quarta-feira, 20 de maio de 2009

Jogada ensaiada...

Bom, para quem leu noss post, Algemas e reboques, e a visão da elite sobre a vida em sociedade, e outros chororôs...... percebeu que a folha de embrulhar peixe podre arquitetava atacar a disciplinação do trânsito local, com a atividade de reboque de veículos em situação irregular(estacionamento proibido,por exemplo)...

A redação da TrOLha resolveu apurar, e recebeu informação que o empreendimento, uma concessão do setor público a um empresário local, que já atua há anos so setor de resgate e reboque, tem a supervisão do Ministério Público local, e atua sob a forma de Termo de Ajustamento de Conduta...É claro que isso, por si só,não garante que tudo irá às mil maravilhas...

No entanto, hoje à tarde,soubemos por um informante que o depósito havia sido "invadido" por uma pessoa que teve seu carro guinchado...

Qual não foi a surpresa quando uma delas é justamente o bob barbye, isso mesmo, um dos caolhos da cidade, jornalista de coleira do telhado de vidro, e atual menino-de-recados da folha de embrulhar peixe podre...

Pois sim, com o desfecho triste e vergonhoso, agora ficou claro em nome de quais interesses se movimentava o hebdomadário...Todos os envolvidos(um fotógrafo e o ex-secretário)espondem agora por invasão de domicílio, artigo 150 do Código Penal, qualificado pelo concurso de agentes(dois ou mais invasores)...


Agora vejam só se o diabo não mora nos detalhes...

O furioso cidadão que armou esse "barraco", que ainda contou com o apoio luxuoso da folha de embrulhar peixe podre para "cafetinar" seus interesses, nada confessáveis, em burlar normas e procedimentos, alegou que não poderia ir a cidade de Cachoeiro de Itapemerim para buscar um documento relacionado ao veículo apreendido, e que apresentaria uma cópia extraída pela internet, o que não é aceito, de acordo com as normas estabelecidas e acordadas com o MPE...

Ora, ora, ora...Será que o carro do ex-secretário, emplacado no ES não estaria dentre os casos de evasão fiscal e falsidade ideológica(declarar endereço falso), para pagar menos imposto(IPVA)...?

Se ele emplacou o veículo por lá, não deveria ter dificuldades em retirar o documento na cidade onde alegou morar(Cachoeiro do Itapemerim/ES)para licenciar seu automóvel...Ou a dificuladade é por que ele, na verdade, não morou e nunca morou lá...?

Bom,pode ser que não, e o indignado cidadão poderá apresentar seu comprovante de residência na cidade capixaba...O problema é que esse endereço pode ser, coincidentemente, o de outras 500 pessoas, uma vez que esse é o expediente de despachantes, que alugam imovéis, e "emprestam" essa referência obrigatória a vários clientes, ávidos por tungar o Estado do Rio de Janeiro em milhões de reais em impostos...

Com isso, cria-se em círculo maldito e vicioso...Quanto menos "emplacamentos" no Rio, mais caro fica o imposto, e mais pesssoas "fogem", e por aí vai...

Se comprovadas essas suspeitas, teríamos um ex-agente público, que deveria ter a obrigação de carrear recursos ao cofres públicos(parte do IPVA vem para o município), desviar suas obrigações tributárias em proveito próprio...

Bom, assistamos de camarote o desenrolar dessa história lamentável, onde restou a um jornal que se diz sério, entrar como patrocinador dos "pitis" de quem não suporta ser alcançado pela Lei...

Essa é a cena de Campos dos G....Lamentável...

13 comentários:

Nelsinho Cahim Bavieira Clube disse...

Gentchen!!! é com profundo pesar que divulgamos mais uma baixa no seleto grupo de admiradores do notável de puta do Uílsson Kabrau.
Caiu pra 19.
Quem será que pulou fora, será que alguêm que fora exonerado??? afinal só tem parente mesmo.
Tb pra guentar essa bronca de ser fã desse beócio incompetente chega a ser um sacerdócio merecedor de pelo menos um DAS ou mesmo uma vaguinha cruzada na Fenorte com direito a salário duplo ( parece até promoção da Tele Sena ).

SIdney Magal Cagal disse...

Isso aí, vamos entrar nos planos de Garotinho senão tamos fudidos, olha como ele esculacha o CDL, só pq levantaram a hipótese de um de seus participantes pleitear a vaga da(o) prefeita(o) como podemos com alguêm tão poderoso?
È Melhor se render Xacal!


Choro (1)
Causou estranheza a muitos na cidade e principalmente aqueles que acompanham de perto a agenda da Prefeita, a nota da CDL cobrando ações na área do desenvolvimento econômico, Campos nunca atuou de forma tão efetiva e pontual nesta área.

Choro (2)
A nota deixa certo ar de dor de cotovelo de alguns preteridos. Por falar nisso, a estratégia de minar as bases e preservar o topo, não funciona numa estrutura profissional, liderada por quem tem experiência. Melhor seria, na verdade, alinhavar entendimento.
Choro (3)
Falar em coragem, parece ter faltado clareza na nota da Câmara dos Dirigentes Lojistas, quando ela não pontua suas reivindicações pertinentes a classe, nem a real participação do atual governo em ações promovidas pela CDL. Mas, obviamente, gera polêmica
Choro (4)
Se o intuito era provocar baixas na base do governo não colou. O secretariado saiu fortalecido. Já a base da CDL teve uma perda: o ex presidente da entidade, Marcelo Mérida, teria solicitado sua substituição como representante de sua empresa junto a CDL.

George Gomes Coutinho disse...

Xacal,

A despeito de nossas críticas, concordando integralmente com você, as medidas disciplinares no trânsito local são absolutamente necessárias!

O trânsito é espaço da barbárie nesssa cidade!!!! O desrespeito cotidiano às regras é flagrante, usualmente efetuada por uma classe média tão deselegante quando truculenta, onde os sinais de trânsito são ignorados...

Qualquer beócio pode consultar os hospitais de Campos e fazer continhas das mais simples para detectar o alto nível de violência no trânsito local...

O uso do espaço público como se bem privado fosse se apresenta na prática, também, estacionando-se onde é proibido, fazendo-se um uso particularista, egocêntrico, daquilo que é de todos. Mesmo que nossa gramática moral continue acreditando, como possivelmente este jornalistazinho de meia pataca, que o espaço público não seja de ninguém.

Enfim... por tudo isso, acredito piamente que o governo, neste campo, na prática de rebocar os carros está sendo é brando! E mais uma vez a "Folha da Manhã" aprofunda-se nos águas abissais da ausência profunda de qualquer traço de legitimidade, ao apresentar-se como a voz de interesses tão mesquinhos, danosos e excusos.

Neste momento, e neste caso particular, a "Folha" apresenta-se como a porta-voz e defensora da barbárie. E não o contrário, justamente negando qualquer papel iluminista e racional que a profissão do jornalista deva à sociedade.

Abçs

George

Anônimo disse...

Vejam só!
Uma puta nota como essa e uma cambada de babacas e ignorantes falando de outra coisa!
Não é a toa que essa cidade é cheia de caolhos.
Não sou seu fã, Xacal, mas gostei da postagem.
Até quando jornalistas inescrupulosos irão achar que são deuses para fazerem o que desejam e não serem coibidos de suas responsabilidades?
Jornalista que se preza, tem de dar o exemplo!
Eles, não fizeram e não cumpriram a parte que lhes cabia. Agora fica a pergunta: qual o direito deles de questionar alguma coisa de outrem, se eles possuem os pés sujos....?

Axl disse...

Impressionante,


Não bastasse tais pessoas se considerarem acima da lei, ainda dão recibo disso nas páginas do Jornal!

Segue um trecho:
"Ele acrescentou que entre as arbitrariedades que estariam sendo praticadas pelo depósito está a exigência de documentos originais dos veículos, muitas vezes cadastrados em outros estados. "Isso demanda tempo e, até o proprietário chegar com a documentação retirada nos estados de origem, as taxas cobradas são um absurdo", disse.
Roberto Barbosa, que teve a sua caminhonete apreendida na última sexta-feira, por ter estacionado na avenida 15 de Novembro, disse que é vítima de perseguição política. "No local, todos os dias vemos carros estacionados e não existe sinalização proibindo. Paguei a multa, mas não o liberaram. Sempre exigem um documento a mais. Até os guardas municipais me alertaram outro dia de que não vão liberar o veículo", comentou."

http://www.fmanha.com.br/#1219359808


Fala sério! O sujeito não tem os documentos do próprio carro, pq os originais estão no ES!? Putz...

Anônimo disse...

Esse R.B. é um fanfarrão, se o carro dele é emplacado no ES, MG, SP, danê-se!!!
Ele é o responsável por isto, resolva.
O depósito não pode se adequar a necessidades individuais.

Amaro disse...

Xacal

Em tese concordo com o teor do seu postado. Ele seria perfeito se nós vivêssemos em um país, estado e município em que o peso da lei fosse igual para todos, sem distinção de cor, classe social, posição política, etc., porém infelizmente não é isso que acontece.
Eu presenciei, há alguns dias a ação desse reboque na área da Pelinca, em que alguns carros eram rebocados e outros deixados para trás, não sei com que critério era escolhido os “rebocáveis”, já que todos eles estavam estacionados de forma irregular, mas observei que pelo menos dois deles pertenciam a órgãos públicos (placa branca), inclusive um deles trazia a identificação de um órgão municipal ligado ao transito. Portanto a meu ver o rigor da lei é somente para alguns.
Agora quanto a essa questão do IPVA, é uma questão que merece ser mais bem discutida, concordo com a sua visão legalista, porém necessitamos de maiores explicações, do porque, dessa diferença de valores entre um estado e outro. A sua justificativa de quanto menos carros pagando o IPVA maior o valor não é verdadeira. A alíquota é estabelecida em lei, independente da arrecadação. A alíquota do IPVA no Espírito Santo é metade da do Rio de Janeiro. O IPVA do meu carro, por exemplo, que é emplacado em Campos e é um carro básico, é do mesmo valor de um carro de luxo emplacado no Espírito Santo. Portanto antes de encararmos essa questão como sonegação fiscal, devemos questionar o estado e o município quanto a essa extorsão (já que uma outra unidade da federação estabelece uma alíquota bem menor) e como e onde os recursos oriundos desse imposto estão sendo utilizados. Não esquecendo que as principais rodovias do estado estão privatizadas e as que não estão encontram-se em péssimo estado de conservação, além das ruas do município permanecerem esburacadas.
Agora quanto ao seu “amigo” bob barbye, tem muito mais coisas para explicar e muito mais sérias.

Anônimo disse...

A arrecadacao do IPVA nao tem que ser investida em estradas e transito. Isso eh um conceito errado que muitas pessoas tem.

Xacal disse...

Caro comentarista das 09:30,

Concordo com você...E inclusive já mencionamos isso aqui...

A natureza jurídica de Imposto não relaciona o fato gerador da obrigação,nesse caso a propriedade de veículos,a uma suposta "contraprestação estatal", como é o caso das taxas...

Ou seja,imposto vai para o caixa único do Estado,financiar TODA a sua atividade meio e fim...

Assim como o IPTU não gera a "obrigação específica do município" de melhorar a condição dessa ou daquela rua, ou incrementar as ferramentas públicas relacionadas a bens imóveis, o IPVA não é para satisfazer apenas as demandas dos condutores e proprietários de veículos...

O problema é que no Brasil essa conotação patrimonialista do tributo, reflete uma lógica muito utilizada por nós, de estender nossa noção de propriedade privada, e das nossas demandas privadas, a esfera pública, nos apropriando daquilo que é de todos...Ou seja, só pago imposto se tiver a "garantia" de que ele, imediatamente, reverta em meu benefício...

Um abraço...

Tramem disse...

Ah gente que crueldade... ele o Bob nãO era secretário de macabro, macabro num tem casinha em guarapari? vai ver dividiu um pedacinho e ele fez um pixadinho lá no ES, ora essa. hehehheeh

Anônimo disse...

Não seria o caso de federalizar o IPVA?

Anônimo disse...

é muito engraçado ver a folha da mentira, pregadora da legalidade, corroborar agora com uma ilegalidade praticada por seus filhos pródigos. ps: para não dizer que tem cartas marcadas, presenciei a dita operação retirando carros sobre a calçada do LAVIERA!!!!

Tetê disse...

Mr. X, ou seria Mr. Cafa??


Por falta de originalidade, fiz uma cópia e deixo aqui pra vc!


"Ele anda pelas ruas com ar um tanto sóbrio, humor seco e atitudes automáticas.

Aprendeu a brindar à vida com qualquer variedade de vinho, mas acompanhado de seletos amigos.

Pensa e respira com sensores de monitoramento, o máximo em vigilância emocional!

Transformou seus problemas e conflitos em pastilhas de menta, somadas, não ocupariam nem metade de uma latinha.

Resolveu apelidar tudo isso de lifestyle, tão singelo e sofisticado quanto o seu Ray-Ban.

Metade de sua vida foi sonho, a outra metade foi pesadelo.

Não soube informar simetria, foram anos muito confusos, precisaria de muito tempo para emitir um relatório a respeito.

Agora ele imagina o improvável a olhos incrédulos, mesmo que o dia seja de clima estranho e cinzento.

Sabe se portar à mesa, não pelos outros, mas por si.

Aprendeu a valorizar sua imagem no espelho, ainda que alguma acne arteira resolva brincar em seu rosto.

Sua filosofia preferida é a do "menos é mais".

Todos o admiram pela autenticidade e paz de espírito.

Está próximo dos 40, mas sorri como um garoto de 18.

Querem conhecê-lo, fazer amizade, saber ao menos seu msn.

Descobriu lugares, coisas.. Criou um jeito de ser só seu!

Deixaram que fugisse, depois de tentar sugar sua alma.

Criaram obstáculos, espalharam pregos, torceram o nariz.

Quiseram detê-lo, codificá-lo, mas não conheciam sua força.

Investigaram seu passado, condenaram seu presente, nada adiantou!

Pediram sua identidade..

Seu nome?
Eu Não Me Importo..."

__http://manooster.blogspot.com/