segunda-feira, 25 de maio de 2009

Para embrulhar peixe...

Leia o comentário do nosso colaborador/leitor e blogueiro, Fabiano Seixas, o Sepé...Vale a conferida...


Blogger Fabiano Seixas disse...

Dá uma olhada neste link:

http://tvuol.uol.com.br/permalink/?view/id=jornais-impressos-ainda-servem-para-embrulhar-peixes-0402396EC0B12346/user=1575mnadmj5c/date=2009-05-25&&list/type=tags/tags=3501/edFilter=all/

25 de Maio de 2009 15:19

5 comentários:

Avassaladora disse...

Xacal, e vc vendendo seu peixe...rs


Moço vc me deixou emocionada...

Sim, a gente se emociona fácil, fácil...rs

Basta uma palavra carinhosa, uma atenção, e a gente se derrete toda...rsrsrs


Adorei o "colo virtual"... E já me sinto aconchegada nele...rsrsrs

Com cafuné ou sem cafune?

....rsrsrs

Obrigada! Me encantou...

Beijos avassaladores!

Xacal disse...

Ave, Ava...

sempre com cafuné...

Anônimo disse...

Poxa, pena que os jornais são doados... Se tivessem um custo, eu compraria essas porcarias daqui e exportava p/ eles e seria um bom negócio, bem rentável por sinal e de acordo com a cotação do dólar iria render uma grana... Já pensou?!

Anônimo disse...

Caro Xacal,
Primeiramente parabéns pelo seu blog. Seus textos são muito bons e bem criativos, apresentando sempre um outro ângulo de visão que nem sempre a maioria consegue enxergar.
Mas o que me faz escrever hoje em seu blog, é minha preocupação quanto aos caminhos que vem tomando o Procon de nossa cidade. Aproveitando o seu conhecimento (que já notei em alguns textos) sobre direito, cidadania, Poder Judiciário e instituição vinculadas a este, proponho, se fosse possível, que escrevesse algumas linhas sobre nosso Procon.
O Secretário anterior transformou o Procon de Campos em uma referência no Brasil (digo isso, sem qualquer vínculo partidário, mas por consultas que fiz, pois já morei em outras cidades, inclusive no Rio de Janeiro e até lá falam isso). Ele tinha grande conhecimento sobre o assunto e até onde fiquei sabendo, montou uma equipe técnica para trabalhar.
Mas o que vemos hoje é a destruição desta instituição pública. A atual secretária, além de ser uma grande empresária e de não conhecer nada sobre direito do consumidor, nomeou vários parentes e cabos eleitorais. Muitas são as reclamações dos consumidores que estão buscando o Procon, falam em desorganização, em pessoas desqualificadas trabalhando e até zombam das inimagináveis respostas que a secretária diz nas entrevistas de rádio e televisão.
Acho que o Procon (pode me corrigir se eu estiver errado)é uma instituição de grande importância, além de impedir que muitos casos sejam levados para o Poder Judiciário, trabalha com a cidadania, ensina as pessoas a consumir de forma responsável, ensina as pessoas a saber quais são seus direitos e deveres.
Por isso, proponho que escreva alguma coisa sobre nosso Procon, que é tão importante para nossa cidade.

Xacal disse...

comentarista, minha rasa opinião está em um post "fresquinho", de hoje:dos procons, defesa do consumidor e outras aberrações tupinambás...

é baseado nesses "palpites" que justifico o que você denuncia estar acontecendo com o PROCON como um vício de ORIGEM, e não apenas um defeito de "trajetória"...

um abraço, e obrigado por propor o debate...