sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Nosso dinheiro, nosso direito, nossa voz...! CENSURA, NUNCA MAIS...!

A comunicação é um bem universal da Humanidade...É a percepção que temos da possibilidade de comunicar nossas vontades, nossas demandas e nossos desejos, e contextualizarmos essa comunicação em redes sociais, para além das necessidades básicas e instintivas da sobrevivência, como outras espécimes, que nos permitiu, dentre outras coisas, estabelecermos um domínio sobre os recursos naturais, a possibilidade de adaptção ambiental, e por que não dizer, inclusive, nossa enorme capacidade de destruir o que nos cerca, e a nós mesmos...

O direito a livre informação é, portanto, uma expressão desse bem universal, e está na cataegoria dos direitos humanos fundamentais...

Como em todos os lugares do mundo, onde o Homem se reúne sob alguma forma de organização, quer seja a estrutura normativo-jurídica estatal, quer seja um arranjo tribal de costumes e tradições, a comunicação ocupa um espaço próprio, e em certas ocasiões, pode até transformar-se em fim em si mesmo, o que nem sempre é desejável...

Assim, os meios da comunicação podem ou não ser enquadrados em regimes de propriedade ou esquemas formais, ou pertencerem a instâncias comunitárias e gratuitas, mas fundamentalmente, todo ser humano nasce com um aparato de comunicação prórpio e independente: cognição e linguagem(oral e ou escrita)...

A partir do surgimento de tramas sociais mais complexas, aprofundadas com a expansão capitalista, levada a cabo com as gigantescas transformações telemáticas as quais experimentamos nesses últimos anos, grandes conglomerados empresariais, originariamente do ramo de comunicação ou não, enfrentaram o desafio de se apoderar da produção e transmissão de conteúdo, certos de que a posse dessa "agenda" definiria os rumos do exercício do poder, em todas as instâncias...

Informação, hoje, é tudo...Nos acostumamos com essa assertiva, sem nos darmos conta da complexidade que se esconde atrás dela...

Basicamente, a idéia de que a mídia está a serviço das pessoas, e da veiculação da imagem de empresas, atualmente, não pode mais ser falsa...Não é mais possível mais definir, em limites claros, onde o meio está a serviço de alguma mensagem, ou vice-versa...

Essa promiscuidade não é acidental, aliás, como nada nesse mundo...Onde os poderosos dizem haver coincidência, enxergamos conseqüências...Sempre...!

Em Campos dos Goytacazes, a expressão dessa proposital consfusão entre meio e mensagem, entre empresas de mídia, interesses econômicos e poder político tem sua imagem mais acabada no grupo folha da manhã...

Contorcionismos oportunistas à parte, é nesse grupo que a elite local vocifera seus conceitos, estabelece paradigmas, entrava iniciativas de mudança, e enfim, solapa o surgimento de uma sociedade baseada em preceitos republicanos e democráticos...

É nesse grupo que o ideal do monopólio do acesso/formulação de informação se realiza de forma mais bem definida...

O surgimento de meios alternativos de produção de conteúdo/opiniões, como blogs, twitter, etc, etc, é uma grave ameaça a um grupo empresarial que fincou suas bases em princípios anacrônicos, geneticamente filiados ao que há de pior em escala global, como os veículos tradicionais, e suas práticas "tradicionais"...

Longe da efervescência cosmopolita dos grandes centros, agem como "coronéis" da notícia, com leitores-de-cabestro e jornalistas-de-coleira...

Repetem a mesma lógica, que lhes dá um verniz cultural-ideológico que há muito combatemos: privatistas anti-estatais, mas com verbas e favores públicos...Livres-empreendedores, desde que não haja concorrentes à altura...Democratas, desde que seu interesse e opiniões sempre prevaleçam...

É esse tipo de gente, ou de comunicadores que combatemos por aqui...

Não podemos permitir que nossos IMPOSTOS continuem a financiar pessoas e grupos econômicos que usarão esses GIGANTESCOS RECURSOS para CALAREM NOSSA VOZ...!

O Governo Lula, e principalmente, o Ministro Franklin Martins, vítimas do autoritarismo e de todas as formas de CENSURA, não podem continuar a cevar os GORILAS que querem calar os cidadãos de Campos dos Goytacazes...

DINHEIRO PÚBLICO NÃO PODE FINANCIAR A CENSURA...CENSURA NUNCA MAIS...

2 comentários:

Luis Bento disse...

Em relação ao Roberto Morais não podia dexar de fazer outra coisa...além de postar um texto, enviei link da notícia, via Twitter, para os jornais portugueses: Correio da manhã, IOL, etc.etc. Cá em Portugal também andam com "ideias" sobre os blogs. A liberdade de expressão assusta.

Roberto Moraes disse...

Assinado,
Roberto Moraes Pessanha.