segunda-feira, 14 de setembro de 2009

TrOLhadas mundiais...

Evo na Espanha...
O presidente boliviano Evo Morales começou sua visita na Espanha...Morales falou para um público de 7000 pessoas, que lhe aguardavam, ansiosamente, em um evento destinado a discutir a situação da imigração ilegal para a Espanha...Os bolivianos somam cerca de 250 mil em solo espanhol, muito embora apenas 98 mil estejam em situação irregular...O presidente Evo Morales levou a multidão ao delírio quando disse: Quando os europeus chegaram a América Latina, ninguém lhes disse que eram "ilegais"...Qualquer cidadão tem o direito de morar em qualquer lugar do mundo, desde que cumpra as leis do país onde se encontra..."


Uma pechincha...
São 55 bilhões de euros, nos próximos 10 anos...Essa é a quantia necessária, de acordo com a Organização dos Estados Iberoamericanos, para que em 2021, todas as metas educacionais propostas pela ONU sejam atingidas na região latinoamericana...Menos de 1% de crescimento do PIB regional, em média, seria suficiente para que todos os países do bloco, a despeito de suas assimetrias, chegassem a um avanço inédito e histórico na inclusão de enormes contingentes populacionais na cadeia educacional pública...Com exceção de Honduras, Nicarágua e Bolívia, que requerirão recursos e medidas específicas( cerca de 1,8 bilhão de euros, nesses dez anos), diante do enorme atraso no qual se encontram, a Organização Iberoamericana, da qual fazem parte Espanha e Portugal, obviamente, crê que a criação desse fundo de desenvolvimento educacional cumprirá sua função...


Bin Laden light...
Uma nova mensagem de Osama Bin Laden, o inimo número um do Tio Sam, divulgada pelo site Al Sahab, revela uma mudança de tom do líder da Al Qaeda...Ao que tudo indica, o líder terrorista, atento ao cenário político estadunidense, reforça seus ataques aos neocons(os falcões), que ameaçam a estabilidade da administração Obama, e abre uma janela de interlocução com os grupos políticos alinhados com a defesa dos direitos humanos, e contrários a política externa baseada em alinhamento automático com Israel...



Fonte: El País, Liberátion...

Nenhum comentário: