quarta-feira, 12 de agosto de 2009

TrOLha revival...

Diante dos últimos fatos, e de alguns comentários postados pela Hiena(hiena-feliz.blogspot.com), recuperamos um de nossos "textículos" sobre o jornal folha-gorila, ou folha-inquisição, ou como todos preferem folha de embrulhar peixe podre...

SEXTA-FEIRA, 15 DE MAIO DE 2009

A folha da luz vermelha...

Desde já, queremos que fique claro: A TrOLha não tem nenhum preconceito contra as profissionais do sexo, e inclusive, as apóia em suas lutas por direitos a segurança, seguridade e liberdade no exercício da sua profissão...

Afinal, se alguém quer pagar, e outro quer vender serviços sexuais, não é da nossa conta argüir motivos, e julgar comportamentos...

O problema é que em torno da atividade profissional da venda de serviços sexuais, se estabelece uma rede de negócios ilegais(cafetões, tráfico humano, sevícia de menores, redes de exploração diversas, etc...)e outros legais, como: bares, hotéis, lojas, e até meios de comunicação como: jornais...

O limite entre a atividade econômica lícita e ilícita, como já sabemos é sempre tênue, e não é incomum hotéis se transformarem em bordéis, e bares em locais de atuação de aliciadores e cafetões...

Nesse ponto, é crucial a ação do Estado(Polícia, Justiça) e da sociedade(ONGs de defesa de direitos humanos, entidades de classe, etc...)para coibir práticas ofensivas a Lei, e que exponham essas trabalhadoras a situações de risco, além do já enfrentado no cotidiano de suas jornadas...

Muito nos causa espécie, ler em um hebdomadário local, espremido na página 09 dos classificados, estrategicamente escondida entre anúncios de imóveis e automóveis, uma seção denominada encontros pessoais, hipocritamente adornada com dois avisos: um sobre a segurança em encontros e outro sobre o Estatuto do Menor, que nos faz imaginar que os editores do Jornal pensem, ingenuamente, que poderão estar a salvo de futuras implicações, senão legais, ao menos éticas...

Trazemos esse debate à baila, não por moralismo, e repetimos: o que as moças de difícil-vida-fácil fazem com seus corpos não é problema nosso...

O que queremos, em nome da liberade da expressão e do saudável debate que se instalou em nossa planície lamacenta acerca de conteúdos, veículos, limites, ética, e enfim, sobre qual o papel que se espera daqueles que, de certa forma, se comunicam com o público(qualquer que seja ele), é denunciar a incongruência de quem cobra retidão, respeito e adota uma imagem impoluta e conservadora, para "vender" pretensa imparcialidade e autoridade, e contraditoriamente ganha dinheiro com a veiculação de anúncios de serviços sexuais, o que pode ser enquadrado como facilitação a satisfação da lascívia(no popular:tara) de terceiros...

Outro ponto grave é que não há possibilidade de garantir, uma vez veiculados tais anúncios, que menores não estejam por detrás dos pseudônimos ali publicados...Muito menos se há uma rede de exploração que centralize esses serviçlos de forma ilegais, as tais "agências", que para nosso espanto também tem um "anúncio" publicado na mesma seção...Há outros indícios, como telefones repetidos, o que denotaria uma atividade organizada, ao contrário da venda de sexo avulsa, que a Lei não pune...
O telefone ****4144 aparece para dois pseudônimos, o que nos sugere que as moças estejam a serviço de alguma "agência", o que em si, implicaria o jornal como facilitador da atividade ilícita dessa "corretora" de serviços sexuais...

Tirando isso, divirtam-se os leitores do jornal respeitável, que nem de longe usa termos de "baixo calão" como a TrOLha, e outros blogs...Vocês, adeptos do moralismo asséptico, e de fachada, ficarão com as faces róseas, se porventura(ou desventura)abrirem a página de classificados junto com sua filha, esposa ou mãe...
Os nossos leitores vão dar é boas gargalhadas da cara dura dessa gentalha hipócrita...
Já as autoridades, bem que poderiam dar uma "checada", não custa nada...!

Por motivos óbvios, suprimiremos nomes e telefones, para não nos tornamos cúmplices das práticas aqui denunciadas:

A...
Completíssima+super anal sem frecura, bumbum empinadinho e guloso, quentíssima, branquinha, cabelos longos, 36 anos, 1,70m.Adoro uma sacanagem.Tenho aparelho e local no centro. Tel****7414

Amável(S....morena)
tenho 23 aninhos, 1.65alt.tenho um bumbum de da(sic)inveja com 105 de quadril, manequim 38 e além de tudo sou completíssima, novas fantasias e acessórios. saiu(sic)com dos(sic)homens e faço (dp)tenho os pés delicadinhos fetiche total, para quem não me conhece vai querer esprimentar(sic)essa delícia de mulher, venha conhecer essa meigíssima garota.tel(**)****6681

SELECIONA MOÇAS.
com bela aparência, trabalhar como acompanhante a executivos e empresários, temos moradia e ótimo ganho, não dividimos dinheiro o seu é só seu.junte-se a nós, sigilo absoluto.
****-4323...

(....)
Não é um luxo, a comportada sociedade campista, reclamar dos comentários anônimos e ofensas, levantar a bandeira do respeito e responsabilidade, e conviver com pseudônimos destinados a sacanagem paga, e explorada por cafetões nos veículos incensados como sérios...?

4 comentários:

Anônimo disse...

Explorar sexo pode!!!!!!!!!!!!
Discordar jamaisss!!!!!!!!!!!!!!!!
Mas é muita hipocrisia!!!
Nós seus 13 leitores estamos com o professor Roberto Moraes!

Bruno Lindolfo disse...

Detalhe para o último anúncio, sempre presente por lá por sinal, que denuncia a existência da prática de corretagem de perseguidas, rufianismo, crime que a publicação não se ruboriza em propagar.

Mal, muito mal pra uma publicação que "atua desde de 1978, gozando de prestígio e respeito dos leitores e também de outros meios de comunicação da região NF".

Anônimo disse...

"corretagem de perseguidas"
hauihauihauhauihauihauihauihaui
ESSA FOI ÓTIMA!!!

Anônimo disse...

Falando em exploração sexual... parece que a federal não conseguiu resolver e abafaram, um caso de denuncia feita por uma nenor de idade, que coseguindo fugir de um cativeiro em uma cidade muito distante... de que pessoas muito influentes e até políticos da Cidade e regiões compravam esses servicitos imorais.
Na verdade, tudo se acaba em pizza!