segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Simon, cospe ou engole...?

Para além da farsesca atuação, transmitida e paga pelo bolso do contribuinte, entre o senador pedro simon e os defensores de sarney, que foi editada pela tv globo pig, como forma de pintar um simon heróico, acossado pelos jagunços sarneyzistas, fica uma certeza...A hipocrisia é um esporte nacional...

Sim, porque o "heróico e quixotesco" simon hasteia e sacode a bandeira da ética no púlpito do Senado, em Brasília...De lá, ouviu um "ultrajado" collor mandar-lhe engolir as palavras...

Mas em sua terra natal, o Rio Grande, simon, o vestal, acode em auxílio a yeda via crucis, governadora tucana, atolada até a garganta em um lamaçal de corrupção que faria corar até o analista de Bagé, e que a rede pig esconde com zelo...

E por aí vai simon...No planalto, cospe moralismo...Nos pampas, como bom gaúcho ele engole...

Má, bá tchê...

16 comentários:

Anônimo disse...

Eu gosto do Pedro Simon!!!
Nem sempre concordo com você Xacal.

Xacal disse...

uffaaa...! que ótimo, afinal essa é a motivação maior desse blog...!

mas veja, que não trato aqui de gostos pessoais...eu também nutro uma simpatia pelo velho gaúcho da ala "ética" do pmdb...

o que não me impede de enxergar sua hipócrita postura...

com yeda crucius pode...com sarney, não...?

um abraço, e continue discordando...sempre...de tudo...! inclusive de si mesmo(a)...!

Anônimo disse...

E constatar que Sarney, Simon e Calheiros são todos senadores do PMDB.
São Lula (ex-sapo barbudo) terá que operar um milagre para não parecer que há um PMDB do bem e um PMDB do mal.

Anônimo disse...

O Simon esmagou a chapa Renan/Collor.

Anônimo disse...

Lembremos sempre que Pedro Simon tem toda uma tragetória política voltada para a verdadeira demacrocia, é um homem honrado, diferentemente de collor( com letra minúscula mesma), ou Sarney.

Anônimo disse...

Parece enredo de filme pornô!
Se bem que a história não passa longe disto, pois eles estão lá para foder com o povo mesmo.

Bicho Possuído
"Banda Bandalheira"

Roberto Torres disse...

Eu gosto cada vez menos do Pedro Simon,pelo seguinte motivo: ele nunca arriscou o seu enorme status de paladino da moral na política em nome de alguma coisa maior do que isso desde a redemocratizaçao. Ora, na política a moral nao pode ser um fim em si mesmo, moral tem quer usada como forca para derrotar os inimigos.

Matheus disse...

Bela análise, concordo em genero, número e grau. Mas infelizmente muitos brasileiros não conseguem enxergar que nosso presidente pratica a mesma coisa, Diz que nunca se combateu tanta a corrupção no país, mas disse que daria um cheque em branco ao Roberto Jéfferson, alguem se lembra ? Defendeu Sarney até pouco tempo, e ainda tenta fazer com que se " resolva " a crise no senado, apesar de estar com um discurso diferente nos últimos dias. Seu filho multiplicou e muito o patrimônio nos ultimos anos. Já pensou se essa nóticia fosse em Campos, que o filho de Arnaldo tivesse multiplicado o patrimonio dessa maneira, que auê estariam fazendo ? Longe de mim querer defender Arnaldo ,que se deixe claro, ele merece CADEIA como Mocaiber e muitos outros. A prática de clamar a ética a plenos pulmôes, mas cometer " deslizes não éticos" não vale, não é mesmo ?

Matheus disse...

colocarei um texto do Clovis Rossi na Folha de São Paulo de hoje, que ajuda o meu pensamento anterior.





CLÓVIS ROSSI

Imagens do lodaçal



Primeira imagem: Luiz Inácio Lula da Silva abraça Fernando Collor de Mello.

Ajuda-memória: Fernando Collor de Mello vem a ser aquele cidadão que, além de ter sido o único presidente afastado do cargo por falta de decoro em um país em que o decoro é artigo raríssimo, pagou a uma mulher para dizer na televisão que seu adversário (justamente Lula, naquele momento) quis obrigá-la a abortar da filha que ambos tiveram (Lurian).

Esse tipo de atitude é tão indecente, indecorosa, delinquencial que desqualifica qualquer pessoa para a vida pública (a rigor, também para a vida privada).

Não é, portanto, passível de perdão.

Lula até poderia aceitar o apoio de Collor para fazer parte da maioria governista.

Aceitou o apoio de tantos outros desqualificados que, um a mais, um a menos, nem se notaria.

Daí, no entanto, a abraçá-lo publicamente e a elogiá-lo vai uma distância que, percorrida, desqualifica também a vítima de antes.

Segunda imagem, a de ontem: Fernando Collor de Mello cumprimenta José Sarney.

Ajuda-memória: Fernando Collor de Mello vem a ser aquele cidadão que com maior virulência atacou o governo Sarney, a ponto de chamá-lo de ladrão, pelo que jamais pediu desculpas.

Sarney nunca escondeu o profundo rancor que sentia pelo seu desafeto, que, aliás, só se elegeu porque era o mais vociferante crítico de um presidente que batia recordes de impopularidade.

Ao abraçar Collor e aceitá-lo na sua tropa de choque, Sarney implicitamente dá atestado de validade aos ataques do Collor de 1989 e, por extensão, junta-se a ele na lama.

Que Collor, o indecoroso com condenação tramitada em julgado, ressurja com os mesmos tiques e indecências de antes compõe à perfeição o lodaçal putrefato que é a política brasileira.

Luis Carlos disse...

o Renan e color buscaram com o bate boca no senado atrair a midia para outro assunto que nao seja os atos secretos e o nepotismo descarado que o mesmo praticou.

Luis Carlos disse...

Eu nao consigo entender consigo entender como pode alguem querer justificar um erro com a alegacao de que outrora outro partido ou pessoa tenha cometido o mesmo e nao tenha sido penalizado com isso,principalmente em relacao à legislaturas passadas.Afinal,o que querem com isso? perpetuar a roubalheira? Eles foram eleitos para atuarem e corrigirem ditorcoes vinculadas principalmente em relacao a fatos atuais,nao querendo dizer com isso que erros anteriores nao devam ser observados,mas que nao se pode e querer que estes sirvam de base para se perpetuar a pilantragem.

Luis Carlos disse...

A ameaça do collor só serve para mostrar que essa turma que apoia o sarney é um bando de chantagista.Se existe alguma coisa, o seu papel seria mostrar e nao ficar esando qualquer situação,seja ela verdadeira ou falsa, para justificar a bandalheira que assola o senado.

Anônimo disse...

Xacal o Yan Hirano ta fazendo curço la em Brasília com o Sarney, e logo logo vai voltar ai para Campos para demonstrar todo o seu aprendizado.

Anônimo disse...

Com sua atitude, Collor bem demonstrou o mau caráter que é.
Desequilibrado, vem se aproveitando da situação para espargir o seu ódio.

Anônimo disse...

Uma fato que me fez não confiar no Pedro Simon foi a sua atitude em aceitar ser o candidado a Vice Presidente na chapa do Garotinho a Presidente.

Tudo estava caminhando para essa dupla Garotinho/Simon, até que a "casa caiu" com aquela "greve de fome" do Garotinho (greve de fome com direito a balinhas juquinha às escondidas).

Será que o Pedro Simon não sabe a espécie de político que é o Garotinho? Ou será que ele acha que, no funfo no fundo, em política vale tudo?

Só sei que depois desse episódio deixei de admirar a carreira política do Simon, uma decepção ...

Anônimo disse...

As putas que me desculpem pela comparação, mas político é igual a puta: Não importa como ou com quem, mas sim, que vai conseguir ganhar o que pretende.

Bicho Possuído