quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Fim da hipocrisia...

Nos EEUU, a atividade de lobby é oficializada e regulamentada em Lei...
Mesmo assim, os estadunidenses continuam a debater sobre os limites das pressões e influências que o poder econômico pode exercer sobre o poder político...Em democracias, esse debate deve ser permanentemente renovado...

No Brasil, essa discussão começa a tomar corpo, e há vários projetos de lei em tramitação, conforme noticiou essa semana a revista Carta Capital...

Um avanço reconhecido por todos, principalmente, em sistemas políticos democráticos imaturos como o nosso, é o fim da hipocrisia e a possibilidade do eleitor reconhecer quais interesses financiam quais projetos políticos...

No entanto, os estadunidenses já perceberam que a simples regulamentação da prática não encerrou as graves distirções, como a repulsa do setor de lobby em aceitar maior controle de suas ingerências...Esse exemplo pode ser aprendido por nós...

Outro debate permanente em democracias, e que por aqui ainda engatinha, é o controle social sobre os meios de comunicação, e a promiscuidade de relações entre poder político e mídia...

Toda vez que se ensaia alguma regulamentação ou discussão, os barões da mídia alegam estarem sob o jugo do dirigismo estatal ou da censura...
Mentira e manipulação da pior espécie para evitarem que a sociedade, enfim, passe a determinar que tipo de comunicação quer, e que interesses dos grandes grupos econômicos não podem prevalecer sobre o interesse público, como sempre acontece...

Aqui em Campos dos G., os útlimos movimentos de um conhecido programa de rádio, os caolhos da cidade, em direção ao atual governo municipal escancara o que todos nós sabemos: O setor de mídia local, embora se arvorem defensores da livre iniciativa, do empreendedorismo, e toda a balela liberal, não vivem sem a boa e velha subvenção dos cofres públicos...

Como não há controle social sobre essa subvenção, o que assistimos e a corrosão de todos os valores caros ao jornalismo, e em última instância, à Democracia...

No fim das contas, como acontece com a Fox, nos EEUU, nossos grupos de mídia funcionam como partidos políticos...Mas querem ser tratados como imprensa...

Desse comportamento esquizofrênico, nasce a derrocada da mídia local como elemento fiscalizador e propositor de debates sobre nossa esfera pública...
Sem qualquer credibilidade, ficam restritos às "pautas de achaque", na busca do melhor "acordo"...

Com isso, perdemos todos nós...Perdemos o acesso a informação, e o pior: perdemos dinheiro público...

Nenhum comentário: