sexta-feira, 28 de agosto de 2009

O barão e o governador...

A revista Carta Capital dessa semana trouxe, entre suas páginas 30 e 33, a reportagem, realizada por Gilberto Nascimento, direto de São João da Barra...

O título: Porto da discórdia...

No texto, a repercussão da ação proposta peloMinistério Público Federal em desfavor do complexo portuário do Açu, de propriedade do bilionário Eike Batista...

Lá, estão as peripécias do barão, que teve que "desistir" do outro mega-empreendimento, o Porto Brasil, em Peruíbe, litoral sul São Paulo, que pretendia desalojar indígenas da região...

Outra "pedra" no sapato do barão de SJB foram as suspeitas de fraudes em licitação para concessão de uma estrada de ferro, que serviria a empreendimentos de mineração da MMX no estado do Amapá...Ali, com a deflagração pela PF da Operação Toque de Midas, que apurava essas irregularidades, a empresa do barão de SJB perdeu 10 bilhões de reais, em valor de mercado, em duas semanas...

Foram ouvidos, além dos assessores de imprensa da LLX, moradores, o professor Sofiatti, bem como foi publicado parte da ação proposta pelo MPF...

Uma bela reportagem...

2 comentários:

Anônimo disse...

Caro Xacal
Vc ta ficando um chato
Estes artigos de sofiati ja era - esse cara nunca teve uma ideia melhor para colocar no lugar dqla q combateu - so sabe criticar.
Andral Tavares Filho procura um lugar ao sol na politica - brincadeira espero q ele continue dando aula de oratoria
Xacal volte ao reduto onde o nosso quintal e mais importante.
O porto e progresso o MP q lute para esse governador pague o real dos terrenos

Anônimo disse...

Essa manifestação ontem em SJ da Barra contra adesapropiação seria louvável se não tivesse o sr. Betinho Dauaire e o ex governador Garotinho orquestrando tudo, isso é o que o povo de lá está falando!!