sábado, 5 de setembro de 2009

Pensando bem...

Tem certa razão o diretor do jornal agonizante monitô-nem aí, Sr Jairo, quando diz: "infelizmente esta cidade está amaldiçoada.(*)"...Uma cidade que mantém jornais à custas de "favores" do Erário, dentre eles, o próprio veículo que ele dirige, que sobreviveu às custas da "mesada D.O." durante décadas, só pode ser amaldiçoada...Campos dos G. é a cidade que sofre da MALDIÇÃO DO JORNALISMO DE COLEIRA...

xacal blade runner, caçador de andróides e outros replicantes...

(*)comentário retirado do blog Urgente!

11 comentários:

Gustavo disse...

Curioso que com duas Igrejas Católicas e inúmeras evangêlicas Campos não tenha conseguido se livrar dessa maldição...

E se convocarmos um exorcismo multi-religioso, na praça São Salvador?

Anônimo disse...

Caro Xacal,
Fiquei muito triste com a notícia de que este blog teria validade, inclusive, postei uma mensagem de protesto nos “comentários” da postagem que informou esta notícia. Mas, como acredito que muitas coisas podem ser revertidas – à olhar pela minha experiência de vida – acredito que este blog possa permanecer ativo e continuar seu papel indispensável a esta cidade.
Vários temas e inúmeros assuntos do mais alto nível e da maior importância para o nosso país, e principalmente para a nossa cidade, já foram tratados neste blog’. No entanto, um deles, que acho de grande necessidade, é apenas ventilado, ou tratado de forma indireta, ou ainda, discutido em meio a outros debates. Este tema que sugiro à você, Xacal, para ser debatido, pela importância que acredito que ele tenha, que se bem aprofundado – como é de praxe neste blog – poderemos, sem dúvidas, começar a iniciar um caminho para uma cidade melhor.
O tema que proponho, é discutir a enorme influência e os grandes e inúmeros tentáculos do poder do senhor Antony Garotinho, e como isso o faz se manter, e não sair nunca do poder em nossa cidade, e mais, como isso inviabiliza e desmonta qualquer oposição a ele.
É conhecido por alguns, mas ocultado de todos, a grande influência que Garotinho tem na Mídia (ex: Rádio Manchete, Tupi, Diário, Melodia, Jornal O Diário, etc), na Polícia (ex: Delegados comprometidos com ele), no Judiciário (ex: o pai do procurador do município de Campos é desembargador do TJ, e sua mãe, esposa do desembargador, advogada particular de Garotinho), no Tribunal de Contas (Jonas Lopes de Carvalho é irmão da advogada particular de Garotinho, que é esposa do desembargador do TJ). Além disso, o que mais apavora, é que cada vez mais ele intensifica este trabalho, e cada vez menos as pessoas percebem, ou não discutem as conseqüências que isso pode ter. Vejamos: recentemente, Garotinho designou um grupo de jovens, inclusive seu próprio filho, para “refundar” a FEC, e com toda uma palhaçada de “eleições”, a maioria das pessoas da cidade caiu nesta cilada... Outro exemplo preocupante: por qual motivo Garotinho teria um candidato às eleições da OAB? Os advogados sabem disso? Os advogados se importam, ou se importariam com isso? Um outro exemplo, Garotinho designou Pudim para ser o presidente do Goitacaz, clube de futebol mais popular da cidade... Garotinho tem empreiteiros ligados aos seus projetos, e dizem ser ele o verdadeiro dono da Usina “Cana Brava”, no interior de São Francisco do Itabapoana...
Talvez, alguns possam entender que eu esteja exagerando ao dimensionar tamanha importância ao tema, e ainda, ser ingênuo ao não perceber que isso “é da política” e que “acontece em outras cidades e Estados” com seus “lideres” políticos. Mas entendo que não, pois roubar e estuprar a autonomia e a independência de setores da sociedade civil organizada, e de outros grupos sociais, ou de suas instituições, e até do Poder Judiciário, que ao lado dos poderes Executivo e Legislativo, fazem uma espécie de “freios e contra-pesos”, ou seja, um controle recíproco, é atacar contra o próprio sistema democrático, e tratando-se de uma cidade do interior, com grandes índicies de analfabetos funcionais e de desemprego – o que como conseqüência gera grande possibilidade de cooptação – e com baixo índice de escolaridade, torna-se uma ditadura... e dependendo da situação, com pouquíssimas e remotas chances de ser vencida...
Xacal, esta é minha sugestão ao o debate.
Não desanime! Não acabe com este blog! Vamos à luta!
Seu fã,
Paulo Sérgio.

CHUPACABRA disse...

A pergunta que faço aos trolheiros é a seguinte : Será essa uma maldição Campista ou nacional ( interrogação ).

Marcos Valerio disse...

Não há maldição. São alguns poucos malditos apenas, mas fazem um barulho imenso e um estrago maior ainda. Deus existe e eu creio nele, o problema é que ele deu muita liberdade, sei lá se ele deu ou se essa galera se apossou... Hiii! O assunto é tão complexo, só o pai Xacal para desvendar esse mistério.
Um dos 13.

Anônimo disse...

Não,chegou a hora dos ateus lidarem com as maldições...

Anônimo disse...

É a cidade que sofre a maldição do Garotinho!

George Gomes Coutinho disse...

Contundente o relato do Paulo Sérgio. Acho que é de fato importante discutirmos o "garotismo" que, como já levantamos essa hipótese, pode ser um "carlismo" no norte fluminense....

Anônimo disse...

Garotinho é a maldição de Campos. Ele e seus comparsas estão há 20 anos no poder, e a cidade é este lixo, com um povo que vota errado. Pior de tudo é que pouca gente enxerga isso, ou como disse o Paulo Sérgio, porque é cooptado, até porque é mais fácil do que ficar dando murro em ponta de faca (olha o poder que o cara tem, vou ficar lutando contra ele?), ou porque são analfabetos e acreditam que o paraíso é a política do R$1,00.

Anônimo disse...

Ao George Gomes Coutinho e ao Paulo Sérgio.
Garotinho é o Sarney de Campos, é o Antônio Carlos Magalhães de Campos, domina tudo e vai sempre continuar mandando. Isso é verdade, mas não sei se vocês sabem, Sarney e ACM são amados em suas terras, assim como Garotinho é aqui. Ele cria meios para se manter no poder, mas isso é igual em qualquer lugar, ele tem que fazer isso para se manter na política. Caso contrário entra gente pior que nem olha para o povo. Pelo menos ele cria coisas para o povo, até por isso o intitularam como "populista". Não adianta o chororô do Paulo Sérgio e nem muito menos discutir o assunto como disse o George Gomes. Na política é assim que a banda toca. E tem outra coisa, quero saber se em Campos tem gente preparada para enfrentar de fato o Garotinho, e mais ainda, se são melhores do que ele na execução das coisas (não é ficar falando e falando, escrevendo e escrevendo, isso é fácil). Ele é muito poderoso e não vai ser um grupo de pessoas que escrevem em blog's que vai derrotá-lo.
Xacal, obrigado e desculpa pelo desabafo, mas algumas pessoas tem que entender que na política para fazer as coisas boas, as vezes tem que se sujar e conseguir aliados em todos os setores da sociedade e não é por isso que ele tem que ser chamado de mal, ou de ser a maldição da cidade.

Xacal disse...

o "desabafo" do anômino dá a tônica do pensamento dos milicianos da lapa...

é paradoxal em si, pois o a "relação de amor" que tipos como acm, sarney e o napoleão da lapa edificam com o "povo" é baseada em dominação e medo...

nunca em democracia, debate e organização...sempre em cooptação, revanchismo e corrupção...

justificam suas condutas pelos "outros"(os "que não olham pelo povo"), mas nada fazem para avançar, e permitir que o povo seja capaz de escolher por si mesmo...se comparam sempre aos piores, para justificar suas existências...nunca apontam para a melhoria, só para o retrocesso...

mantêm o poder a custa da ignorância...

não é à toa que a Bahia, o Maranhão e Campos dos G, ostentem índices de IDH bem parecidos, muito embora Campos dos G. seja sui generis entre as três: é muito, mas muito mais rica, portanto, o "crime" contra o "povo" é muito maior...

elocubram o exercício como política do "fato consumado", ou seja, é assim que é, e assim que vai ficar...

não é à toa que odeiam professores, universidades, e qualquer um que ouse construir algum conhecimento que os desafie...

cultuam a imbecilidade como "virtude popular" e, desta feita, demonstram o verdadeiro desprezo pelo "povo" que dizem "amar"...

é esse tipo de gente que se une a william bonner do jn do pig, acham que todos são idiotas como hommer simpsons...

mas as Universidades, e outros focos de resitência permanecessem...política para nós, não pe só voto, não é só cargos, é antes de mais nada, luta e esperança...

acm já teve seu ocaso, sua dinastia empalideceu e morre de anemia na Bahia...

sarney amarga seu inferno particular, desprezado por aqueles pares que antes o sustentavam...

o napoelão não perde por esperar...

George Gomes Coutinho disse...

"mas algumas pessoas tem que entender que na política para fazer as coisas boas, as vezes tem que se sujar e conseguir aliados em todos os setores da sociedade e não é por isso que ele tem que ser chamado de mal, ou de ser a maldição da cidade."

Eis a banalização do mal... A glorificação do princípio maquiaveliano dos fins sobre os meios. Portanto a política é amoral nessa lógica, sem convicções claras de valores, onde os aliancismos são justificados em prol de um bem maior.

Consigo ver algo similar no governo federal e em conseguência vejo alguns avanços que justifiquem a adesão à realpolitik (recuperação da rede federal de ensino, crescimento econômico, um nacional-desenvolvimentismo um tanto fora de época).

Mas, o que há na conta dos garotinhos que justifiquem uma prática amoral da política? No caso do PT há a justificativa, nem sempre desejável, da estratégia.. E no caso dos garotinhos há o que? Se os próprios seguidores justificam sua posição de subserviência por conta de uma adesão ao carisma do lider?? Se justamente o carisma é oposto do projeto...

Oras.. qual o projeto político aí que justificaria o aliancismo??? Há um conteúdo programático claro??