sexta-feira, 29 de maio de 2009

O governo dos mil patetas, muita maldade, e nenhuma eficiência...

Eis que nossos informantes na sede do governo dos mil patetas continuam a nos fornecer "munição"...

Lógico que na TROLha todos nós sabemos, que esse "vazamento" se presta a minar adversários na luta pela hegemonia no governo, a partir do domínio de seus setores estratégicos...

Mas a informação nos revela o modus operandi dos patetas da lapa, e desnuda os motivos, além da incompetência "endêmica e genética", propriamente dita, que levam essa cidade parecer uma grande cabeça-de-burro, enterrada na lama da planície...

Por isso, mesmo que saibamos que tais "torpedos" são "fogo amigo", nada descrendencia e retira relevância dos seus conteúdos explosivos...

Dito isso, vamos a mais um exemplo de como funcionam(?)as intrigas palacianas que imobilizam a administração local, e mobilizam a nós, a oposição...

Na secretaria de ação social, aquela mesma que tem a responsabilidade de executar as políticas públicas de assistência social, corre pelos corredores a notícia de que uma guerra particular é travada entre a titular da pasta, Joilza, e sua subsecretária, que vem a ser esposa do vereador papinha...

Consta que Joilza é da cota de Kelinho, e nessa condição, esvazia como pode o trabalho da subsecretária, que estaria a "pão e água", o que teria remetido a esposa do papinha a Idade da Pedra Lascada, sem computador, ou sequer uma máquina de escrever...

Longe de entrarmos no mérito dessas disputas, ou assumir a defesa de qualquer um dos lados, até porque, em nossa modesta opinião, eles se merecem,  fica evidente a falta de liderança e articulação da prefeita-marionete e seus auxiliares mais próximos, em "enquadrar" as "diferenças", a fim  de que se cumpram os seus objetivos(se é que eles tem algum, além de eleger o napoleão da lapa)...

A imagem que nos vem é um barco com vários ocupantes, cada qual com remando para um lado diferente...


Um comentário:

Anônimo disse...

Na verdade, esta é uma prática que o Napoleão da Lapa, aprendeu lendo O Príncipe, de Maquiavelli, e sempre tem o cuidado de praticar , deixando o orgulho cuidar do resto,. Então é assim. "Dividir para Reinar.È isso.