sexta-feira, 24 de julho de 2009

Pensando bem...

Se Campos dos G. tem quatro ou cinco Usinas em funcionamento, logo, se duas delas, pelo menos, submetem seus trabalhadores a condição análoga a de escravidão, poderemos dizer que a exceção torna-se, aos poucos, regra...Onde está a FIRJAN e entidades de classe patronais para condenar tal prática...?
Ahhh, desculpem, pois esqueci que o neocoronel e o bom presidente encarnam no mesmo corpo...!

xacal jorge velho, capitão-do-mato e traficante de índios aposentado...

Nenhum comentário: