sexta-feira, 31 de julho de 2009

Da série: Contos da TrOlha...Inédito...

Depois da série TrOLha Revival, saiu esse inédito...

O predestinado...

Doutor Fausto, era assim que o chamavam, não tinha concluído sequer o segundo grau...Isso só realçava sua biografia, com a impressão que todos tinham que era um gênio, e que gênios prescindem de escolaridade...Foram anos e anos de trabalho na sua organização, até que atingisse o topo, e pudesse estar ali, naquele pedacinho de Olimpo empresarial, com secretária poliglota, elevador privativo, e enfim, o sonho de todos: a chave do banheiro da diretoria...

A vida imita a arte, e essa última já se incumbiu de simbolizar, em vários filmes, o signo de distinção e status que acarreta o simples fato de dar uma cagada exclusiva, com louça de primeira, espelhos impecáveis e enormes, mármores italianos, secadores de mão, sabonetes líquidos com essência e odores das melhores ervas, e enfim, papel higiênico macio como lençol de seda...

Doutor Fausto sempre imaginara esse momento, desde que assistia aqueles filmes requentados da sessão da tarde, época em que os melhores banheiros que frequentava eram os dos shoppings nos quais começou como "auxiliar de serviços gerais", eufemismo de rh para limpador de privada...

Por isso, sua ida ao banheiro da tarde/noite de todas as sextas-feira, no crepúsculo de mais uma semana de expediente na organização, era um ritual semi-sagrado...
Reservava a melhor parte dos jornais, e ou das revistas para essa leitura...Nenhum texto que lhe provocasse uma concentração inibidora de suas necessidades fisiológicas, mas também nada tão banal que não merecesse a atenção em um momento de tanto sossego e prazer...

Como cada box do banheiro permitia dependurar suas roupas, e mesmo diante de sua quase-mórbida obesidade, o espaço, de tão generoso, permitisse essa manobra, Doutor Fausto aproveitava o encerramento de suas sobrecarregada agenda, e se despia, para melhor cumprir seu ritual...

Era como se ali, naquele espaço, pudesse ser ele mesmo...Sem as máscaras organizacionais que mediam disputas, traições, desvios...Nem em sua casa se sentia assim, pois lá também encenava um papel, mesmo que o roteiro não fosse tão árido...

No banheiro dos diretores de sua organização encerrava-se sua trajetória de poder, com exclusividade, privacidade, naturalidade...Onde mais poderia se sentir tão acima dos outros que ocupavam os andares, e banheiros destinados a contingentes enormes....?

Inacessível, a não ser para poucos, mantinha ali naquele toillete mais distância de todos que aprendera a desprezar...Como afirmação de sua "liberdade" desligava o aparelho de telefone celular...

Pode ter sido essa a sua desgraça...

Seu castelo, seu túmulo...

Depois de cumprido seu ritual de despir-se de sua "armadura Armani", o "guerreiro" foi vitimado por um acidente vascular cerebral, enquanto folheava um número da Vogue, e começava a forçar a natureza, através de ondas peristálticas...

O ataque não lhe matou de imediato, mas imobilizou braços e pernas...Sabia que era o fim...E pode ver com lucidez, do início ao fim...

Não se sabe quanto tempo permaneceu ali, imóvel, lúcido, moribundo e agonizante...a respiração lenta, não denunciava sua presença...

Assim, pode ouvir quando dois dos diretores de outros setores da organização entraram para aliviar sua bexigas...Eram dois diretores recém-promovidos, e nada sabiam desse seu ritual...Conversavam animadamente, e o assunto era ele, o Doutor Fausto...Na pauta do pequeno colóquio, seus colegas deixavam claro o que pensavam dele, com uma sinceridade que só os descuidados têm...
Desde suas limitações físicas, até sua arrogância desmedida, alimentada por uma agressividade primitiva, que destoava dos PhDs, MBAs, e outros títulos acadêmicos que lustravam currículos de seus pares...

Dizem que à beira da morte vemos nossa vida passar como um filme...O Doutor Fausto ouviu a sua tragédia ser contada com narração...

Soube que sua mulher o traía, e pior: detalhes das apimentadas trepadas, e de gostos que desconhecia...

O golpe que ela arquitetava para desviar seus bens, para viver com o novo eleito, que ali no banheiro cantava sua vitória...

Soube que sua secretária poliglota tinha outros usos para sua língua, e que não se restringiam a falar outros idiomas...Logo ela, para quem destinava a melhor parte do seu tempo, adornada com presentes caros, como o relógio de ouro 24 quilates, cravejados com diamentes lapidados por joalheiros em Israel...

Ali, sentado, nu, como viera ao mundo, e prestes a dar o último suspiro soube que o pior não era ouvir tudo isso, mas sim não ter a força e o tempo necessários para se vingar...

Se a morte é o que iguala a todos, pensava, uma morte com requintes de crueldade apenas se realizava para quem fez por merecer...E ele sabia que cada movimento que deu na vida, para chegar aonde chegou, e da forma meteórica que chegou, teria um preço...

Pensava como seria a imagem que todos teriam ao encontrar seu corpo, ali, pelado, e em cima de um monte de merda...

No fim, se conformou em descobrir que por pior que fosse sua humilhação, ele não estaria vivo para encará-la...

Foi seu último consolo...

Na segunda-feira, o "auxiliar de serviços gerais", ou limpador de privadas que chegou ao topo de uma das maiores organizações do País, foi encontrado por um de seus pares...Não um diretor, e sim outro limpador de privadas...

Destaque da TRolhA...

A Ana Paula Motta é uma dessas pessoas que nos fazem acreditar que vale à pena acreditar na Humanidade, a despeito de todas as provas em contrário...

Como disse a ela, Aninha me remete ao que há de melhor em mim, embora essa parte seja microscópica...

O blog da Ana, que tem um nome que é a cara da mãe: Todos os Sonhos de Abril sopra velinhas hoje, mas nós que ganhamos o presente, e junto com ele, fazemos nosso pedido(que não é segredo):

Muitos anos de vida para o blog da Aninha...

Leia aí o destaque de hoje, no recado afetuoso que recebemos dessa grande amiga:

O meu blog Todos os Sonhos de Abril está fazendo aniversário, e tem uma pequena homenagem a alguns amigos.
Passem pra conferir. Sem vocês não seria possível...
É só clicar no link...

TrolHa MuraL...

Recado novo, para lembrar, de novo...

I Congresso Fluminense de Patrimônio Cultural e Arte na Escola

A Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro – UENF realizará o I Congresso Fluminense de Patrimônio Cultural e Arte na Escola nos dias 01, 02 e 03 de outubro de 2009 em seu Centro de Convenções.

DATAS IMPORTANTES

· I Congresso Fluminense de Patrimônio Cultural e Arte na Escola: o 01, 02 e 03 de outubro.

· Data-limite para submissão de trabalhos: o 15 de agosto.

· Data-limite de inscrição para participação: o 20 de agosto.

PÚBLICO ALVO

  • Professores das redes de ensino – pública e privada;
  • Outros Profissionais da Educação;
  • Animadores/agentes/articuladores culturais;
  • Estudantes de graduação e pós-graduação;
  • Profissionais que atuam em órgãos públicos e instituições responsáveis pela cultura e conservação do patrimônio cultural;
  • Profissionais que atuam em órgãos públicos e instituições responsáveis pela produção de arte e sua difusão;
  • Profissionais das Artes.

ÁREAS TEMÁTICAS

I – PATRIMÔNIO CULTURAL:

Linha Programática 01:Educação Patrimonial: ação para a cidadania.Linha Programática 02:Arqueologia no Norte e Noroeste FluminenseLinha Programática 03:Patrimônio Material e Imaterial: artes e ofícios, e a cultura popular.

II – ARTE NA ESCOLA:

Linha Programática 04:Vivências Educativas em Arte: relatos de experiências pedagógicas nas linguagens da arte (Música, Teatro, Dança e Artes Visuais).Linha Programática 05:Fundamentos Teóricos e Metodológicos do Ensino da Arte: perspectivas contemporâneas.Linha Programática 06:A formação do arte-educador: das diretrizes curriculares à formação continuada.

DAS CATEGORIAS DE PARTICIPAÇÃO

  • Pôsteres
  • Comunicações orais / Trabalhos completos
  • Relatos de Experiências Educativas
  • Oficinas
  • Exposição de Arte
  • Apresentação Cultural
  • Mostra de Vídeos

Informações e Inscrições: www.artenaescolauenf.org

TrOLhadas mundiais...

Apito final...
O último Cavalheiro do futebol inglês, assim definiu o El País...Sir Bobby Robson, ex-jogador, treinador de vários times, inclusive do English team, faleceu, hoje, aos 76, vítima de um tumor cerebral maligno...Dentre os scratches que dirigiu, estava o lendário Barcelona de 1996, onde brilhava Ronaldo, o fenômeno...


Escalada...
24 mortos em vários atentados, essa semana, em Bagdá...As autoridades iraquianas advertem que os ataques podem aumentar...


Sangue latino...
Vinte e seis feridos, dentre eles o professor universitário Riger Abrahan Vallejo Cerrano, com um projetil de 9mm na cabeça e 88 presos, todos manifestantes que saíram às ruas de Tegucigalpa, capitla de Honduras, em protesto contra o presidente golpista Roberto Micheletti...Dentre os presos, Carlos Heyes, ex-candidato presidencial, nas últimas eleições, e o líder da Frente Nacional Contra O Golpe, o sindicalista Juan Barahona..


Fontes: El País, The Independent...






A sombra maior que o dono...

Manfred von Richthofen, o Barão Vermelho...
Scummy, o barão da Ferrari vermelha...

Se já não bastasse o fato de ter sido atingido por uma peça do carro do barrichello, o que por si é um sinal de péssimo agouro, agora páira sobre o convalescente Felipe Massa, o espectro do Barão Vermelho, von Schumacher...

Irresistível não fazer a comparação, quer seja pela cor vermelha dos bólidos que pilotavam, e a lenda que se contruiu em torno dos homens capazes de feitos mirabolantes, um no ar, o Barão von Richthofen , na Primeira Guerra, combatendo inimigos, e outro o Barão "von" Schumacher, voando baixo na pista, demolindo recordes, "aniquilando" adversários em cada corrida(batalhas), e acumulando vitórias em sete "guerras"(heptacampeonato mundial)...

Uma sensível diferença entre ambos...Enquanto o Barão Vermelho, Manfred von Richthofen, o original, era um cavalheiro, que chegou a aterrisar seu biplano, um Albatros II, para socorrer um piloto inimigo abatido por ele, o Barão da Ferrari vermelha, "von" Schumacher não é conhecido por seu cavalheirismo com os "inimigos"...

Bom, é esse lendário "alemão voador" que foi escalado para substituir o Felipe Massa, enquanto se recupera do incrível incidente que sofreu...

É lógico que Schummy não precisa provar nada para ninguém, e ali estará muito mais por diversão...Mas esse é o problema: o conceito de "diversão" do piloto heptacampeão é extremamente competitivo...

O boss da scuderia Ferrari, Luca di Montezemolo adiantou, com zelo melodramático, estrategicamente ensaiado, que o seu convalescente "guerreiro-piloto" não será colocado de "escanteio"...

Mas alguém duvida que uma F1 desestruturada e fragilizada por recentes fissuras internas, na luta pelo poder, atingida pela crise econômica mundial, que abateu seus principais investidores, as montadoras de automóveis, e sem um ídolo que se sobreponha aos demais como um alvo a ser batido, uma referência a ser imitada e superada, um ídolo para ser amado e odiado, como foi Schummy, resistirá a tentação de querer fazê-lo "esticar" sua permanência no cockpit que parece uma extensão do seu próprio corpo...?

Tudo dependerá do desempenho do Kimi Haikkonen...

E de nada adiantará as lamuriações e galvãobuenices da rede globo PIG, nem a chantagem midiática que foi exposta a família do piloto, que aliás, desesperada para manter seu filho, irmão, marido, sob o foco dos holofotes do protagonismo, cedem a esse triste espetáculo de carniçaria marronzista, extrapolando, e em muito, a necessidade de detalhar e transparecer informações do estado de saúde do piloto...

O futuro da saúde do piloto parece sob controle, ainda bem...Porém, o destino de sua carreira na Ferrari nunca esteve tão moribundo...

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Geografia do poder...

O poder, a caneta e as chaves do cofre...

De volta da nossa viagem a princesinha do Atlântico, ficaram algumas impressões que gostaríamos de dividir com os nossos treze leitores...

Primeiro deles: os campistas e macaenses têm um eterno caso de amor e ódio, que mistura "caneladas", rapapés e salamaleques e "destilação de veneno", tudo em nome de interesses, às vezes nada confessáveis...Um tipo de integração regional às avessas, traiçoeira e movediça...

Ontem, descrevemos aqui, a primeira parte da triste participação de nossa "patética missão diplomática da lapa", com cenas explícitas de demonstração da finesse do jetset do poder local, tais e quais orangontangos em jantar de 500 talheres...

Eis que esse roteiro se desdobrou em outros capítulos, que tiveram sua continuação hoje, já com outros "atores"...

Ontem foram os patetas da lapa, hoje foram os telhadeiros de vidro...

Sim, porque a campanha eleitoral de 2010 já começou, e o desgovernador não esconde de ninguém a sua "sutil" estratégia: esgotar e exaurir Campos dos G., e inflar Macaé...Daí, seus aliados na terra plana e lamacenta, os telhadeiros de vidro, rumaram para a capital do petróleo...ou pelo menos, da Petrobrás...

Como o poder, a caneta e as chaves do cofre mantêm uma interminável atração de parasitas de toda plumagem, o futuro nos reserva a certeza de que a estrada BR101 ficará estreita para tanto vai-e-vem dos aliados do desgovernador, ávidos por amealhar mais um naco dos favores palacianos...

Hoje, após a inauguração da Delegacia Legal de Macaé, a 123ª DP, com a "transfusão do sangue", ou seja, cinco policiais civis da 134ª DP, do Centro de Campos dos G., como já mencionamos aqui, houve um almoço no centro de convenções, após o lançamento do projeto Rio-Leite, pela Secretaria de Agricultura, Pesca e Abastecimento do Estado, com a injeção de milhões de reais na compra de recursos para as empresas de extensão e pesquisa, a disponibilização de linhas de crédito subsidiadas pelo Governo Federal, via Banco do Brasil, dentre outras medidas de fomento...

Não seria nada demais, se a prioridade para lançar o programa dessa monta não estivesse desfocada pelo mapeamento geoeconômico da bacia leiteira fluminense, que como todos sabem, se concentra no Norte e Noroeste, e não na região costeira, a partir de Macaé...

Na mesa, junto com o prefeito Riverton Mussi, além dos deputados, secretários, etc, etc, mas bem ao seu lado direito, o casal de patrões da folha de embrulhar peixe podre...
Um sinal claro de que mesmo em um evento onde o poder político se expressa através de lideranças, parlamentares, autoridades, os barões da mídia, que se dizem "imparciais", impõem sua presença como indispensável fiadora e interlocutora desses atores, sempre prontos a extrair as melhores possibilidades de negócio de sua máquina de vender versões dos fatos, como se fatos fossem...
Não que empresários de grupos de mídia não possam participar de eventos como esse...Mas a presença na mesa do anfitrião principal, e ao seu lado direito, simboliza um desrespeito aos demais atores políticos, para privilegiar uma relação "promíscua" com quem tem o dever democrático de noticiar as ações do governo, para o bem, ou para o mal, mesmo que suas preferências editoriais e políticas estejam explícitas, aliás, como deveria ser...
E quem conhece o casal de barões da mídia sabe que eles só atuam em "bloco" quando a aposta é alta...

De plumagem trocada...

Outro que flanava pelos salões do centro de convenções, comendo a comida oferecida por quem, até pouco tempo, era seu alvo predileto, quando espumava seu jornalismo de coleira a serviço da famiglia Lopes, é o seu, o meu, o nosso: bob barby...Ele mesmo, o inefável, incansável, multi-mídia, e multi-diverso caolho da cidade...

Quem o observava ali, poderia jurar que ele estava pronto para encontrar, entre batatas soté, e porções de arroz, uma oportunidade para oferecer seus "serviços" de jagunço radiofônico ao ex-inimigo...

Macaé e seus odores...

Não, não foi nossa entourage que levou esse horrível cheiro de esgoto a Macaé...Mas não há como negar que deu um toque de habitat natural para nossos ilustres representantes, quer dizer, todos nós nos sentimos em casa...Esse cheiro de esgoto que senti ontem, em plena praia dos Cavaleiros, em um restaurante de frutos do mar, onde jantava com amigos, impregnou todo o ambiente, e revela que a cidade litorânea está à beira de um colapso no seu sistema de esgotamento sanitário, sobrecarregado pelo excesso de demanda, resultado de um crescimento exponencial e desordenado...

Pensando bem, esse cheiro de esgoto, aliado com nossos "ilustres campistas" que vi por lá, me deu a enorme sensação de estar em casa...!

TrOLhada do LeiTOr...

Esse comentário, que também nos foi enviado por e-mail, merece destaque, então, lá vai:

Anônimo disse...

xacal,
um exemplo:
"Grave mesmo é a epidemia de mau jornalismo
Por Celso Lungaretti em 26/07/2009

Uma epidemia muito pior que a gripe suína está grassando: a do alarmismo jornalístico.
A nova modalidade de influenza é uma moléstia que ainda não atingiu contingentes mais significativos da população brasileira, além de bem pouco letal.
Mas, trombeteando dia após dia a mórbida contagem de cadáveres, o noticiário causa, em leitores pouco afeitos a estatísticas, a impressão de que estejam diante de uma terrível ameaça.
Longe disto. Em comparação com as grandes pestes do passado, a gripe suína é refresco.
Vale lembrar, p. ex., que a gripe espanhola matou quase 2% da população brasileira, no final da década de 1920: aproximadamente 300 mil pessoas.
Pior ainda é se compararmos os dados da gripe suína com outras causas de mortandade. Aí o que fica evidenciado é a má fé da imprensa.
Vejam o caso da cidade de São Paulo: o número de óbitos ainda não chega a oito.
Pois bem, em maio eu alertei (ver aqui) que a concentração criminosamente elevada de enxofre no diesel mata, somente em São Paulo, capital, 3 mil pessoas ao ano — ou seja, oito por dia!
Mas, como há interesses econômicos de grande monta envolvidos, o assunto é praticamente banido do noticiário.
Já o terrorismo midiático em torno da gripe suína tem sinal verde porque não afetou negócios importantes, pelo menos até agora. Só fez diminuir um pouco o turismo.
Vamos ver se a imprensa manterá o mesmo comportamento leviano caso o público venha a desertar consideravelmente das salas de espetáculos, comprometendo as receitas dos cadernos de variedades.
De resto, tenho a satisfação de louvar, mais uma vez, o corajoso trabalho do ombudsman da Folha de S. Paulo, Carlos Eduardo Lins da Silva, que ousou neste domingo qualificar o estardalhaço promovido por seu jornal em torno da gripe suína como irresponsável (ver aqui).
Seu comentário é uma verdadeira aula de ética jornalística. Vale a pena reproduzir os principais trechos:
“A reportagem e principalmente a chamada de capa sobre a gripe A (H1N1) no domingo passado constituem um dos mais graves erros jornalísticos cometidos por este jornal desde que assumi o cargo, em abril de 2008.
“O título da chamada, na parte superior da página, dizia: ‘Gripe suína deve atingir ao menos 35 milhões no país em 2 meses’. A afirmação é taxativa e o número, impressionante.
“Nas vésperas, os hospitais estavam sobrecarregados, com esperas de oito horas para atendimento.
“Mesmo os menos paranoicos devem ter achado que suas chances de contrair a enfermidade são enormes. Quem estivesse febril e com tosse ao abrir o jornal pode ter procurado assistência médica.
“O texto da chamada dizia que um modelo matemático do Ministério da Saúde ‘estima que de 35 milhões a 67 milhões de brasileiros podem (…) ser afetados pela gripe suína em oito semanas (…). O número de hospitalizações iria de 205 mil a 4,4 milhões’.
“É quase impossível ler isso e não se alarmar. Está mais do que implícito que o modelo matemático citado decorre de estudos feitos a partir dos casos já constatados de gripe A (H1N1) no Brasil.
“Mas não. Quem foi à página C5 (…) descobriu que o tal modelo matemático, publicado em abril de 2006, foi baseado em dados de pandemias anteriores e visavam formular cenários para a gripe aviária (H5N1).
“O pior é que a Redação não admite o erro. Em resposta à carta do Ministério da Saúde, que tentava restabelecer os fatos, respondeu com firulas formalistas como se o missivista e os leitores não soubessem ver o óbvio. Em resposta ao ombudsman, disse que considera a chamada e a reportagem ‘adequadas’ e que ‘informar a genealogia do estudo na chamada teria sido interessante, mas não era absolutamente essencial’.”

Na moita...

Enquanto o desgoverndor e seus aliados "sangram" as delegacias da região, como mencionamos no post abaixo, os policiais civis, sem alarde, como tem que ser, fazem seu trabalho para diminuir o índice de homicídios na região...

Ontem, foi preso o último dos dois assaltantes do latrocínio(roubo seguido de morte)de uma padaria na área central da cidade, e que sausou enorme comoção social...

Nota de emergência...

Enquanto seus aliados em Campos dos G. juram que o desgovernador prestigia nossa cidade, e que não há nenhum ressentimento pelo fato de que sejamos o reino do mil patetas, a realidade se impõe de outra forma...

Cabem ao seu asseclas explicarem o seguinte:

Para a inauguração da Delegacia Legal de Macaé foram transferidos cinco policiais civis da já combalida e deficiente estrutura da Policia Civil, em nossa região...

Se cada vez que um deputado, como fez o wilson cabral, anunciar que pleiteou mais recursos, acontecer uma "degola" desse tipo, é melhor ficarmos atentos, pois desse jeito, periga fecharmos as delegacias da região...

Com a palavra: os folhas(jornal de coleira do governador, e que vive a louvar sua "política de segurança pública, os partidos da base e seus parlamentares, os conselhos comunitários de segurança, OAB, etc, etc, etc...)...

Salve-se quem puder...

Destaque da TrOLha...

Está lá no blog do Cléber Tinoco, a mais nova peça de ficção de Campos dos G...

Quarta-feira, 29 de Julho de 2009

Publicada a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2010

Barrados no baile...A TrOLha no jetset....

Essa é para quem gosta do "colonismo social"...
Desde ontem, a TrOLha está na "princesinha do Atlântico", bom pelo menos era uma princesinha...

Eis que na sesssão solene dos 196 anos de Macaé, presentes Autoridades, convidados e todas as outras espécies de arroz-de-festa, estava uma entourage do governo dos mil patetas, acompanhando o casal de prefeitos(o prefeito, e sua marionete)...

O secretário mr bean feijó, vereador kelinho, e alguns outros cupinchas...

Nossa "missão diplomática", do governo dos mil patetas, foi barrada no baile, e ficou do lado de fora do auditório, onde se realizava a solenidade...

Restou esperar o buffet, e aí sim, a nota triste...Acostumados a voracidade(em tudo que vêem, desde que seja pago pelos outros), foi vergonhoso ver um diretor da Campos Luz correr atrás dos garçons, tal e qual aquelas crianças esfomeadas...O xacal se escondeu de vergonha...

Lamentável, lamentável...

terça-feira, 28 de julho de 2009

É de dar pena...

Louvável o esforço dos jornalistas em tentarem mobilizar a opinião pública em torno de sua demanda...Assim é a Democracia...

Uma pena que os jornalistas continuem a enxergar a questão por lentes embaçadas, que, na verdade, afastam muito mais os que pretendem sensibilizar...

Aliás, essa tem sido a tônica da grande imprensa, e dos jornalistas, nas últimas décadas, e diga-se de passagem, esse não é um fenômeno doméstico, e sim mundial...

Cada vez mais, o conteúdo dos veículos de comunicação, produzidos por jornalistas, em sua maoria diplomados, distancia-se do interesse coletivo...

Foi assim com a mídia de coleira neocon dos EEUU, a corroborar vergonhosamente o ataque da gestão bush jr ao bom senso, e aos valores fundadores estadunidenses...
É assim com o bufão berlusconi e seus sabujos de diploma...
Pelas bandas latinoamericanas, o PIG abana o rabo o sangüinário Álvaro Uribe, enquanto desanca o caudilho Chávez...

Enquanto lutam pela reversão da extinção da exigência do diploma para exercer a profissão de jornalista, os funcionários da mídia descobrem o quão longe estão do público, e do interesse público...
Anos e anos a serviço do serviço sujo, de desancar reputações, de disseminar o pânico, de legitimar o deus-mercado nos altares das bolsas, da promiscuidade com daniel dantas, eikes, chebabes, pessoas, etc, etc, etc, revelam agora que a população não lhe dá mais crédito, e pouco importa para o povo, se eles têm ou não diploma, até porque sempre agiram como se não tivessem uma graduação que lhes permitisse enxergar a realidade com outro viés...

Agora não adianta dizer que o diploma é uma garantia para o Estado Democrático de Direito, simplesmente porque os seus detentores nunca agiram como se assim fosse, salvo raríssimas e honrosas exceções, e talvez, algumas delas, sem diploma...

Não se trata aqui, de defender que jornalistas façam a defesa desse ou daquele governo, mas, que não pretendam nos fazer acreditar que todas as crises, todos os ataques, toda a tentativa demotucana de desestabilizar a governabilidade se deu em nome de altruísmo democrático...

É uma boa oportunidade para os jornalistas diplomados saírem as ruas pelo direito de defender suas opiniões, mas sem máscaras da imparcialidade, que afinal, como resta provado, só existe no mundo de ficção das redações que se acreditavam um quarto, ou quinto poder, e que hoje, se vêem isoladas...

Esse quarto ou quinto poder está nas mãos de quem os fez acreditar, ou aderir, a idéia de que falavam pelo povo...Mas isso, os jornalistas de diploma nem sonham em discutir...Isso nunca...!

Como já disssemos, essa questão é crucial para a sociedade, ou seja, quais as profissões que devem exigir um requisito técnico mínimo, mas a atuação manipuladora dos envolvidos(os jornalistas), retirou da população, infelizmente, qualquer desejo de participação e encampamento dessa luta...

Bem-vindos a realidade, meus caros, e ao que parece, vocês estão sós nela...!


Destaque da TRolhA...

Há muito a língua nos é comum, mas a distância é maior que oceânica...Eis que a blogosfera nos remete a um olhar recente, reticente e curioso...!

Cá, no além-mar deles, nós continuamos a ler os escritos dos patrícios...O blog do Bento, bento-vai-pra-dentro.blogspot.com/ é um desses nossos parceiros internacionais que divulgamos com orgulho...

Não o orgulho provinciano de desejar uma refenciação externa(e metropolista européia)para justificar nossa suposta relevância, que já sabemos insignificante...Mas, o prazer de ler e ser lido, e da compreensão mútua...

Vamos ao texto primoroso do Bento...

QUARTA-FEIRA, 15 DE JULHO DE 2009

TERTÚLIA DE JULHO - TEMA LIVRE


À hora marcada os presos recolheram à rudeza fria e esfíngica das celas. Todos, excepto Manuel da Cruz de Sousa Tobias Lettermann. A kilometragem do nome não o impedira de tirar guia de marcha para a penitenciária com carimbo de dolo e burla agravada. Tomara todos os cuidados e precauções: unira-se ostensivamente aos indivíduos de maior índice de massa muscular por centímetro quadrado, untara as mãos aos guardas, habituara-se a olhar de soslaio por cima dos ombros, evitara deixar cair o sabonete no duche e passara uma estadia agradável e isenta de preocupações. As diversas contas em off-shore ali para os lados entre o cruzamento de Gibraltar com New Jersey almofadavam-lhe, comodamente, o sono na tarimba despida de lençóis e preconceitos. Contudo, a permanência no cárcere ao longo daqueles três anos, exacerbara-lhe o desejo e a ansiedade. A privação da liberdade, o carinho da mulher e da filha, os passeios de domingo, as viagens e as mordomias inerentes à qualidade de homem livre, eram chagas num crucifixo ferrugento arrastado, penosamente, num calvário de olho postonaquele dia gizado na parede. Foram sem conta, as cartas manuscritas numa caligrafia ávida de notícias, trémula de nervosismo e faminta de liberdade. Escrevia de rajada, sem pontuação porque não era concurso e sem acentos porque as relia de pé... Piada fácil de escritor, que acentuava a dor e a tormenta duma personagem farta dos exíguos metros quadrados do recreio, calcorreados numa "Ronda dos Prisioneiros" para a qual ele não tinha estofo. Mago de finança fraudulenta, sim! Mago da paleta, não! O daltonismo não lhe deixava margem para sentidos estéticos e pictóricos dignos de Rembrandt.

À hora marcada, vestido e perfumado, olhou uma vez mais para o relógio. Os portões começaram a rodar ruidosamente nos gonzos. Ouvia o bater compassado do coração atingir a velocidade da luz num nervisismo sem fim. O bater era cada vez mais forte, mais intenso, ensurdecedor, quase lhe cortando a respiração. Os portões giravam numa lentidão exasperante. Limpava o suor da testa com o suor das mãos. O esgar incial tornou-se numa torrente de riso. Não aguentou mais! Com os portões escancarados num convite libidinoso, deitou a correr mal divisou a mulher e a filha no outro lado da estrada.

- GRRINCCHHHHH!!! - Tarde demais... na ânsia, não reparara no camião basculante que se apresentava pela direita a alta velocidade... E ali mesmo, transformado em Ketchup, vendera a alma ao criador em papel de vinte e cinco linhas, livrança e estampilha fiscal...

MORAL DA HISTÓRIA:

Podes querer ser livre, mas... convém olhar para a estrada!



Otimismo pateta...

Já dissemos aqui que o chegada de altos investimentos, e a instalação de atividades econômicas em escala global requer seriedade e planejamento para além do otimismo oportunista...

Na descrição do cartomante do cidac, ranulfo rocinha, quando os projetos forem realidade, restará a Campos dos G., responder pelo suporte dos serviços ao enorme fluxo de gente que se estabelecerá na região...Tanto os residentes, quanto os moradores temporários...

Ora, ora, ora...Sem as receitas fiscais dos empreendimentos, que se concentrarão em São João da Barra, ficaremos, nas palavras do próprio pateta dos números, com a parte dos serviços:

A despeito da visão "poliana" do ranulfo, que projeta benefícios setorizados como se fossem generalizados, restam os serviços de saúde, educação, saneamento, sobrecarca no trânsito e transporte público, especulação imobiliária, sem mencionar o lado "escuro da força": aumento do tráfico de drogas, crimes patrimoniais, prostituição, enfraquecimento das barreiras sanitárias de prevenção a epidemias(com o enorme fluxo de estrangeiros), etc, etc...

Tudo isso vai ser enfrentado por um bando de parvos...

Por uma câmara de vereadores dócil, uma sociedade civil enfraquecida, uma imprensa de coleira, um espectro partidário anêmico, e enfim, por um poder público que tem a tradição de promiscuidade com o setor privado, para alavancar sua plataforma eleitoral...

Nosso futuro não é promissor...

O cinismo dos patetas...

Durante muitos anos, os patetas da lapa construíram a sua plataforma política a partir de medidas com verniz popular, mas que, na verdade, causam muito mais prejuízos a população...

É como se "dessem com um pires e tomassem de volta com balde"...

O mais grave é a fala no programa chapa-branca, página virada, do ranulfo rocinha, presidente do cidac, e que se auto-intitula, o guardião dos dados estatísticos do programa de passagem a um real: "há seis meses, não tínhamos a menor noção do que era a passagem a um real, o programa foi um aprendizado"...

Mas como assim...?

Se o gestor que tem a responsabilidade de auditagem dos números, e que preside o Conselho Muncipal de Transportes, nos diz que:
Desde o INÍCIO, ele e seus pares não tinham a mínima noção do que se tratava, por que acreditaríamos que eles AGORA têm alguma noção do que fazem...?

Bom, temos uma leve impressão de que ELES, os patetas, sabem o que fazem: Tirar dinheiro público e encher os cofres do setor privado, usando como CHANTAGEM o interesse da população...

Para ilustrar nosso texto, a observação sempre arguta do nosso jurisconsulto predileto, Dr Cléber Tinoco...

SEGUNDA-FEIRA, 27 DE JULHO DE 2009

Trabalhador assalariado e a passagem a R$ 1,00

O trabalhador pode ter que contribuir com até 6% do seu salário para custear o vale-transporte, enquanto o empregador obriga-se pelo pagamento do valor excedente. O trabalhador que, por exemplo, recebe um salário mínimo (R$ 465,00) e necessita de R$ 54,00 em vale-transporte por mês (2 vales por dia, durante 27 dias do mês), contribuirá com R$ 27,90 do seu salário, ficando o excedente (R$ 26,10) a cargo do empregador. Observa-se que independentemente de quanto se cobra pela passagem (R$ 1,00 ou mais), a parcela de contribuição do trabalhador não se altera. Mas para o patrão faz muita diferença o valor da passagem. Se no exemplo dado a passagem custasse R$ 1,60, as duas passagens diárias do empregado durante os 27 dias do mês consumiriam R$ 86,40, sendo que a contribuição do patrão passaria dos R$ 26,10 para R$ 58,50, enquanto a do empregado continuaria sendo R$ 27,90.



segunda-feira, 27 de julho de 2009

Onde está Wally...?

Bom, quem achar Wally, aproveite e pergunte se ele viu o petroleiro, dublê de vereador, renato chuchu barbosa...

Destaque da TRolhA...

O sempre atento Professor Roberto Moraes volta à carga...Questionamento relevante sobre política de concessões, dentre outros aspectos destacados nesse post que destacamos:

SEGUNDA-FEIRA, JULHO 27, 2009

Águas do Paraíba teve lucro líquido de R$ 10 milhões só em 2007 e 2008



Intolerância...


Os conflitos entre nigerianos muçulmanos, que se autodenominam Boko Haram, seguidores de Mohammed Yusuf e forças do governo nigeriano, deixou cinco agentes da polícia, e cerca de 150 mortos, no estado de Bauchi...

O enfrentamento começou após a prisão de líderes do movimento que se opões, violentamente, ao ensino público laico na região...

De orientação talebã, o clérigo acusa as escolas ocidentais de desrespeito ao Lei Islâmica...

Um amostra crua(e morta) do quão perigoso é a mistura de fé, escola e Estado...

Os insurgentes executam ataques sistemáticos as forças oficiais, e teriam incendiado uma comissária de polícia...


Fonte: El País...

Nosso hino...

Tomo emprestado aos tropicalistas seu hino manifesto de fundação...

Tropicália

Sobre a cabeça os aviões
Sob os meus pés, os caminhões
Aponta contra os chapadões, meu nariz

Eu organizo o movimento
Eu oriento o carnaval
Eu inauguro o monumento
No planalto central do país

Viva a bossa, sa, sa

Viva a palhoça, ça, ça, ça, ça

O monumento é de papel crepom e prata
Os olhos verdes da mulata
A cabeleira esconde atrás da verde mata
O luar do sertão

O monumento não tem porta
A entrada é uma rua antiga,
Estreita e torta
E no joelho uma criança sorridente,
Feia e morta,
Estende a mão

Viva a mata, ta, ta

Viva a mulata, ta, ta, ta, ta

No pátio interno há uma piscina
Com água azul de Amaralina
Coqueiro, brisa e fala nordestina

E faróis
Na mão direita tem uma roseira
Autenticando eterna primavera
E no jardim os urubus passeiam
A tarde inteira entre os girassóis

Viva Maria, ia, ia
Viva a Bahia, ia, ia, ia, ia

No pulso esquerdo o bang-bang
Em suas veias corre muito pouco sangue
Mas seu coração
Balança a um samba de tamborim

Emite acordes dissonantes
Pelos cinco mil alto-falantes
Senhoras e senhores
Ele pões os olhos grandes sobre mim

Viva Iracema, ma, ma
Viva Ipanema, ma, ma, ma, ma

Domingo é o fino-da-bossa
Segunda-feira está na fossa
Terça-feira vai à roça

Porém, o monumento
É bem moderno
Não disse nada do modelo
Do meu terno
Que tudo mais vá pro inferno, meu bem
Que tudo mais vá pro inferno, meu bem

Viva a banda, da, da
Carmen Miranda, da, da, da da, da da da

Para resumir...

Ao assistir a reportagem no Globo Esporte, agora há pouco, sobre a vitória maiúscula do time brasileiro de volleyball, ontem, em Belgrado, sobre o time sérvio, fica a impressão de que aquele time cai, levanta, e se renova cada vez mais forte, pelo extremo senso de profissionalismo, e acima de tudo: prazer de fazer BEM o que fazem...

Em suma: eles são foda...!

TrOLha revival...

Essa republicação atende a uma preocupação constante desse blog, e que, infelizmente, não fica "velha" nunca...
Agora, pelo contrário, com a "invasão" do Dragão de Aço em nossa região, creio que o final do conto, que ainda não foi publicado, vai obedecer a mesma dramática lógica da realidade: o nosso fim é ficar sem futuro...A não ser que reescrevamos nossa História...


TERÇA-FEIRA, 27 DE MAIO DE 2008

O dia em que Campos dos G. acabou...!

O ano era 2048...
O vento de agosto, agora deslocado para o mês de novembro pelas alterações climáticas sufocava com seu hálito quente e arenoso...
A planície maltratada se transformara em uma paisagem desértica com pequenas dunas que se moviam ao sabor dos deslocamentos do ar...

O rio paraíba se transformara em pequenas poças infectas...lagunas ou pântanos de esgoto à céu aberto...
Se é que poderíamos chamar o cinzento e modorrento firmamento de céu...
A fumaça das usinas de carvão e das indústrias de transformação da indústria do petróleo carregaram o ar tal qual a esquecida Cubatão do século XX...

Após anos e anos de lutas, idas e vindas e disputas sangrentas pelo poder, Campos dos G. foi elevada a categoria de território federal...
Com suas reservas de petróleo, e com o advento da escassez desse produto o governo e os parlamentares federalizaram o município e transferiram para cá boa parte do arsenal de marinha, exército e aeronáutica...

No porto do Açu, estatatizado após um calote dado pelo seu "empreendedor" nos credores e nos fundos municipais, que quebraram, estava boa parte do esforço de guerra brasileiro...
A outra parte ficava na nova fronteira Amazônia...O restante da área, a maior parte, agora era dividida em protetorados semi-internacionais...

Os campistas que tinham sido toupeiras no sentido figurado (nas trevas e quase cegos) agora viviam como esses roedores numa rede subterrânea de dutos e abrigos...
O ar da cidade era tão ruim que os poucos habitantes que restaram não suportavam respirar na superfície por um tempo superior a jornada de trabalho...

Parte do esforço produtivo era destinado a gerar oxigênio para as galerias...
Quando no início do século XXI alguns setores clamavam por uma gestão eficiente dos recursos naturais foram desterrados...Escaparam da morte, mas foram obrigados a deixar a cidade...junto com todos seus descendentes...

A Quarta, Quinta e Sexta Esquadra da Liga Internacional espreitavam a costa do território campista, e não eram incomuns os assaltos piratas aos navios petroleiros...ora afundavam, ora os roubavam...com esse embate, o litoral se transformou em uma faixa de óleo e sangue...!

Continua no próximo capítulo....

QUINTA-FEIRA, 29 DE MAIO DE 2008

O dia em que Campos dos G. acabou...! (continuação)

Como é natural na escala evolutiva, os habitantes dos subterrâneos da planície desenvolveram mutações genéticas para melhor adaptação a severidade do ambiente...
No entanto, alguns dos exemplares daquela nova espécie também adotaram uma ética própria...
Uma espécie de vale-tudo não só pela sobrevivência, mas também na luta pelo controle político do território...

O governo da união e os parlamentares, que transformaram esse pedaço de inferno em território federal, formaram um conselho que indicava o líder, sem eleições ou qualquer outra forma de pleito...Esse conselho era integrado pelos órgãos de mídia, que nessa nova era passou a controlar através de câmeras e pesquisas de opinião a vontade e o comportamento dos moradores das galerias...
A internet e qualquer forma de comunicação não-autorizada era considerada crime...!

As eleições se reduziram a consultas e observação dos padrões de conduta, que para fechar esse círculo eram largamente ditados pelos conselheiros...
Como não havia lugar suficiente, enm recursos disponíveis a todos, os crimes, dissidências políticas, e toda espécie de transgressão era punida com desterro...ou a morte (de acordo não com a grevidade, mas sim do arbítrio do conselho e das pesquisas)...!

Nesse ordenamento jurídico não havia aparato policial...
Todos tinham armas e a tarefa de policiar era de todos...suas atitudes para serem cumpridas deveriam ser submetidas ao conselho, caso contrário, quem aplicasse uma sanção ou prisão sem a aprovação do conselho seria desterrrado no lugar do injustiçado...!

Com o tempo o conselho editorial e de controle social (cecos) passaram a enfrentar um novo problema...!
Os toupeiras da planície passaram a se reproduzir em larga escla, e logo se esgotariam os meios de susbistência...
As empresas que operavam na superfície alegavam que não poderiam aumentar os recursos que destinavam aos toupeiras, bem como o governo federal e o resto do país não destinaria nenhuma ajuda...

Os "cecos" adotaram uma medida drástica...como não detinham poder, nem vontade política de forçar as empresas a distribuir a riqueza gerada (boatos diziam que os cecos eram subornados pelas empresas), os conselheiros marcaram a partir daquela data com um número...através de um sorteio, parte dos nascidos eram desterrados aos 05 anos, outros aos 10, e assim por diante até os 60 anos...
Argumentavam que era uma forma de manter a sociedade heterogênea, com várias faixas etárias...e ao mesmo tempo controlar o excesso demográfico...
O limite era 60 anos porque a expectativa de vida se reduziu para essa média de idade...os que conseguissem (e eram pouquíssimos) atingir mais de 60 ganhavam com prêmio a permanência...!


Infelizmente, continua...

Ainda silêncio...

O programa radiofônico chapa-branca, página virada, uniu-se ao esforço de abafar o escândalo do tráfico de gente e escravidão que acontece nas terras de algumas usinas da região, a saber: Sapucaia e Santa Cruz...Na entrevista com um dos gerentes da firjan (federação das indústrias do rio de janeiro), luiz mário concebida, nenhuma pergunta sobre a posição oficial da entidade patronal acerca dos últimos acontecimentos que vieram à tona a partir de operações da PF, e do Ministério Público do Trabalho, dentre outros órgãos...

Nada demais, afinal, não se pode esperar mesmo muita coisa de jornalistas de coleira...

Mas o problema é mais embaixo...

Sim, porque os jornalistas diplomados chapa-branca, trataram com o dirigente regional da entidade dos neocoronéis, de um tema delicado...
A regionalização dos esforços de planejamento e debates sobre os temas ligados aos enormes investimentos econômicos que chegam a essas plagas planas...
O gerente regionalda firjan anunciou que a Petrobrás financiará um planejamento estratégico regional, tocado pela entidade...

Ora, ora, ora...mais dinheiro público enterrado em uma entidade que sequer consegue manter os seus filiados dentro de regras corporativas diferentes da mais vil exploração humana...Como esperar credibilidade e legitimidade de qualquer inciativa tocada por essa gente, que se alimenta do sangue de outras gentes...?

O papel de intermediar e aglutinar forças regionais para enfrentar os problemas, que serão gerados pelo desenvolvimento de atividades de larga escala, é de TODA a sociedade civil, e dos poderes públicos municipais, catalisados pelo Governo do Estado, que afinal, deveria funcionar como uma instância intermunicipal, com seu papel constitucional de arbitrar e dirimir demandas e conflitos de interesses entre esses entes locais...Essa deveria ser a função do elefante branco FENORTE, por exemplo...

Parece que o governo dos mil patetas, e o governo do desgovernador dormem a sono alto, e deixam usineiros escravocratas assumirem o papel de fiadores das iniciativas de planejamento regional, e de porta-vozes da nossa comunidade...

Lamentável...lamentável...

Mundo cão...

A voz do cão...
A Polícia de San Antonio, Texas, encontrou Otty Sanchez, 33 anos, em sua casa, ao lado do corpo de seu filho, de três semanas, esfaqueado, decaptado e com várias partes do corpo faltando...Na cena trágica, os policiais acharam um machado, uma lâmina e uma faca de cozinha...Também havia duas crianças na residência, sem nenhum ferimento, e até agora não identificadas...
A mãe, que foi levada ao hospital com graves ferimentos, supostamente auto-infligidos, disse aos agentes que houvia vozes, e que foi o diabo que lhe ordenou que matasse a criança...
Fonte: The Independent e Belfast Telegraph...



Escândalo em New Jersey...New Jersey é aqui...
Após dez anos de investigações, o Federal Bureau of Investigation prendeu e leva às barras dos tribunais, uma longa lista de políticos(prefeitos de três cidades: Hoboken, Secaucus, e Ridgefield), parlamentares, líderes religiosos(rabinos), envolvidos em crimes de lavagem de dinheiro, através de esquemas de entidades filantrópicas, e até tráfico de órgãos humanos...
De acordo com os porta-vozes do FBI, o rabino Levy Izhak Rosenbaun se aproximava de famílias carentes, pagava U$ 10.000,00 pelos corpos dos parentes extintos, e depois revendia os órgãos por até US$160.000,00...
New Jersey é um estado marcado pela corrupção, e essa imagem foi construída no imaginário popular...Dois ex-prefeitos de Newark, capital do Estado, cumprem pena, condenados por corrupção...Na última sexta-feira, um senador estadual, Wayne Bryant, foi sentenciado por fraude e corrupção...
Fonte: The Economist...



Violência de gênero na Guatemala...
3.500...Esse é o número de mulheres assassinadas nos últimos cinco anos na Guatemala...Acostumados a "vender" a opressão das mulheres como uma exclusividades dos estados-islâmicos, onde mulheres se escondem em burkas, e sofrem todo o tipo de retaliação, é surpreendente o silêncio de nossos periódicos latinoamericanos sobre esse tema dramático...
Na Guatemala, as mulheres são mal vistas se estão ao volante, e chegam a ser atingidas por cusparadas de motoristas homens...
As militantes de organizações de defesa de direitos de mulheres são alvos de constantes retaliações e ameaças...
Violência sexual, homicídios e lesões corporais são o resultado de um caldo de cultura sangrento, onde a venda de armas é tão fácil como comprar um doce...Assim criam-se as "justificativas" ideológicas para a ação criminosa, conforme relata, Norma Cruz, presidente da Fundação Sobreviventes:
"En Guatemala, si te violan es porque te lo buscaste, si te golpean es porque algo se hizo mal, y si te matan es porque andabas en malos pasos",
Fonte: El país...

domingo, 26 de julho de 2009

TroLhaDa do leitor(A)...

Vejam aí a bronca do pessoal de Donana...

Gostaria de pedir-lhe que postasse essas fotos anexas, que mostram que no município os gastos continuam exorbitantes.
As fotos mostram a reforma de uma creche em Donana, cujo imóvel e alugado e seu valor de venda, seria em torno de R$ 100.000,00 (cem mil reais).
O mais interessante nessa história é que o valor da "reforma" ultrapassa R$ 91.000,00 (noventa e um mil reais), como você pode verificar nas fotos.
Enquanto isso, o bairro está destruído com as ruas esburacadas (não existe mais asfalto, é só lama).
Será que a Prefeita desconhece tantas irregularidades?
Agradeço sua atenção,



Diploma...para quê diploma...?

Hoje, fui até o balneário Lagoa de Cima, na companhia de amigos queridos, e seus filhos...O cenário lá pela Lagoa ainda e desolador...
Ocupação desordenada, areia imunda, cães e outros animais a dividir a areia com banhistas, camionetas possantes estacionadas dentro da lâmina d'água, para que imbecis e seus brinquedinhos assassinos, que chamam de jetsky, a restringirem o espaço dos que se aventuram a dar um mergulho, dentre esses, senhoras e crianças...

Mas o pior da tarde ficou por conta da leitura da folha de embrulhar peixe podre...Eis que em uma longa entrevista, do novo comandante do 8º BPMERJ, logo ali, na primeira resposta, o jornalista diplomado, transcreve a resposta, e ao tentar grafar a palavra faixa, tascou um "FACHA"...

Um horror...um horror...Desisti da leitura do jornal, fechei o hebdomadário, e procurei um lixeira, e encontrei uma com o nome "alciones de rio preto"...não tive dúvidas, uma lixeira com nome próprio, e apropriado, para um jornal que é um lixo...

E olha que por esses dias, um quase-conhecido intelectualóide que faz as vezes de jagunço-articulista, criticou os blogs, e teceu loas "acadêmicas" e prolixas ao "novo e dinâmico" veículo...

Lamentável...

Vitória histórica...I e II

I

O football tem dessas e outras coisas...Quando mais pareceia que iria ganhar o match, na Vila Famosa, contra o Santos, o Flamengo perdia...Quando mais parecia que perderia, venceu...

Quebra, não só a série de quatro matches sem vitórias...Impõe uma derrota inédita ao "Peixe" em seus domínios...De acordo com a narração do Luís Roberto, a única vitória se deu em um amistoso em 1973, com um goal de Vanderlei Luxemburgo, então lateral esquerdo no team rubronegro, contra o esquadrão santista, hoje, ironicamente, dirigido pelo coach Luxemburgo...

Destaque para as palavras embargadas do técnico interino Andrade, ex-jogador da seleFla, da década de 80, com justa homenagem ao goleiro Zé Carlos, falecido esta semana...Caráter, solidariedade e identificação com as cores que defende...Andrade nos mostrou que isso ainda é possível, embora, raro, muito raro...


II

A seleção brasileira de volleyball, que realiza sob o comando de Bernardinho sua transição, recupera sua posição de destaque, e reafirma com cores de ouro, no sexto título da Liga Mundial, igualando-se a Itália, a continuidade de nossa hegemonia nesse esporte...
Nada como uma vitória no quinto set, na casa do adversário, a fortíssima Sérvia, para testar os nervos dessa nova geração...

Parabéns a rapazeada do Volley e a seu competente técnico...

O jogo, a torcida e o time...

Como dissemos, no post aí debaixo, desde ontem estamos sem condições de atualização, e portanto, alguns dos temas de ontem serão tratados a partir de agora...

Foi na tarde desse último sábado que fui, à convite de um grande amigo, ao jogo na rua do Gás, no Estádio Ari de Oliveira e Souza, casa onde o Goytacaz Futebol Clube manda seus matches...

Fui, como amante do esporte bretão, embora não faça parte da torcida alvi-anil...Fui, e se não me arrependi totalmente, foi graças ao espetáculo de devoção da torcida azul...Por tudo isso, pela dedicação desses torcedores, que os episódios que narrarei aqui adquirem cores mais frustrantes...

Desde a chegada ao estádio, o signo da desordem e da confusão, que só não se transformaram em desastre pelo ótimo humor e clima de alegria disseminado entre famílias de torcedores, todos ansiosos por rever seu time de coração...

O trânsito, que deveria ter sido interrompido, não foi, e como de costume alguns idiotas, buzinavam e ameaçavam pedestres que ocupavam as ruas, devido a falta de espaço nas calçadas, e pelo próprio aumento de fluxo de pessoas...

Nas bilheterias o caos, e torcedores se espremiam em enormes filas, ou se arriscavam a comprar ingressos nas mãos de cambistas pé-de-chinelo, que adquirem seus ingressos com o artifício da meia-entrada, e depois os revendem pelo preço cheio...

Após a compra, homens, mulheres, e um enorme número de crianças, se espremiam tal e qual bois destinados ao matadouro, por um único acesso no portão das "sociais"...

Revista para impedir acesso de pessoas armadas, objetos cortantes e, ou outros materiais ilícitos e etc...? Nem em sonho...!

Quem sabe o promotor público, Evanes Soares Amaro Júnior, que também estava entre os torcedores, poderá, com sua promotoria de interesses difusos, interpelar a diretoria daquele clube, e quem sabe a federação de futebol, pela péssima organização do espetáculo, que colocou, ontem, em risco, a vida de milhares de pessoas...

Ainda assim, toda a família alvi-anil deu exemplo de amor ao futebol e a seu clube, pacificamente, como manda o figurino, e fez nas arquibancadas o seu ritual de apoio a um time que jogou um futebol medíocre, e até sofrer o gol do team visitante, o Sendas, deu apenas dois ou três chutes a gol...

O Goytacaz foi mal escalado desde o início, e insistiu com um resto de jogador, o meia Rondinelli, que só fez irritar os espectadores com jogadas bisonhas e chutes ridículos...

O goalkeeper do Goyta é uma piada...Nada mais a dizer sobre ele...

Empurrado pelo apoio, o time local continuou a lutar, mas de forma atabalhoada e ineficaz, até que o forward, que veste a camisa 9, foi derrubado na área...

Cobrada com sucesso a penalidade máxima, o jogo terminou no empate em um goal...

Outra nota dissonante no jogo de ontem foi a presença do deputado estadual do PSB, wilson cabral...
Claro que ele tem todo o direito de ir a jogos de seu time de preferência...O que não pode é ir no carro da ALER, placa 0100, da liderança do PSB, senão me engano, um VW BORA de cor preta...

O velho e mau costume de usar o bem público em proveito próprio...





Pane...Houston, we had a problem...

O fornecimento de serviços de internet do Brasil é conhecido por ser um dos piores do mundo, a despeito desse país figurar como um dos que possuem um enorme número de usuários, e de que esses usuários tenahm o segundo maior tempo de utilização em horas/mês...

Além de ruim, é caríssimo...

Eis que a Operadora MORTO-vivo interrompeu o serviço desde a última sexta-feira, e só hoje, podemos retomar normalmente nossas atividades...Ontem, a pequena atualização se fez graças a uma lan house...

Contamos com a compreensão de todos...

sábado, 25 de julho de 2009

Ainda silêncio...TROLhadinHAS...

Segue a folha de embrulhar peixe podre, e seus sócios do PIG campista sem dar nomes aos bois...Então, vamos com as série: TROLhaDInhAS, as perguntas que não calam:

  1. Quem é o dono da Usina Sapucaia, flagrada essa semana com trabalhadores submetidos a condição de escravos em suas terras(nesse caso, terras sob sua posse)...?
  2. Até quando a Usina Santa Cruz dará água podre para seus trabalhadores beberem...?
  3. Qual é a posição da FIRJAN sobre o assunto...?
  4. Qual a posição da ACIC sobre o assunto...?
  5. Qual a posição da comissão de direitos humanos da OAB sobre o assunto...?
  6. Qual a opinião da Associação Campista de Imprensa sobre o assunto, e sobre o silêncio da imprensa sobre o assunto...?
  7. Será justo investir dinheiro público em um setor que tritura gente...?
  8. Até quando a "boa sociedade" campista vai adular e tolerar esse tipo de gente, que vive às custas do sangue(literalmente) de outras gentes...?
  9. Será que serão publicados poemas e odes aos usineiros pela acadêmica Arlete Sendra, recém homenageada pelo neocoronelato campista...?
  10. Você gostaria de receber uma medalha ou qualquer outra homenagem das mãos que "chicoteam seus escravos" no eito...?

barrichello, o pé frio...

Como se não bastasse ser um piloto apenas razoável, com cara, jeito e comportamento de idiota, o rubens barrichello quase passa para a História como "assassino acidental" do piloto Felipe Massa...

Coisas que só acontecem com barrichello...

Destaques da TrOLha...

O blog sociedadeblog.blogspot.com tem mais um cúmplice...Trata-se do Cláudio Kezen , músico e luthier, que ver por outra nos dá o prazer em nosso cantinho...Ótima "contratação" do Sociedade Blog...

Veja lá o destaque de hoje, com Cláudio Kezen lá no Sociedade...A série: Haikai...Vale à pena...

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Pensando bem...

Se Campos dos G. tem quatro ou cinco Usinas em funcionamento, logo, se duas delas, pelo menos, submetem seus trabalhadores a condição análoga a de escravidão, poderemos dizer que a exceção torna-se, aos poucos, regra...Onde está a FIRJAN e entidades de classe patronais para condenar tal prática...?
Ahhh, desculpem, pois esqueci que o neocoronel e o bom presidente encarnam no mesmo corpo...!

xacal jorge velho, capitão-do-mato e traficante de índios aposentado...

Da série: Fábulas da TrOLha...

Todos conhecem a historinha do escorpião-usineiro e do sapo-comunidade...

Eis que à margem de um rio, o escorpião-usineiro vislumbra a outra margem, mas devido a sua fragilidade, e sua constituição, morrerá ao atravessá-lo...Um sapo-comunidade, um solidário sapo-comunidade...
Ao contrário dos seus pares, acusados de terem "olhos grandes" e viverem na lama, o sapo-comunidade resolve oferecer uma "carona" ao escorpião...Ignora assim o risco de ser picado, ou quis assumí-lo, tanto faz...

Eis que em meio a travessia o escorpião tasca-lhe uma bela picada...
O sapo, atônito, pelo gesto, e pelo veneno inoculado rapidamente em sua corrente sangüínea, pergunta-lhe:
-Mas morreremos os dois...por que fizeste isso...?
-É da minha natureza...!

TrOlha revival...Da série: The Cult(Eletric)...

(...)

I saw the Devil,
The King Contrary man,
I saw the Devil,
Down on the long, long road...

He said to me: boy,
I want your soul...
I said no,
You can't take my soul...

I took a while,
Thought about it,
Down in the crossroad,
Tempty fate, yeah...

I said,
Yeah,
You can take my soul...

(...)

Destaque da TRolhA...

Docinho, Lindinha e Florzinha continuam a infernizar a vida do macaco louco da lapa...

Leiam aí esse cruzado de esquerda, mais um uppercut, seguidos de jabs curtíssimos...

Fala Garotinho...


Fala Garotinho... Você agora não fala? Não ouve? Não enxerga ?

(...)

REFRESCANDO A MEMÓRIA
Em 29 de outubro de 2008 às 12h40min o ex-Governador e palpiteiro oficial da Prefeitura de Campos soltou em seu blog o seguinte texto sobre a terceirização da merenda no Estado:

"Não tem justificativa a decisão do governo Sérgio Cabral, de mudar o sistema implantado no meu governo, de descentralização das compras para a merenda escolar. Vai se gastar uma fortuna desnecessariamente e o pior é que vai ser reduzida a quantidade de comida e o valor nutricional. Quando era governador repassava para os diretores das escolas, a verba para a compra dos produtos usados na merenda. Com isso além de se fazer uma grande economia, o dinheiro ainda movimentava a economia local, já que os diretores faziam suas compras de produtores e comerciantes próximos. Agora, como vocês leram na reportagem publicada no Globo na Internet, está sendo feita uma licitação para que uma única empresa forneça a merenda para 930 escolas da rede estadual. O preço vai sair mais de seis vezes o preço de hoje. De R$ 0,32 por aluno / dia, a merenda vai custar diariamente R$ 2,09. Mas o mais espantoso é que edital prevê a redução de 50% na quantidade de itens como carne, arroz e legumes. Isso significa que o estado vai pagar muito mais e as crianças vão comer menos. Só gostaria que o governador Sérgio Cabral, antes de embarcar para Nova York, no sábado, explicasse essa medida prejudicial aos cofres públicos e à saúde e ao aprendizado das crianças."
E agora???? Será que o palpiteiro mudou o seu pensamento?
Só se for por R$60.000.000,00.
Ser pedra é mole, duro é ser vidraça!

Idiotice sem tamanho...

O populismo jurídico-penal é um câncer da sociedade, que precisa ser extirpado sem dó, sob pena de causar mais estragos a Democracia, ao Estado de Direito, e enfim, a segurança dos cidadãos. do que a própria criminalidade...

Eis que li, em um dos blogs de coleira da folha de embrulhar peixe podre, que o MPE, A Justiça e a cúpula da Segurança Pública fluminense, no intuito de evitar que homicídios praticados por policiais em serviço, constem como legítima defesa, os chamados autos de resistência, proíbiram(ou imginam poder proibir, sabe-se lá como...) que policiais envolvidos nessas ocorrências socorram as vítimas, os suspeitos alvejados em combate, para os hospitais...Só equipes dos bombeiros poderão fazer o atendimento, e caso necessário, o transporte para que as vítimas sejam atendidas...

O argumento é que policiais utilizam esse expediente para desfazimento de cenas de crimes, levando cadáveres para atendimento, com intuito de turbar a instrução criminal, e portanto, afastarem a possibilidade de serem implicados por esses crimes...

Primeiro erro dessa medida: generalizar, e baixar uma norma pela exceção e não pela regra das condutas...Se há fatos criminosos cometidos por policiais, ou qualquer outro agente do Estado, que sejam punidos com extremo rigor, mas a luz da legalidade...

Outro aspecto grave é que esse expediente confrontará dois interesses jurídicos tutelados pelo Estado, e que ficarão em confronte irreconciliável...O policial, ou agente estatal de segurança, tem obrigação legal de prestar socorro a uma vítima, e nesse caso, a demora no atendimento pode significar a extinção das vidas que a medida baixada, em acordo entre os órgãos citados, dizem querer proteger...

E a pergunta é: a vida de alguém, mesmo que seja suspeito, pode esperar atendimento, com risco de morte, só para evitar que maus policiais desfaçam cenas de mortes já consumadas, cujas autorias o Estado confessa, desde o início, ser incapaz de elucidar...?

O populismo jurídico-penal, como dissemos, é uma idiotice grande...e perigosa...!

Destaques da TrOLha....Sem comentários...

Do blog do Cléber Tinoco...

QUINTA-FEIRA, 23 DE JULHO DE 2009

Reforma de gabinete vale um apartamento de 2 quartos na área nobre

O Secretário de Saúde vai realmente pagar R$ 138.163,70 (cento e trinta e oito mil, cento e sessenta e três reais e setenta centavos) pela reforma de seu gabinete, conforme extrato contratual publicado hoje no diário oficial. Com menos do que isso é possível comprar um apartamento de 2 quartos na área nobre e ainda sobra dinheiro para a mobília.

Pensando bem...

"Oe to you, oh earth and sea...For the Devil sends the Beast with wrath, because He knows the time is short...Let Him who have understandig reckon the Number of the Beast...For it is a human number...It's number is six hundred and sixty, six..."

Apocalipse...

TrolHa MuraL...

Fala aí, rapazeada do movimento estudantil...
FEC será reconstruídaEra uma vez... Assim pode ser contada a história da Federação dos Estudantes de Campos (FEC). A entidade estudantil é a mais antiga do Brasil, fundada em 1933, e já foi palco de diversas lutas. Porém, durante os últimos anos, a FEC permaneceu sem gestão e foi alvo de polêmicas que afastaram os estudantes da sua representante.Mas esse quadro está com os dias contados para terminar. Estudantes de várias escolas se organizam para reconstruir a entidade. O movimento convocou o Conselho Municipal de Entidades de Base (COMEB) para a próxima terça-feira (dia 28) às 14 horas no auditório do IF-Fluminense.Com o tema "Fazer o movimento, reconstruir a FEC!", o COMEB contará com a participação de vários grêmios estudantis. Na pauta de discussão está a convocação do próximo Congresso da FEC, onde será eleita uma nova diretoria para a entidade.De acordo com Hugo Pereira, presidente do Grêmio do Liceu de Humanidades de Campos, todos os grêmios estudantis e os estudantes estão convidados para participar do Conselho. Segundo ele, a idéia é fazer um COMEB democrático, onde todos possam dar sua opinião e colaborar com a reconstrução da entidade."O COMEB é a instância que convoca o Congresso e onde as decisões são tomadas. Estamos na imprensa, para convidar todos os estudantes à participarem", disse Hugo, que participará do Conselho juntamente com grêmios de escolas importantes, como o IFF, o ISEPAM e outros.Para o estudante Maycon Prado, do C.E. Desembargador Álvaro Ferreira Pinto, reconstruir a FEC é reconstruir a história do movimento estudantil de Campos. Para ele, a próxima gestão da FEC terá a missão de apagar a mancha que a entidade obteve nos últimos anos."Nós precisamos de uma entidade para representar os estudantes e olhar para a questão do passe-livre e da meia-entrada, por exemplo. A FEC formou muitas lideranças e tem uma história muito bonita", afirmou Maycon, ressaltando que defende uma entidade democrática e independente.O Conselho Municipal de Entidades de Base da FEC tem entrada franca e é aberto a todos que queiram participar. Maiores informações podem ser obtidas pelo email comebdafec@gmail.com.
_________________________________________




Posted by Picasa