sábado, 20 de junho de 2009

TroLhaDa do leitor(A)...

Com o advento dos blogs, uma legião de leitores/comentaristas passou a ler a consumir notícia de forma diferente...

Estagnados no tempo, servidores de uma máquina que só concentrou informação ao invés de democratizar o seu acesso(apenas 7%, aproximadamente, da população brasileira lê jornal, por exemplo), nossos jornalistas caíram na armadilha de discutir seus aspectos corporativos, ter ou não ter diploma, e esqueceram-se de enfrentar seus patrões, os barões da mídia, no que realmente importava:

Qualidade da informação, mediação das decisões políticas-empresariais sobre as redações, ética e controle social da comunicação...

Concentraram e reduziram sua combalida mobilização em torno de um tema que não sensibiliza a sociedade(ainda bem..), cansada de ser manipulada por diplomados sem escrúpulos, que nunca se furtaram a seguir à risca o roteiro escrito pelos seus donos...
Os jornalistas de coleira(e diplomados) engoliam e regurgitavam a tese falsa da imparcialidade, como se esquecessem que a decisão de veicular ou não um fato é sempre POLÍTICA...

Uma série de mudanças estruturais e conjunturais transformam, de forma radical, hoje, o setor que mais transformou o mundo no século XX, e no início do XXI, a imprensa...

O tempo de leitor/espectador/ouvinte passivo parece cada vez mais distante, o que não nos impede de enxergar que uma boa parte da população ainda seja refém dos estratagemas dos donos da mídia...

Vejam vocês como o leitor está atento...Isso sim é fortalecer a Democracia, o que, infelizmente, ainda não entenderam os barões da mídia e seus sabujos de coleira...Leiam o e-mail que nos chegou, pela manhã, e tirem vocês suas conclusões...

QUE CONTA É ESSA ?


Folha de embulhar peixe de hoje:

Porto (I)

Já são visíveis e numéricos os reflexos do Complexo do Açu para a economia de São João da Barra. O recolhimento do Imposto Sobre Serviço (ISS), um tributo eminentemente municipal, pulou de R$ 2 milhões, em 2007, para R$ 7 milhões, em 2008, o que significa um aumento de 70%, em média.

Xacal, não seria 250% ?

--
Um abraço,
Baracat

4 comentários:

Herval Junior disse...

Nem de matemática a Folha entende?
Pqp!
Abraços, Xacal!

Anônimo disse...

Jornalismo é uma atividade intelectual, que prescinde de obrigação de formação superior, diz STF

Com a decisão, já tem garoto querendo ser jornalista só para não precisar estudar quando crescer.

Anônimo disse...

Foda também é o "em média"... quantas veze o fenomeno aconteceu para calcularmos uma média?

Anônimo disse...

A questão do cauculo é simples, algebra relacional, onde a relação é sempre a favor do escrevente.