sexta-feira, 1 de maio de 2009

Arbeit macht frei...ou o "trabalho liberta"...

Como os temas relativos ao trabalho nunca se "modernizam", apesar de todo o aparato ideológico, que sempre festeja novas formas de despolitizar as relações capital X trabalho, nós aqui da TrOlha não vamos inventar...

Repetimos um texto que publicamos ano passado, e que como definimos aí em cima, sempre estará atualizado se expuser as variadas formas de conflito de classes...

Arbeit macht frei, ou em português: O trabalho liberta...

Essa era a epígrafe colocada no portão do campo de concentração nazista Auschwitz...
Uma ironia escarnecedora com a condição escrava a qual estava submetida a população judia, mas que se torna reveladora na medida em que descobrimos que boa parte de empresas alemãs fortaleceram suas posições utilizando essa mão-de-obra escrava (BOSCH, SIEMENS, DAIMLER-BENZ)...Nem falemos aqui das experiências com cobaias humanas feitas pela empresa do ramo farmacêutico HOESCHT (fabricante de novalgina)...

Mas a utilização da escravidão não foi uma exclusividade nazista...EEUU, Portugal, Espanha e até a Igreja Católica se beneficiaram do "baixo custo" nessa relação...ao longo de períodos diferentes na História...

Abordei essas tragédias humanas para dois propósitos:

1-Nem sempre a idéia de trabalho foi considerada digna, como hoje nos faz crer a ideologia...
2-Ainda persistem formas degradantes e humilhantes de exploração de mão-de-obra...Na China, África, EEUU, Europa e em Santa Cruz...isso mesmo, no caminho para São Fidélis...ali em uma grande indústria de moer cana...e gente...!

A mitologia do trabalho como meio de legitimação social é própria da Revolução Industrial...A transição dos trabalhadores autônomos e livres (artesãos) para o regime assalariado foi construída com muita violência, e muita persuasão ideológica...trabalho pesado era coisa de escravo, ou servo...degradante...
Embora as bases de acumulação capitalista se dessem sob o signo da "compra" assalariada do trabalho, as condições de exercício laboral mantiveram-se desumanas...
O ajuntamento urbano de grandes massas de trabalhadores, a proliferação de demandas trabalhistas e de organização do espaço urbano insalubre levaram a uma forta coesão sindical, que via de regra favoreceu a sistematização e otimização dos recursos produtivos...
Ora, com mais condições sanitárias, mais tempo de descanso a produtividade só aumentava...
A normatização do trabalho feminino, e a proibição da exploração de mão-de-obra infantil permitiu um equilíbrio dos núcleos familiares, incorporação de jovens a rede de ensino para a formação da base intelectual e laboral futuras...
Com a universalização e publicização do atendimento de saúde e educação houve uma desoneração do capital, sobre o qual pesavam essas atribuições no início da Revolução Industrial...
Em suma, a sindicalização e as conquistas trabalhistas incrementaram a eficiência capitalista....

No Brasil, essa incorporação obedeceu a regras específicas, dado o atraso na superação das etapas capitalistas, e manteve, em certa medida, laços da dominação escravista no meio rural e forte repressão aos movimentos urbanos de trabalhadores ainda incipientes...

Não seria errado afirmar que países mais produtivos e hegemônicos na cena mundial são aqueles onde os trabalhadores mais se organizaram e mais reivindicaram a legislação de regras do sistema produtivo...

Nossas elites, ao contrário, querem nos fazer crer que movimentos reinvindicatórios são nefastos ao progresso capitalista...não são...Onde a carga horária, os direitos e as indenizações "protegeram" o trabalho frente ao capital, houve uma ampliação de mercado de consumo, e expansão econômica independente, sem submissão a humores externos...As potências capitalistas crescem de dentro para fora, e não ao contrário....

Após séculos onde a dicotomia explorador e explorado permanece, sob novas roupagens, o mercado de trabalho experimenta um retorno a sua valorização com a derrocada das teses neoliberais...

Empresas que antes exigiam toda sorte de especialização e multifuncionalidade, jogando o ônus da atualização sobre a grande massa de trabalhadores excedentes, agora formam e capacitam sua mão-de-obra dentro de suas sedes e às suas próprias custas...

Os ideologistas do mercado escondem a simples questão de oferta e demanda de postos de trabalho sob o manto da incapacidade, pois assim escondem um fato: não há empregos por causa de opções de políticas econômicas de desregulação e financeirização dos sistemas produtivos, e não por leniência, burrice ou preguiça dos trabalhadores....

Agora, diante da necessidade, curvam-se ao desequilíbrio na oferta de mão-de-obra e agregam todos os trabalhadores disponíveis, treinados ou não....

Hoje, a crise do mercado financeiro (crise subprime) demonstrou que riqueza por si própria não gera bem estar...e esse bem estar é curto e concentrado...
A economia real, o trabalho e o capital são indispensáveis como reguladores da atividade econômica...
Ambientes financeiros virtuais nunca substituirão a necessidade de transformação de recursos em bens e serviços...parece óbvio, mas há cerca de cinco anos essa assertiva era uma blasfêmia passível de "morte" no altar do deus-mercado...

Após longos anos, o trabalhador e o trabalho voltam a ser protagonistas...
Com o ocaso das "roletas" dos "cassinos" das bolsas, o mundo volta-se para a "velha" forma de fazer dinheiro: a produção...salário...mercado consumidor...produção...

Feliz Dia do Trabalhador, para todos os trabalhadores, remunerados ou não...!

8 comentários:

Tetê disse...

Xacal,
bom feriado
!

Anônimo disse...

Xacal, mudando de comentário, o que o você tem a comentar sobre o bar da pelinca do filho da prefeita e da nova bomba da cidade que é sobre os 4 irmãos da mac center que estão envolvido com esquemas na prefeitura e com pessoas muito importantes? porque você não comentou nada ainda sobre o segundo tema?

Xacal disse...

obrigado, tetê...

Anônimo disse...

Xacal sobre este comentário, Igor Patrão é um vagabundo baba ovo e laranja de uma cambada de ladroes safados de Campos dos Goytacazes… ate roubo de carro ele ja se meteu… ele é manipulado pelos irmãos da mak center, tiago, vinicius e os irmaos gemeos mais feios do planeta terra… kd a policia que nao coloca esses pilantras na cadeia?

Anônimo disse...

Só vivia tirando onda de BMW que comprou com o dinheiro que os irmãos (safados) pereiras da Mack Center te davam com os seus rombos em licitações, shows que não foram feitos e superfaturamentos na na prefeitura de Campos dos Goytacazes e prefeituras vizinhas, é amigo tambem dos irmãos traficantes nenem e angu,atuando como laranja desses irmãos pilantras e sem excrúpulos…carro este (uma das BMW)que está registrada no nome dá avó dele…pois na verdade ele tem dois carros desta marca…pq até nisso ele é safado e envolve a avó nos esquemas…tem q prender esses sefados que se chamam Igor Patrão e “fernandinho”.

felixmanhaes disse...

Parabéns, Xacal, excelente texto.

Anônimo disse...

SE FOSSEM POBRES ESTARIAM PRESOS! IMPUNIDADE… SÃO TODOS SAFADOS E LADRÕES, IGOR LARANJÃO DOS IRMÃOS Q INCLUSIVE FOI PEGO A 2 SEMANAS COM UMA ARMA CALIBRE 12 NO SEU CARRO E LOGO LIBERADO POR SUBORNAR OS POLICIAIS. O IGOR ESTAVA MORANDO EM VITÓRIA CORRIDO DE CAMPOS DEPOIS DE DESCOBRIREM UM ROUBO NA PREFEITURA FEITA PELOS MAC CENTER EM MAIS DE 3 MILHOES NOS QUAIS FORAM DIVIDIDOS E A EMPRESA DE IGOR FOI A RECEBIDA, A NOTÍCIA SE ESPALHOU E ELE FOI MORAR EM VITÓRIA EM APARTAMENTO DE LUXO E CHEIO DE CARROS EM NOME DE OUTRAS PESSOAS PARA LAVAR O DINHEIRO. OS CABEÇÕES SÃO OS MAK CENTER

Anônimo disse...

Cambada de safados e sem vergonha.
Toda essa impunidade não pode continuar.
É preciso que algo urgente seja feito para que esses ladrões parem na cadeia..
Aqui em campos dos goitacazes todos conhecem a fama dos MAK CENTER, é uma família de ladrões, e esse Igor Patrão é o famoso LARANJÃO da família.
Pai e filhos, uma quadrilha. O pai trata os filhos como se ele fosse o general da quadrilha… regime militar msm.. e não é brincadeira, quem os conhece pode confirmar essa informação.
Tudo andando de carro importado (toyota, bmw, audi, etc..), comprado com o dinheiro público..
Dinheiro que poderia ser investido na educação e saúde da população.
É incrivel como a lei da privilégios para quem tem dinheiro.
Estranho é que vivemos em um país democrático, e perante a lei deveriamos ser todos iguais.
Mas não funciona assim.
Se fosse um pobre que tivesse roubado um litro de leite p/ o filho, passaria pelo menos 1 ano na cadeia..
Agora vem um malandro dizendo que esse roubo não passou de uma brincadeira?? por acaso eles estavam pensando em devolver as peças que foram roubadas??
Tiro o meu chapéu para o delegado de vitória, que com pulso firme e determinação, parou um caminhão na frente do ap deles, e mandou recolher todos os bens que estavam no AP,inclusive uma bmw que estava na garagem, para que fosse verificado a procedencia dos mesmos.
Tinham que fazer isso aqui em campos com as empresas ligadas a prefeitura na adminstração anterior. Não seria surpresa p/ ninguem daqui, mas p/ o brasil seria mais uma bomba..