sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Onde está Wally...???? Sumiu de novo...???

Todos sabem como políticos no exercício de algum mandato ou cargo temem a imprensa...Não só pelos motivos óbvios, mas também pela capacidade desse setor em "assasinar" reputações...Portanto, esse blog não advoga aqui que o vereador renato barbosa, do PT, assuma uma postura suicida...

Mas é preocupante, mais uma vez, e logo agora que o vereador parecia ter assumido uma postura, assim, digamos, mais firme, em relação aos temas que afligem seus eleitores, como: os desamandos administrativos da trupe dos patetas da lapa, dentre outras coisas, surge esse atentado contra a liberdade de expressão, executado pela folha de embrulhar peixe podre...

Um parlamentar do PT não pode vacilar em uma situação dessas...E não me venham com exemplos sobre outros parlamentares, ou mandatários do PT que vacilaram ou se esconderam...Um erro não justifica outros, e ao lixo da História com todos eles, e com quantos mais aderirem a essa atitude covarde...

Nós, que temos no DNA a luta pelas liberdades democráticas, que estamos às portas de lançar uma candidatura de uma ex-torturada e censurada pelos anos de chumbo e seus gorilas, não aceitaremos que nossos parlamentares se escondam através das conveniências pessoais e estratégias de auto-preservação...

Com a fala institucional que o mandato PETISTA lhe confere, o vereador tem a obrigação de repudiar esse, e todos os atos de CENSURA a liberdade de expressão...

A não ser que, ele também coadune com os algozes da Democracia e do Estado de Direito...
Bom, aí é melhor pedir para sair...

5 comentários:

Anônimo disse...

Estou me lembrando do Lula, quando determinou a expulsão do jornalista americano, quando o mesmo citou que ele era chegado a uma cana.
Viva a liberdade de expressão!!!!
Procurá-se um político diferente no exercício do mandato.
Como dizia uma música antiga:São todos iguais braços dados ou não.(adaptando)

rufus disse...

Ora Caro anônimo (a),

Consideremos que sua provocação advenha apenas de certa "ingenuidade" - ou idiotice mesmo!
Pois se fosse o caso de má fé, desnecessário seria alerta-lo para a distinção nada sutil entre exercício da liberdade de expressão e exercício da leviandade ou da irresponsabilidade editorial. Um mau caráter sabe muito bem distinguir sua prática da honesta defesa de opinião.
Ademais, rufus é um parvo em matéria de música. Mas, apesar do forte apelo histórico, do ponto de vista estético, numa apreciação diletante, considera a obra por vc citada de gosto duvidoso.

Anônimo disse...

Caro Xacal,
Mais uma vez peço desculpas por ser repetitivo, mas as suas seguidas postagens de "fogo amigo" me levam a isso...
Novamente volto a escrever, para dizer que concordo em parte com você. E mais, escrevo também para saborear o tão gostoso debate, que tanto tem medo a folha e o diário (em letras minúsculas mesmo). Por isso, sobre o seu texo, digo, e repito aquele humorista que agora não me recordo o nome, "nem tanto mestre, nem tanto..."
Renato Barbosa é o que tem de melhor na Câmara de Vereadores de nossa cidade. Isso é um fato.
Não nego que ele poderia ser melhor aqui, falar outra coisa acolá... Mas, é uma esperança de dias melhores... Isso também é um fato, hoje.
Temos que entender, e sei que você entende, que a política é uma arte, e é demasiadamente complicada, muitos interesses, muitas concessões...
Apesar de ser este o meu objetivo de vida, não chegaremos à nossa cidade ideal de um dia para o outro, uma longa escada, inúmeros degraus, talvez eu nem possa assistir esta grande festa...
O que quero dizer é que entendo sua crítica, mas não concordo com os tiros nesta direção, pelo menos agora...
Nossas munições devem ser dirigidas a quem realmente merece, e também para uma nova era surgir nesta cidade, o que já passou da hora. Aí sim, poderemos atirar ou dependendo da ideologia pregada, servir de escudo...
Abraço
Paulo Sérgio

Xacal disse...

Caro Paulo,

Fique sempre à vontade para externar seu ponto de vista...

Não há "fogo amigo", pois o renato barbosa ainda não demonstrou ser merecedor dessa condição: amizade requer lealdade e compromisso, e o vereador ainda não manifestou, como já disse, nenhum dos dois...

Nesse embate pela liberdade de experssão, como em outras questões, é preciso sim, como você disse, entender as injunções complicadas do exercício da política, mas essas dificuldades não podem esconder nossas manifestações claras sobre QUAL lado estamos...

Caso contrário, o que fica é a covardia, o oportunismo, e em alguns casos, os dois juntos...

É claro que a "cidade ideal" não aparece de um dia para o outro, e creia: já se vão mais de vinte anos que estou na luta por ela...

Utilizo seus argumentos para perguntar: de que vale ser o "melhor" em uma câmara como essa, e;
o que é ser o "melhor"...???

Não preciso te lembrar a origem(gênese)política do vereador, que até prove contrário, desabona qualquer esperança de que ele queira a "cidade ideal"...ideal para quem...????

É justamente o oposto: se o vereador quer se desafzer dos cacos do telhado de vidro que ainda grudam em seu mandato deveria estar se portando veementemente contra os desmandos do governo atual e apontan do os erros do passado...

Ahhh: o "nem tanto, menstre" é um bordão criado pelo saudosíssimo Rogério Cardoso, no personagem "Rolando Lero", no programa "escolinha do Prof. Raimundo"....

Um abraço....

Anônimo disse...

Caro Xacal,
Os debates mais "cabeças",sem querer minimizar as discussões em outros blogs, ocorrem aqui...
Até por este motivo, e você já deve ter percebido minhas inúmeras postagens (despulpe por ser um pouco chato às vezes), gosto de intensificar este espaço democrático de debate.
Talvez, poderíamos interagir de forma mais ampla, entretanto, mais agrupada, para buscar caminhos para uma nova cidade.
Afinal, nada é em vão...
Abraço
Paulo Sérgio