quinta-feira, 2 de abril de 2009

TROlHadas Culturais...

A nossa dica dessa semana está relacionada com o momento obscurantista que vivemos aqui, nessas plagas pantanosas e planas...
De um lado, o macartismo da lapa, de outro, uma aparato de mídia, onde pululam a pior espécie de jornalistas de coleira...

Não é de hoje que elites de todo o tipo tentam brecar qualquer tipo de liberdade de expressão, em nome da HONRA, da moral de dos bons costumes, muito embora não os pratiquem, como já falamos aqui... 

Em nome da liberdade de expressão, Larry Flint, editor da revista Hustler(fotos pornográficas bizarras) levou um tiro na espinha e ficou paralítico...Os algozes...? Talvez o próprio FBI estadunidense, talvez não...Mas com certeza alguém que puxou o gatilho com o aval do establishment...

Nesse filme que indicamos, está a saga desse mito da liberdade de expressão estadunidense, que tem em sua Constituição, em uma suas emendas que diz: "Não se farão leis contra a liberdade de expressão"...

Com Courtney Love, viúva de Court Kobain, no papel de Althea, da esposa de Larry Flint(Whody Harelson), o filme é um libélulo contra os idiotas de coturno, os carolas de calabouço, e todos os hipócritas sádicos de plantão...

O filme é The People vs Larry Flint, ou em português: O Povo contra Larry Flint, direção de Milos Forman.
Um passeio sobre a sociedade estadunidense, e sua luta para preservar aquilo que lhe é mais caro: a liberdade do indivíduo, para garantir a liberdade de todos...
Já dizia Cazuza:

Vamos pedir piedade, senhor piedade,
para essa gente careta e covarde,
Que lhes dê grandeza,
E um pouco de coragem.

Para quem não sabe amar.
Vive esperando alguém que caiba no seu sonho.
Como varizes que vão aumentando.
Como insetos em volta da lâmpada.

4 comentários:

Anônimo disse...

Xacal

Gostaria de denunciar um fato que passa despercebido por todos, inclusive (eu acho) pelo responsável direto da maior exploração de mão-de-obra de Campos, ou quem sabe do Brasil que se chama Mc Donalds.

É fácil constatar que esse empresa paga menos da metade do salário mínimo aos seus funcionários, aja visto que contrata pessoas que desconhecem seus direitos trabalhistas, ou seja, a idade máxima é 23 anos.

Eu já escrevi no blog do responsável pela vinda destes exploradores para Campos, que como vc deve saber, é o Napoleão da Lapa, como vc o denomina, e não vi da parte dele nenhuma manifestação contra essa situação vergonhosa que passa os trabalhadores desse empresa.

Ao acompanhar seu blog, percebo que vc não tem medo de enfrentar poderosos e espero contar com sua colaboração para denunciar esse absurdo.

Na certeza de contar com a sua colaboraçao, deesde já agradeço sua atenção

Um abraço deste admirador que infelizmente, por motivo de segurança ou covardia, fica no anonimato.

Obrigado

Anônimo disse...

EXTRATO CONTRATUAL
PROCESSO n.º 209/0354-9
Pregão nº 015/09
CONTRATANTE: Prefeitura Municipal
de Campos dos Goytacazes
CONTRATADA: Rogil Tours Agência
de Viagens e Turismo Ltda
OBJETO: Serviços de fornecimento
de passagens aéreas para atender
diretamente a chefe do Poder Executivo
Municipal e seus Secretários na participação
de Reuniões, Congressos,
Seminários e Visitas Administrativas
em outros órgãos da Administração
Pública por um período de 12 (doze)
meses.
VALOR GLOBAL: R$ 52.700,00
(cinquenta e dois mil e setecentos reais).

Chinoca disse...

Quero aproveitar estes versos de Cazuza para gritar minha indignação de fato que li hoje em um jornal da cidade:
"Vamos pedir piedade, senhor piedade,
para essa gente careta e covarde...”,
Em primeiro lugar não sou nascida em Campos e desde que cheguei a esta terra - que aprendi a amar- custei muito a me decidir por transferir meu título de eleitor e ter que exercer minha cidadania em processos eleitorais “todos comprometidos” por um conjunto de políticos liderados por pessoas que na minha cidade já teriam sido excluídas nas urnas e isoladas da convivência de pessoas de honra há muito tempo. Acredito que nem os bisnetos desses políticos aos moldes dos que presenciamos em Campos, teriam qualquer chance de se eleger na minha terra de origem.
A primeira vez na minha vida que votei nulo num processo eleitoral foi na disputa entre Mocaiber e Pudim. Para protestar – forma solitária - fui de luva de limpeza nas mãos para expressar meu total descontentamento com tudo que lia e via. Muitas vezes nem vendo acreditava que existia práticas eleitorais tão ilegais e sujas (moralmente). A história provou que a minha impressão estava certa.
Não me acostumei e nem deixo de me indignar quando percebo o naipe das nossas lideranças políticas – não tenho como não chamar de minhas também, pois sou campista neste momento.
Qual o fato que me refiro?
“A Prefeitura de Campos não renovou o acordo para repassar recursos para os programas Casa Lar e Amar, que cuidavam de 15 crianças, mantidas pela Associação de Proteção à Infância de Campos (Apic)”.
Tem tantas outras formas de retaliação política do grupo que está no poder em cima do grupo que saiu que poderiam muito bem deixar as crianças fora dessa!!!
E que não me venham com falsos moralismos que são líderes políticos a cima de qualquer suspeita e que vieram em nome do “SENHOR” limpar a política Goitacá, porque nem essas criancinhas, que vão ter que se adaptar a uma nova realidade, acreditaria! E ninguém precisa dizer que o grupo que “saiu” gozava de altos créditos morais, porque também estas criancinhas nunca acreditaram. Portanto, é retaliação política em cima do grupo errado, as crianças da Casa Lar e Amar.
Há que saber mirar o canhão para o alvo certo, caso contrário o tiro pode ser no pé!
BASTA RESPEITAR DE FATO OS DIREITOS DE TODO E QUALQUER CIDADÂO CAMPISTA QUE TODAS AS DECISÃOES SERÃO JUSTAS.
E mais uma vez: "Vamos pedir piedade, senhor piedade, para essa gente careta e covarde...”!

Raskolnikov disse...

Para manter o debate no tema postado: sugestão de filme: "As Cartas do Marquês de Sade"!