domingo, 12 de abril de 2009

Papai Noel tricolor de Páscoa...

Clássicos de futebol, nossos matches, são pródigos em histórias dramáticas, qualquer que seja o score... Football, ou soccer, como chamam os estadunidenses, é paixão, e como tal não comporta análises muito estruturadas...
No universo das quatro linhas, nuances são coisas que escapam ao olhar dos referees, dos speakers ou dos arquibaldos...E só...!
Ali, o bem e mal estão bem definidos...E trocam de lugar, e de papel, a cada lance decisivo...

Quem assistisse o match de hoje à tarde, no Estádio Mário Filho, entre o Clube de Regatas Flamengo, e Fluminense Football Club, a partir do goal do back Juan, teria em Fernando Henrique, goalkeeper do tricolor das Laranjeiras, um herói...

Seria ele, o principal responsável pela manutenção de um empate, onde seu team sofrera intenso raid dos forwards rubronegros...

Mas, como dissemos, football não é esporte conhecido por fazer justiça aos seus sacerdotes jogadores ou aos seus devotos torcedores...É uma questão de fé, e como tal, tem seus mistérios e dogmas...
Nem sempre os melhores teams vencem, e o Fluminense e sua torcida apresentaram suas credenciais toda a semana, que antecedeu ao jogo, como as mais adequadas a vitória...

Pois bem...Alguém deveria ter avisado ao scratch pó-de-arroz para vir a campo, e quem sabe jogar um pouco...Jogo não se ganha de véspera, nem fora do campo...!
Os tricolores, hoje, foram um amontoado de perdidos players, que raríssimas vezes ameaçou o poderio adversário, que bem poderia ter liquidado o jogo, se não pecasse por tanto preciocismo, em alguns momentos, e pura incompetência, em outros...

Saiu barato o placar para os atônitos vert-blanc-rouge...
A ironia é que o grande responsável pela magra vitória do Flamengo, o goalkeeper tricolor, Fernando Henrique, tenha sido, também, quem engoliu um tremendo peru de proporções natalinas em plena Páscoa...
Uma prova cabal de que o Fluminense estava na hora errada, no lugar errado...

2 comentários:

Sérgio Provisano disse...

Essa vitória, o Sobrenatural de Almeida, já previra antes da criação do mundo. Saiu barato para o Fluminense. Os tricolores têm é que agradecer aos atacantes do meu Mengão que não tiveram a devida competência para sacudir mais vezes as redes. Agora o Mengão precisa apenas, derrotar o Botafogo, o que não será uma tarefa das mais fáceis, mas como estamos acostumados à desafios, nós, da imensa nação rubro-negra, partiremos para dentro do Fogão, time do coração do saudoso Lenilson Chaves, sem a menor contemplação.

Quem viver verá!

Olho Vivo disse...

O pau começou a cantar... A Polícia Federal, na manhã desta segunda-feira, está em Vila Nova, distrito de Campos. Algumas pessoas foram detidas.

Trata-se da acusação de compras de votos que envolve um dos assessores da prefeita Rosinha Garotinho, o Thiago Calil. O mesmo que teria usado cartões de crédito e folhas de cheque tomados emprestados a uma cabo eleitoral do PMDB. Como o rombo no cartão de crédito e nos cheques não foram cobertos como prometido, a mulher resolveu denunciar os envolvidos. A denúncia foi feita ano passado, mas ficou em sigilo durante algum tempo, até que a bomba explodiu com uma entrevista dada pela cabo eleitoral à revista "Somos assim".

Vamos aguardar o desenrolar dos fatos...