quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Sua escolha, sua sentença...

Como sempre, situemos nosso comentário, a fim de que nossos treze leitores(as)possam orientar seus comentários...

Não somos aliados políticos da vereadora Odisséia, muito embora no campo pessoal mantenhamos um ótimo trato...Ao contrário, somos críticos ferozes de seu voluntarismo, que toca, e às vezes, avança rumo ao autoritarismo...

Hoje, o ex-jornal, a folha de embrulhar peixe podre, na coluna do folha-papai, quase em desagravo, talvez em sentimento de culpa, por ter açodado a futura vereadora a falar o discurso que lhes convêm, colocam na inexperiência(?)a precipitação da professora, que antecipou em três anos a campanha a prefeitura...

Ao mesmo tempo, sabemos, pelo mesmo ex-jornal, que a vereadora passará a contar com um "blog" na página eletrônica daquele veículo...Mais um pequeno "feudo", naquele vasto latifúndio virtual improdutivo...Como dissemos, janelas para o próprio quintal...

O significado da atitude da vereadora vai além da simples ocupação de um espaço por alguém que tem na expressão pública de seus atos e discursos a própria razão de existir...

A vereadora com esse ato escolheu quem mediará sua interlocução de forma privilegiada, e dedica ao veículo de comunicação sua "melhor" iniciativa de "interatividade" com uma parcela da população...

Os resultados, que deve esperar, podem não acontecer...Explico: Já é de domínio público que os "blogs" do ex-jornal nada mais são que uma extensão autorizada, ou "um puxadinho virtual" da linha editorial da edição impressa...Com todos seus vícios e coleiras...Logo, a possibilidade de diálogo com seus leitores/eleitores é quase nula...Uma reprodução digital da coluna que já mantém na parte impressa...Uma leitura estática, residual e de mão única...

Mas os estragos políticos que essa escolha causam são incalculáveis...Diga-se para o bem ou para mal...

Na blogosfera, sempre desprezada pela vereadora, aliás, por não lhe ser um "campo favorável", não receberá com bons olhos uma vereadora que se diz democrata e aberta ao diálogo, que tenha seu "blog" hospedado em um jornal que tenta calar, "à força", os blogs da cidade...É uma incongruência lastimável, e contra a qual resta nenhum argumento...

Outro é o fato político em si...Construir um campo de oposição não significa se juntar ao que há de pior na contestação da atual administração...Se é verdade, como dizia Churchill, que se "Hitler invadisse o inferno, faria uma aliança com o demônio", por outro lado, banalizar essas alianças quando não há necessidade, é assumir para si essas práticas em "tempos de paz"...

Ao contrário, a tarefa da vereadora deveria ser a de alicerçar um campo político novo, até para que pudesse fugir ao estigma que pesa contra a sua imagem,e de seu grupo político, de terem habitado o telhado de vidro...Começou em "alugar" sua imagem, seu discurso e seu mandato aos órgãos de imprensa do telhado de vidro...

E, infelizmente, o que começa mal, raramente termina bem...

8 comentários:

Claudio Kezen disse...

Isto que é realpolitik...me pergunto qual seria o conjunto de valores-meta da ex auxiliar do popozão...

Xacal disse...

essa é justamente a crítica que fazemos, dentro e fora do pt, ao grupo político da vereadora...

mas acredito que eles sejam capazes de superar esse pragmatismo-oportunista e colocar algum valor-meta nele...rsrsrs...bom, eu espero, embora não acredite muito...rsrsrs

um abraço...

Claudio Kezen disse...

Xacal, assim o George vai ficar chateado com a gente, rs

Anônimo disse...

Na minha opinião, a vereadora está apenas mantendo a linha tortuosa, na qual seus princípios e conduta são pautados.
Alguém esperava mais dela?
Nascimento Jr
nascimento.jr@bol.com.br

George Gomes Coutinho disse...

fico não Claudio! Só tô na correria agora para poder comentar com calma!

Abçs!

Xacal disse...

nascimento, meu caro...pode não parecer, mas eu SEMPRE espero o melhor das pessoas...às vezes por isso, quem sabe, eu as cobre de forma tão veemente...na proporção direta das decepções que elas me causam...

um abraço...

Anônimo disse...

Concordo com a definição dos blogs da FM: janelas para o próprio quintal... A nova vereadora pecou em escolher um jornal para chamar de seu. Mas se o presidente lulamoluscolo tem, por ela não pode ter também, mesmo que seja em uma gota no fasto mar da internet.

Xacal disse...

comentarista das 10:46,

evitemos aqui os simplismos...cada caso um caso...

sua crítica está invertida, talvez na ânsia de colocar as coisas em termos "jocosos", para então vincular ao presidente...

quem me dera que a vereadora tivesse um jornal para chamar de "dela"...é, justamente, con contrário: o jornal é que a "alugou" para que ela fale em nome desse jornal, com o discurso do veículo...essa é a crítica...

quanto a política de comunicação do presidente, seu problema é desinformação, má-fé, ou os dois juntos...

no governo lula, o trato com os jornais foi descentralizado e diversificado: ora com as colunas que vão para "TODOS" so veículos que se interessem(quebrando assim o "monopólio" da fala presidencial, até então a cargo de um ou dois veículos), e através do blog e outras medidas, que ampliaram a possibilidade de acesso a informação sem a intermediação dos interesses da grande mídia...

você pode, democraticamente, discordar ou concordar com essa orientação...não pode é distorcê-la, como considerações rasas e de senso comum...

um abraço