quarta-feira, 18 de novembro de 2009

O vice ou o segundo, é o primeiro dos perdedores...

Não se pode aplicar esse raciocínio ao astronauta estadunidense Buzz Aldrin, que visitou a planície lamacenta, no dia de ontem...

Afinal, não é qualquer um que pode chegar a sua idade, e ter uma história dessas para contar...
Fosse ele o primeiro ou o segundo, ou o quinto, tanto faz...
A ida a lua é um feito extraordninário, assim como foi o lançamento da Gagarin a nossa órbita, ou a chegada de Colombo ao Novo Mundo...

Mas, ainda assim, o fardo de conviver com problemas humanos demais, para quem se preparou para ser um super-herói, trouxe seqüelas graves ao astronauta palestrante de ontem...

Buzz ficou por vários anos à base de anti-depressivos, por não se conformar com a decisão do controle de Houston em designar Neil Armstrong para o feito histórico...

Ao contrário de Buzz, Neil é arredio a popularidade, e raramente aparece em público...Discrição e comedimento, aliás, de acordo com os registros da NASA, que levaram os chefes do programa espacial a escolhê-lo...Temiam que o temperamento excessivamente midiático de Buzz pudesse trazer "problemas" para a divulgação do programa e da imagem dos astronautas...

Parece que no fim a vida, Buzz encontrou motivação para compartilhar com o mundo suas experiências, ainda que suas motivações não sejam lá o que possamos chamar de humanitárias: arrecadar fundos para investimentos em exploração comercial do espaço...

Nenhum comentário: