segunda-feira, 6 de julho de 2009

TrOlha em destaque...

Há textos raros...esse é um deles...Invejo essa delicadeza de tratar um assunto com emoção, sem ceder a pieguice...

Leiam Antonio Fernando Nunes, em seu blog fotoatenta.blogspot.com/, e me digam se não tenho razão...Bom, mesmo que eu não tenha razão, vou continuar a gostar...

"DOMINGO, 5 DE JULHO DE 2009

Agências bancárias mais tristes

Os banqueiros não têm motivos para estar tristes. Disso sabemos. Mas os bancários de Campos sim. Há um mês as agências da cidade estão privadas da alegre presença do Marquinhos. Muita gente o conhece porque ele costuma ser presença constante na região central.
Sempre apressado, com seu indefectível crachá no paletó, os óculos de grossas lentes e não raro um sorriso. No início de junho Marcos Gomes Carvalho, 54, sofreu um Acidente Vascular Cerebral que o deixou por 17 dias na UTI do Hospital da Unimed.
Neste sábado pôs um basta ao período de afastamento das ruas. Desejou fazer a barba e sua irmã o levou à barbearia de José Alves - este por sua vez uma história a parte - na Avenida Pelinca. Por enquanto nosso simpático Marquinhos depende de uma cadeira de rodas e do esforço da irmã para se locomover.
Mas segundo ela, os médicos constataram que não houve lesão da estrutura neurológica e ele deverá progredir na recuperação em sessões de fisioterapia. O braço e a perna esquerda estão enrijecidos.
Marquinho não desanima, felizmente. Ele faz parte de uma galeria especial da humanidade. Vive com alegria, semeia a paz, a simpatia e a ideia de que o ser humano pode ser ele mesmo, do jeito que é.
A todos nós, creio, só resta entender que somos diferentes e que podemos e devemos ser felizes assim. Numa boa."

5 comentários:

Esterilização Obrigatória disse...

Se gosta do seu animal de estimação esterilize-o por favor, o Controle Populacional é muito importante.
Mais informações em: http://esterilizacao-o.blogspot.com/

Anônimo disse...

"Mas louco é quem me diz
E não é feliz
Eu sou feliz!" (Arnaldo Baptista)


Não só os bancários estão tristes, mas os clientes também. Marquinhos só faz bem a todos.

Lembro que, em criança, tinha medo dele("narciso acha feio o que não é espelho"); com o tempo era uma alegria encontrá-lo na agência bancária, amenizava a longa espera para ser atendido, consequência da exploração capitalista(sobrecarga de trabalho pela falta de funcionários).

Desejamos a Marquinhos rápida recuperação: o dia-a-dia fica melhor com ele.

O belo texto do ANTONIO FERNANDO NUNES é uma ode à diversidade; parabéns!

PS.: Não percam!

O filme "Loki – Arnaldo Baptista"; compositor, cantor e pianista (Arnaldo Baptista), líder e mentor do fantástico grupo Mutantes, trio formado ele, seu irmão Sérgio e por Rita Lee e que foi um marco da nossa música nos 60/70.

Ana Paula Motta disse...

Eu também o texto de uma sensibilidade ímpar. Muito bonito e delicado, coisa mesmo do Antonio Fernando.

Leandra disse...

A primeira vez que vi Marquinho foi em Guaxindiba - SFI, ele, como eu, passa verão lá, ele sempre muito prestativo dava toda a programação da festa de Nsa Sra dos Navegantes, e a previsão do tempo, entre outra coisas, todo ano a mesma coisa, se vou a Guaxindiba e não ver Marquinho não vale! Quando ainda era criança e vi Marquinho no banco pela primeira vez pensei: Ela trabalha pra muito, ele trabalha na praia e no banco, é bom mesmo!
Quando cresci (adulta) tive certeza que ele era bom mesmo, na verdade todo anjo da Guarda é bom, e é isso que ele é Um Anjo da Guarda.
Muita saúde para ele, pq eu quero ir para Guaxindiba e ir aos bancos e encontrá-lo muitas vezes ainda.
Um Abraço!

Leandra Barcelos

NINO BELLIENY disse...

Caro Trolhista:seu texto tb é muito bem escrito.E o do Antônio tb.Logo,estamos bem servidos.
Nino Bellieny
ninobellieny.blogspot.com dê uma passadinha .Obrigado.