terça-feira, 7 de julho de 2009

Obituário...


Não é que os grandes jornais morreram, ou mesmo a imprensa escrita...O que morreu foi a idéia de monopólio da verdade que vendiam...A intermediação quase que exclusiva que faziam, para fazer prevalecer seus interesses de classe, sempre sob o mito de uma imparcialidade que nunca existiu, nem existirá...

Os que souberem se adaptar a esse nova realidade, conseguirão alguma sobrevida...Outros não...E o mundo, a vida, a Democracia, enfim, o Universo não ficará pior, nem melhor, simplesmente, prosseguirá...

A folha de embrulhar peixe podre está condenada ao ostracismo...Não importa em que mídia se expresse...Se papel, ou pelos bites...Em palavras intelígíveis a todos, são os próprios folhas os algozes da folha...
Pois não importa que ela ainda perambule como um corpo físico, carros, redações, câmeras, equipamentos, rotativas, etc...A idéia que seus donos faziam dela, como formadora, influenciadora e modeladora de opiniões públicas e publicadas é que está morta...definitivamente...

Sua obsolescência é de conteúdo, não é de forma...É de gênese...de classse...de gênero...

Resta-nos, como deus da morte, embalsamar a folha de embrulhar peixe podre...Essa é nossa tarefa...


Imagem: do blog dihumor.blogspot.com...

Nenhum comentário: