quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Um velho mundo novo...

Imagine um mundo sem internet...Isso, faça esse esforço, e busque em sua memória aquele nem tão remoto passado, onde a notícia era uma via de mão única...

Fez esse esforço, caríssimo leitor...?
Pois bem, esse exercício é pouco possível para quem não tem mais de 30 anos...Mas é verdade, houve um tempo onde você era um alvo passivo para a manipulação de toda sorte...Tangido como gado...

É claro, é claro, o mundo não era, nem é um paraíso, e os oligopólios de comunicação, associados aos grandes grupos políticos e econômicos ainda dão a pauta na grande agenda nacional e internacional...

Mas essas agendas não são mais as únicas...E creia: isso é um avanço colossal, comparado a chegada do homem à Lua, ou para ser mais específico, a invenção da imprensa por Gutemberg...

Agora, avancemos ainda um pouco mais nesse esforço de abstração, e imagine uma grande rede sem blogs...

Difícil não...? Vá mais além e se pergunta: quem ganhava naquele mundo, e quem gostaria de que as coisas não estivessem como estão...?

Mais uma vez é preciso dizer: nem tudo é uma maravilha, e os blogs, como toda a expressão da atividade humana estão expostos a má-fé, ao erro, a manipulação, enfim, a toda sorte de mediação e intermediação de interesses, certamente...Não há ingênuos, nem nunca os houve...

Mas se é verdade que muita coisa ruim e nefasta ainda perdure, não há dúvidas: pelo menos todos podem jogar o jogo, e as regras não são mais ditadas por meia dúzia de "barões-da-mídia"...

Esses pensamentos formigaram meus dois neurônios, após assistir a um filme: Truman, com Gary Sinise, dirigido por Frank Pierson, baseado na bra de David McCullough...Um registro biográfico, dourado com toda a estilização heróica, e uma porção de tentativa de humanizar o personagem(presidente dos EEUU) que se confunde com o homem...

Sobre o filme eu falo depois, mas uma cena em particular me chamou a atenção:
Truman concorria a sua primeira eleição, uma vez que herdara o posto de Franklin Roosevelt, em plena II Guerra Mundial, após a morte desse...
Desacreditado, sem recursos financeiros, à bordo de um trem, percorria o país em campanha...
Ainda vivo, o Dr Gaullup, que daria nome ao famoso instituto de pesquisa, que àquela época engantinhavam como "deformadores" da opinião pública, vaticinava a derrota iminente de Truman...

Na noite da apuração, toda a mídia o condenara a derrota, e as manchetes dos jornais do próximo dia, em virtude das dificuldades técnicas, aliadas, é claro, na versão que acreditavam, em detrimento do cuidado em esperar o desenrolar dos fatos, que aconteceriam com o fim da apuração, ostentavam a derrota do então presidente para seu adversário: "Dewey defeats Truman"(Dewey derrota Truman)...Essa foi a capa do jornal que Truman posou, na outra manhã, quando foi declarado vencedor da corrida presidencial e eleito presidente dos EEUU...

Fecha o pano...

Créditos finais...? Sem crédito...!

2 comentários:

Anônimo disse...

Esse post me fez raciocinar sobre o porquê de o Governo está com aprovação tão alta e o PIG continuar batendo tão insistentemente.
Desconfio que a internet acabou dando acesso mais amplo às pessoas, fazendo com que elas começassem a pensar com a própria cabeça, em vez de acreditar em tudo que a Globo e outras emissoras também tendenciosas falam.
Desculpe o comentário meio fora do contexto.
Nascimento Jr
nascimento.jr@bol.com.br

a hiena disse...

Excelente trabalho, companheiro Xacal