terça-feira, 21 de abril de 2009

TrOLha mitologia: Anúbis, o deus da morte....


Embora não haja certeza absoluta, a imagem de Anúbis, o deus da morte na mitologia egípicia, é apresentada como corpo de homem e cabeça de xacal...

A melhor definição que conseguimos no Google foi do site: ocultura.org.br...

Leia aí:

Anúbis é um deus egípcio geralmente retratado como um homem com cabeça de chacal, ou um chacal negro em posição de esfinge (este último geralmente guardando algo ou alguém) Anúbis, o Juiz dos Mortos também conhecido como Anupu, ou Anpu, é o antigo deus egípcio dos mortos e do submundo.

Anúbis no Egito

Anúbis é filho de uma união extraconjugal entre Nephtys e Osíris, onde a primeira, esposa do terrível deus Set, faz-se passar por Ísis, a verdadeira esposa de Osíris para poder desfrutar de seu amor incondicional. Temendo a vingança cruel de Seth ao descobrir sobre sua gravidez, Néftis, também mãe de Sebek (o deus com cabeça de crocodilo) esconde o bebê Anúbis em um pântano, onde mais tarde Ísis, sua tia, o encontra e cria longe do alcance maléfico de seu tio Seth.

Anúbis então crescido adquire inúmeras tarefas como deus da morte e do submundo, e todos seus aspectos relacionados, como o julgamento, ritos de passagem e as tarefas de embalsamamento. Mais tarde, com a morte de Osíris por seu tio Seth, após Ísis e Néftis terem reunido os pedaços esquartejados de Osíris Anúbis se voluntaria para trazê-lo de volta a “vida”, através das práticas de mumificação e de seu infinito conhecimento sobre a pós-vida, tendo sido assim criada a primeira múmia do Egito e do mundo.

Após este ato Osíris, que originalmente era um deus da agricultura, por seu status morto-vivo e seu status de divindade maior, “usurpa” então os aspectos de Anúbis, de deus da morte e do submundo.


Anúbis então passa a se dedicar aos outros aspectos relacionados a Morte. Ele passaria a guiar as almas através do submundo, até os salões do julgamento, onde ele também pesaria o coração da alma contra a pena de Maat, a deusa da justiça, do equilíbrio e da verdade, em um tribunal presidido por Osíris, Toth e perante 42 deuses menores, cada um incumbido de julgar uma das 42 confissões que a alma deveria fazer.

Também era o patrono da cidade de Cinópolis, o patrono dos embalsamares e dos conhecimentos obscuros.




14 comentários:

a hiena disse...

Xacal, com toda essa nobreza da sua árvore genalógica, só mesta esconder-me na densa savana e reconher-me à minha insgine ficância.

Xacal disse...

Cara hiena,

não se trata de exibicionismo, nem de bravatas...

é que achei interessante essa associação de chacal com morte(tema que muito me fascina), e quis dividir com meus treze leitores...

a hiena disse...

Como sou o 14º e até como uma certa queda pelo 13, não acho que seja nenhuma exibição nem tão pouco narcisimo. O cenário, como pouca exceção, está por demais imundo, está a exigir assim de bichos qualificados e de boa procedência para caminhar nesse pântano goitacá. Então, máscara no rosto, caninos afiados e pra cima deles!

a hiena disse...

PS. blog também é cultura, a palavra certa é genealógica.

Tetê disse...

hummm... 15º
.

Anônimo disse...

RRRRRRRuuuurhhhhrhrhrhhhhhhhh!!!!!!Chacais me mordam...kkkkkkk

Mesper disse...

Como diz Fudencio ( gatinho que um dia ja foi branquinho ) que me auxilia nos momentos mais perestralticos da minha vida.
Puta q pariu tu e chata pra caralho!

Professora Hilda Helena disse...

Gostei desta imagem no seu perfil!
A morte realmente nos fascina pois ela se opõe a vida!

A gente meio que de certa forma convivemos com mortos-vivos o que nos faz muitas vezes procurar uma voz meio que também perdida no deserto ..

Mas quando esta voz guia,traz a reflexão ,nos faz ver além do real; alerta para a necessidade de ver além da morte,julgando,punindo,libertando,de uma certa forma isto traz um pouco de equilíbrio,de certezas,de esperanças no meio de tantas incertezas!!!

Atenção "G 13" :Quem sabe não estamos precisamos de um patrono dos embalsamares e dos conhecimentos obscuros?


Um abraço!

Provisano disse...

Em algumas culturas na África, quando uma criança nasce, é motivo de choro, pois entende-se que a vinda para esse mundo é motivo de sofrimento. ao se morrer, é motivo de festa, pois o indivíduo está partindo para um lugar de alegrias.

Por isso, morrer não é fim e sim o começo de uma coisa boa, pelo menos é assim que essas culturas enxergam a vida e a morte.

Eu, pelo meu lado, prefiro continuar vivo o máximo de tempo que puder...mesmo que a passagem para outro plano esteja repleta de mais de 40 virgens belas e sedutoras.

O Xacal é mesmo um dissimulado, jogou nos peitos da gente, uma biografia riquíssima...foi para humilhar mesmo cara Hiena e, ele se esconde sob o manto da falsa modéstia...Xacal, para você, apenas uma palavra: como diria o saudoso Tião Macalé, Nojeeeento!

Professora Hilda Helena disse...

No segundo parágrafo quis dizer: A gente meio que de certa forma convive com mortos-vivos o que nos faz muitas vezes procurar uma voz meio que também perdida no deserto ...

Axl disse...

huummm...

Faz "a egípcia"...

FALCI disse...

S E N S A C I O N A L IDÉIA DE
RITA LEE no programa do Amaury Jr

Reclamando da inutilidade de programas como o Big Brother, ela deu a seguinte sugestão:
'Colocar todos os pré-candidatos à presidência da República trancados em uma casa, debatendo e discutindo seus respectivos programas de governo. Sem marqueteiros, sem assessores,sem máscaras e sem discursos ensaiados.
*Toda semana o público vota e elimina um.
*No final do programa, o vencedor ganharia o cargo público máximo do país.
Além de acabar com o enfadonho e repetitivo horário político, a população conheceria o verdadeiro caráter dos candidatos.
Assim, quem financiaria essa casa seria o repasse de parte do valor dos telefonemas que a casa receberia e ninguém mais precisará corromper empreiteiras ou empresas de lixo sob a alegação de
cobrir o 'fundo de campanha'

A idéia não é incrivelmente boa?*

Pela campanha:

Casa dos Políticos, já!!!

Tetê disse...

hum... teria outra sugestão,
mando por e-mail
.
mas como sei que não vai aprovar
... acatado.

Anônimo disse...

tssssssssssssssssssssss!!!!! haha