quinta-feira, 2 de julho de 2009

Patetice endêmica...

Para algumas doenças há cura, para outras não...Nesses casos, melhor remédio é a prevenção...

Mas para alguns tipo de enfermidade, não há remédio ou vacina que dê jeito...São tão perigosas, que em determinados círculos, nem são consideradas como uma ameaça...

A burrice, ou patetice é uma patologia "grave" de certos jornalistas de coleira...A patetice tem viés endêmico, a saber: ocorrem de forma perene, em níveis estacionados e que oscilam de forma cíclica...

Ávidos por emitir opinião sobre tudo(o que não seria ruim...), avançam sobre temas sobre os quais não tem qualquer conhecimento...

É de pasmar que os jornalistas queiram garantir a exigência do diploma para falar e escrever, mas não tem o mesmo zelo acadêmico quando falam sobre temas que lhes escapam a competência...

Vejam a imbecilidade crônica que assola o OrDInÁRIO...

Todos sabem o que é uma pandemia, e porque elas assim são classificadas...São ocorrências em escala gigante e universal de uma epidemia, quer dizer, atingem todos os recantos do planeta, com expansão exponencial...

Há medidas determinadas que trabalham com os efeitos de uma pandemia, como no caso da gripe A, ou h1n1...

No entanto, supor que algum governo ao redor do mundo possa adotar um cerco que isole o seu território da infestação dessa cepa de vírus só pode ser considerada uma canalhice...

Leiam a nota do colonista ordinário, portador do gene imbecilis patetiae 22...

Em baixa

Brasil não fechou o cerco e a gripe suína já começa a rondar Campos.

Um comentário:

Anônimo disse...

Só faltou escrever:fechar a cerca do chiqueiro"1 RSRSRS