segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Respiração suspensa na América...

Já escrevemos por diversas vezes nossa opinião sobre o que ocorre em Honduras...
O sucesso de um golpe dessa natureza, abre precedentes perigosos na região...
A possibilidade de uma intervenção externa, com invasão de Honduras, por um, dois, ou uma coligação de países, não é desejável...
Corremos o risco de criarmos outro Haiti...

A aplicação de sanções econômicas têm efeito duvidoso, sim, pois aprofundam a exclusão e os privilégios das elites, e o povo sofre ainda mais, e tende a corroborar a "tese" dos inimigos externos, e cerra fileiras em torno de medidas paternalistas dos governos autoritários...A escassez acaba por fortalecer os déspotas...

O presidente Obama parece ter entendido a gravidade do problema, e por motivos que cabe a ele julgar, deu o recado: os EEUU manterão distância segura da crise, o que não quer dizer que não vão agir...
Mas aqui reside um pensamento maquiavélico: os EEUU e Obama vão deixar a"corda" esticar até o limite, onde o povo latinoamericano e o hondurenho "peçam" uma invasão como única saída...Os estadunidenses sabem o custo de uma ação militar sem legitimidade política...

Quem corre contra o tempo é a Democracia e as Instituições do Estado de Direito em toda a região, já dissemos...

A própria liderança e capacidade do Brasil em arbitrar conflitos como esse, ônus inerente da sua força regional, está em jogo...

A mesma mídia golpista não hesitará em se transformar em chauvinista e exigir uma retaliação violenta do Brasil, se assim achar que isso serve melhor aos seu único interesse: desgastar a imagem do Presidente...E como no ambiente interno, os nossos golpistas da mídia parecem ter esgotados suas possibilidades, buscam, sôfregos, um episódio externo para alcançar seu intento...

Como vemos, não se trata apenas de Zelaya e seu pequeno país no centro da América...Mas ironicamente, podemos dizer que eles hoje, são o "epicentro" da América...

O golpista Micheletti entende isso, e portanto, de forma irresponsável e pré-assassina, articula um conflito de largas proporções...Assim poderia esconder seus atos sob o fumaça e fogo de uma solução violenta...

As guerras são úteis para os tiranos, e a História nos ensina isso...

Mas a América não deve aceitar o convite de Micheletti para "dançar" essa valsa de sangue...

Aguardemos...em respiração suspensa...


2 comentários:

Anônimo disse...

Está hora de relembrar os momentos vividos da ditadura brasileira. E perguntar aos brasileiros se eles apoiam o retorno deste regime, e destacar a defesa da grande mídia pelo saudosismos do regime ditatorial.

LULA ESTÁ CERTÍSSIMO!

Anônimo disse...

Como a alguém pode chamar de governo interino esse golpe!!!!!!!!