segunda-feira, 15 de junho de 2009

Deu Lakers...



Por 99 pontos a 86, em plena casa do adversários, a Amway Arena de Orlando, os Los Angeles Lakers de kobe Bryant, Pau Gasol & Cia., venceram os Orlando Magics...

Por 4 jogos a 1, encerrram-se as finais entre os campeões da conferência oeste(Lakers) e da leste(Magics), com uma atuação de gala dos jogadores comandados pelo lendário Phil Jackson, recordista em títulos da NBA(North-american Basketball Association), agora com dez vitórias...

Os Lakers somam, por sua vez, 15 títulos, apenas superados pelos Boston Celtics...

Ficha técnica:

ORLANDO MAGIC, 86 - LOS ANGELES LAKERS, 99

Orlando: Alston (12), Lee (12), Turkoglu (12), Lewis (18), Howard (11) -equipe inicial-; Pietrus (4), Nelson (5), Battie (0), Gortat (4) y Redick (8).

Lakers: Fisher (13), Bryant (30), Ariza (15), Gasol (14), Bynum (6) -equipe inicial-; Odom (17), Walton (2), Farmar (2) y Vujacic (0).

Amway Arena de Orlando. 17.461 espectadores.(Fonte: El País)



3 comentários:

Anônimo disse...

Você poderia divulgar também (ou apenas) o NBB (Novo Basquete Brasileiro), já que, pelas frequentes postagens, parece se interessar pelo esporte.
O Basquete nacional vive uma nova fase e nós brasileiros que amamos o esporte, principalmente quando encontramos algum espaço na mídia, devemos divulgá-lo.
O esporte e a cultura estadudinense já tem espaços demais no PIG para serem difundidos, ao contrário da nossa. Por isso, você poderia contribuir mais com o nosso povo ao divulgar o nosso basquete.
OBS: O Flamento está a uma vitória do título do NBB.

Xacal disse...

eu até gostaria, mas esse nome horroroso novo basquete brasil parece com aquele negócio do nova escola e nova polícia do governador napoleão da lapa...

conceitualmente, é um desrespeito ao que os atletas do basquete "antigo" deram ao esporte, como se pudesse existir dois basquetes...

foi uma questão conceitual a opção por não divulgar...

aqui meu caro, nada é à toa...nada acontece por acaso...concordem os leitores ou não...!

Anônimo disse...

O nome sem dúvida é horroroso, tenta de alguma forma associar o nosso basquete, ao basquete dos EUA. Isso não seria necessário, pois temos tradição suficiente para levantarmos nossa própria bandeira. Mas é inegável que estamos assistindo uma nova fase do basquete nacional, com mais patrocínio, inclusive do governo federal, e mais profissionalismo dos clubes. Não entendo que exista uma divisão entre "o novo basquete" e o "basquete antigo", apenas, como disse, uma nova fase. Nese sentido, o apoio e o estímolo daqueles que se interessam pelo esporte é primordial para alavancarmos de vez e transformarmos em um esporte de primeiro plano, entenrrando de vez aqueles que nos caracterizam como "sub-esporte".