domingo, 7 de junho de 2009

O rei está nu, só e quebrado...

Durante anos, e anos, a boa sociedade das plagas planas suportou, adulou e odiou o diretor da Faculdade Direito de Campos...

Para os que ousavam se opor, a mesma receita de qualquer déspota esclarecido, e no caso do ex-promotor público, ainda restava o requinte de sua experiência administrativa ter sido alimentada como diretor de presídio...

Em sua visão tosca e míope da sociedade, escola e presídio eram prolongamentos de um sistema de controle social que deviam ser conduzidos sob o estalar de chicotes...Ninguém era poupado, nem sua esposa, filhos e auxiliares mais próximos, todos tratados aos solavancos e mudanças bruscas de humores...Serviam, assim, ao personagem do tirano-justo, como forma de demonstrar que ninguém escapava a sua ira, muito menos os seus...

Para os bajuladores, os favores, para os opositores, os dissabores...

Mas eis que o déspota guardava para si, e proclamava aos quatro ventos, uma imagem de eficiência administrativa, que justificava seus despautérios e deselegâncias...

Ruiu a última cidadela do ditador levi...É o triste fim do quaresma...

Assediado por uma concorrência que expandiu a oferta dos cursos de Direito, o ex-promotor e chefe de cadeia, teve que expandir sua Instiuição para atrair os filhos da classe média, que ainda viam naquela casa, a possibilidade do canudo com carimbo do status quo vigente, afinal, boa parte da "elite" do Judiciário, Polícias e operadores de Direito, saíram daquela Faculdade...

Bancado por uma "ajuda generosa" das escandalosas subvenções oficiais, que atendiam pelo nome de bolsas de estudo, o déspota acelerou e se alimentou de possibilidades artificiais de saúde financeira...

Seca a fonte, ou pelo menos, diminuída seu fluxo torrencial, eis que a bancarrota bate à porta...

No entanto, a despeito de merecer cada segundo de sua derrocada, cabe dizer que boa parte dos que, hoje, o atacam, foram de uma forma ou de outra, seus cúmplices: pela concordância ou pela omissão...

Resta-nos dizer:

FoDam-Ce...

14 comentários:

Anônimo disse...

Esse assunto demorou pra chegar aqui..., já q chegou lá vai: os salários de professores e de todos os demais estão atrasados. O Sr. bem disse q ele é um tirano, o fato é q sempre tratou todos com total esculacho. Vale dizer tb q os salários pagos ao pessoal administrativo são incompatíveis com os do mercado.

Anônimo disse...

Os alunos e a população de Campos dos Goytacazes não merecem que a FDC seja enxovalhada por quem está dentro e por quem está fora.

Axl disse...

è verdade, o Rei está Nú...

Mas a "Leviandade" (duplo sentido, please) não decaiu apenas pela falta repasse de recursos. A adminstração perdulária e "leviana" (bis)se amparava em seu vice, Farah. Entretanto, quando este deixou de ser fiel escudeiro do Rei, e, o Farah saiu sem que nada mais pudesse ser feito.

Anônimo disse...

Muito bom atacar olhar para uma foto e não olhar para o album, Dr. Levi faz parte de uma estirpe de pessoas que não conseguem olhar para a foto sem buscar uma solução para que mude a próxima para melhor, ressurgiu muitas vezes das cinzas, fez uma pequena faculdade do interior se tornar reconhecida nacionalmente e sair de 100 alunos ano, para, salvo engano, 5x mais, bom isso não é louvável, o que é a foto atual que mostra o quadro de crise atingindo várias instituições de ensino superior particular, o que não é o caso, nossa FDC, como ele diz com orgulho, é sem fins lucrativos, basta ler os jornais, devemos criticar sim, pois faz parte da democracia, mas sobretudo reconhecer as características de um empreendedor nato que fez coisas incríveis num pouco período, deixando sua marca na história da cidade, tendo suas indiossincrasias pessoais , que todos temos, só que quem é público as tem na primeira página, os outros atrás de pseudônimos,etc, deixo aqui minha gratidão como campista e reconhecedor de um trabalho digno de virar "nome de avenida" que deixa Dr. Levi para nossa cidade via FDC. Critiquem mesmo, pois nenhuma delas durante todos estes anos parou o "trator" e trabalhador com amor incansável, contra tudo e contra todos, pela FDC e agora as suas co-irmães, que ajudou com dinheiro estes anos todos sem cobrar nada, não precisa financeiramente de dinheiro tem seus rendimentos, nenhuma auditoria nunca encontrou nada, apenas reconhecimento de um trabalho incrível a serviço da municipalidade, faço esta declaração por ser Campista de nascimento e de poder ver com muito orgulho um aprendiz de artífice, formado também na FDC ser diretor e mudar toda a história de uma faculdade do interior para sempre.Não deixo meu nome, por que já ví o que o senhor faz com aqueles que te contrariam, sem nenhum respeito ou consideração, apenas um massacre escrito sem limites das palavras encontradas em dicionário, para ferir e alimentar suas verdades, não sei se será publicado, será que há democracia neste blog ? Ou é somente para destilar suas letras ? leio seu blog , gosto, mas em alguns momentos passa a linha que os americanos chamam de "board-line" que separa do sensato, aceitável, humano, para ..., Dr. Levi saíra desta com uma grandeza só digna dos nomes que ilustram a nossa história, ele estará no futuro sendo homenageado por várias instituições e pessoas como impar, e único, como muito poucos de nossa cidade, que nem eu nem o senhor seremos, pois somos comuns, resta a frase máxima destas horas "os cães ladram e a caravana passa."

Xacal disse...

Caro comentarista, como diria o chico picadinho, vamos por partes:

1-quantidade não é qualidade...todos sabemos que a expansão dos cursos de direito nada tem a ver com necessidade ou melhoria do aprendizado...muito pelo contrário, as instituições se tornaram um balcão de negócios, onde o ensino era pasteurizado e embalado de acordo com o gosto(e o bolsso) de freguês...

2-Instituições como a FDC já tiveram seus dias de glória, e a julgar pela debandada dos bons mestres, e da péssima atuação dos seus formandos em provas da oab e na militância jurídica, podemos concluir que a propalada proeficiência acadêmica foi para o ralo...

3-É bem verdade que as instituições de ensino privado, em geral, passam por dificuldades, mas veja você que a fdc viveu, artificialmente às expensas do escandalosos programa de bolsas, onde sem critério algum, e com notícias de apadrinhamento explícitos, o dinheiro público era para lá transferido, ao arrepio da lei, que ironicamente, deveria ser respeitada, em primeiro lugar, em uma escola de ensino do Direito...

4-Foi, talvez essa opulência as custas da pmcg, e do tellhado de vidro(lembre-se que o coordenador das bolsas ficou um ano preso, aproximadamente)que fez boa parte da expansão da fdc, que agora não tem como viver por sua conta...

5-Creia, caro comentarista, que nenhum tipo de despotismo e tirania justifica acertos administrativos, e parece estranho que você questione a democracia desse espaço, quando faz apologia a um déspota...

6-Mais grave, é o fato de que o déspota seja o responsável, pela (de)formação dos futuros operadores do Direito, em uma sociedade democrática...

7-Quanto ao amor, lembre-se que muita gente já disse ter "matado por amor", então...

8-De resto, fica a sugestão ao Ministério Público, a Polícia, e do MEC para uma rápida olhada nas contas da fdc, e na prestação de contas do famoso programa "a bolsa ou a vida", que assaltou nosso bolso, dos contribuintes...

Um abraço, e participe mais vezes, pois aqui, embora sejamos veementes, e até exagerados, lutamos até a morte pelo seu direito a expressar seu ponto de vista...Muito diferente do seu ídolo...o déspota leviano...

Anônimo disse...

Levi é um verme!

Anônimo disse...

Desculpe-me Xacal, ir contra ao seu comentário não é muito a minha praia. Acho vc muito inteligente, irreverente,ácido algumas vezes mas, doce na essência. Discordo em parte com essa análise com relação ao Dr. Levi.Ele , com todo temperamento meio atravessado, é uma pessoa que se dedica muito a Faculdade, cobra dos funcionários trabalho, cuida da questão curricular. O curso de Direito é um dos melhores da cidade.Sou formada por lá e, trabalho na área há 5 anos. Sei porque vivencio com outros colegas oriundos de outras Faculdades e, que têm até hoje dificuldade no entendimento das questões mais corriqueiras no Direito. Talvez, eu possa garantir pra você que, a análise da pessoa de Dr. Levi foi um tanto o quanto desprovida de visão macro de seu profissionalismo.
É, apenas, uma questão de entendimento. Muito grata pela oportunidade de falar aqui. Desculpe-me.

Xacal disse...

cara comentarista,

obrigada por sua opinião, e continue por aqui...

um abraço...

Anônimo disse...

Visito muito o seu blog, como o do Prof. Roberto Moraes,Claudio Andrade , Ricardo André e outros. Gosto de apreciar o entendimento coletivo, a crítica forte, que tantas vezes atinge aos criticados mas, que é bem necessária para um crescimento na argumentação. O criticado, volto a dizer, não permanece o mesmo, após a observação do outro. Sou também apaixonada pelo Jornalismo, profissão em que exerço com fidelidade e que hoje, apesar da circunstância em que atuo me tem ensinado muito, até mais pela observação do que propriamente pelo exercício do Jornalismo( infelizmente não posso externar onde trabalho). O curso de Direito deveria ser suporte em muitas vidas porque a Justiça é "perfeita", os doutos , completamente falhos. Dr. Levi, foi meu professor no Jornalismo e no Direito. Em ambos, pude observar seu academicismo, sua paixão pelo o que faz, sua garra em fazer crescer àquela Faculdade. Obrigada, falei muito.

Anônimo disse...

o anônimo do dia 8,8:58 me fez lembrar ao "falar de foto "...Contam que quando ele è fotografado para matéria ou para a coluna social EXIGE que seja fotografado no ângulo "que seu rosto de Castro Alves`´e mais fotogênico! Dá-lhe Narciso!

Jpaulo disse...

Sou aluno da FDC, e tenho muito orgulho da minha faculdade, posso dizer que o ensino é ótimo. Posso afirmar isso, pois sou oriundo das cadeiras públicas, vim do Rio de Janeiro tranferido da UERJ, e não me arrepend e digo para vocês, a UERJ só tem nome, a FDC dá de 10 a zero na UERJ. Os professores são excelentes, é fato que a faculdade não esta na sua melhor época financeira, mas isso é coisa passageira.Quanto ao diretor, vejo que o mesmo trabalha com muita perfeição pela faculdade, uma vez que é um ex-aluno da faculdade e possui um grande afeto pela mesma.

Xacal disse...

pelamordedeus...cada um tem o ensino que merece...

tudo bem ter orgulho da instituição na qual estuda, aliás, essa é uma forma de autopreservação na seara competitiva, ou seja, falar mal de onde estudou pega mal para o handcup...

a diferença entre o ensino em uma instituição como a fdc e a UERJ, mesmo com todo o sucateamento ao qual ela vem sendo, paulatinamente, submetida é simples:

na fdc você estuda com alguém que lê e interpreta os livros escritos por quem leciona na Uerj...

outro aspecto, já que o jpaulo quis quantificar em números e notas, são as notas conseguidas pela Uerj e pela fdc, desde que se implantou a avaliação nacional de cursos...

se isso não bastar, vejam o número de uerjianos aprovados no exame de ordem, e os efedecistas...

mesmo que o imperador levi insista em transformar os últimos períodos em "gincana" para "treinar" os alunos para o provão e os exames de ordem...

definitivamente, não me cabe discutir a sua concepção de ensino, nem tampouco sua satisfação...

só me resta apresentar os fatos...e contra eles, não há argumentos...

um abraço...

PS: a respeito de suas opiniões sobre o imperador levi, sinceramente, nem cabe discussão...isso não pode ser sério...!

Rafael Almeida disse...

Só para efeito de esclarecimento, postei no comentário acima como ex-aluno da UERJ, estou dizendo isso por que postei o comentário com o login de um amigo, tendo em vista que não possuo login nessa TROLHA.

Anônimo disse...

Esse post, foi, sem dúvida, um dos melhores do blog! Como bem disse o comentarista acima o diretor é mesmo um "TRATOR": passa por cima da dignidade das pessoas que com ele trabalham. Medo e submissão são palavras chaves para integrar o corpo administrativo daquela faculdade. Quanto aos professores, faço uma observação: em cinco anos de faculdade, você esbarra com um ou dois caras que te fazem pensar e acreditar naquilo que escolheu. Fora isso, é um tédio só. Professores atrasados, desatualizados e que, principalmente, não preparam as aulas. Talvez, por acreditarem que os alunos ainda não possuem conhecimento suficiente para perceber e identificar seus deslizes ou suas limitações. Ledo engano. Por fim, querer comparar FDC com UERJ...Conhece os professores de direito de lá, colega? Vai no google e digite o nome do cara entre aspas e você encontrará, no mínimo umas 30 obras publicadas!!!