até perante a Justiça...

Se a moral celibatária de Igreja é hipócrita, errada ou desnecessária, isso é problema da Igreja, e quem não concorda com ela, que a deixe ou não professe sua fé pelos seus dogmas...

Como aliás, fez o Lugo agora em 2007, infelizmente,
depois de ter engravidado uma menina de 16 anos...

George Gomes Coutinho disse...

Pois é Xacal...

O que você aponta só aumenta a complexidade do caso (risos).

Eu compreendi seu argumento, inclusive agora ficou ainda mais claro, dado que os sacerdotes católicos, por sua instituição e pelo celibato, justamente acabam em uma situação atípica moral...

Sem dúvida.

E justamente pela complexidade entre imputação moral da sociedade, direito canônico e direito positivo, eu fico sem saber o que dizer. Sinceramente!

Sociólogos não são "especialistas de tudo" e muitas consequencias desse caso continuam nebulosas para mim... Simplesmente, por cautela, prefiro não debater moralmente este caso pela mais pura e absoluta ignorância de minha parte ante determinados aspectos da conexão entre religião e sociedade.

Abçs!

George

Anônimo disse...

Concordo com Xacal:
"Nenhuma elaboração intelectual me fará encontrar justificativa para um padre(na época, ainda era padre e a menina se preparava para a crisma-um dos sacramentos)de 40 anos ou mais levar uma garota de dezesseis anos para cama..."

Mariana Arêas