quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Polícia, Ministério Público e Igreja Católica juntos: pedofilia acobertada...

Na Irlanda, entendam bem...

O Ministério da Justiça da Irlanda, através do Ministro Dermot Ahern, declarou que durante décadas, a Igreja Católica irlandesa, com o auxílio das autoridades do país, acobertaram diversos casos de abuso sexual contra menores, com o intuito de evitar escândalos...

O relatório Ryan informa que durante 60 anos, menores foram vítimas de abusos sistemáticos, físicos e psíquicos, no ambiente de instituições estatais administradas pela Igreja...Esse relatório foi publicado pela Comissão Investigadora de Abusos contra Menores, presidida por um juiz, Sean Ryan...

De acordo com o informe, diante das denúncias de abusos, as lideranças eclesiásticas se limitavam a mudar de paróquia o padre acusado, tudo sob a conivências dos órgãos de repressão...

O número de vítimas está na casa dos milhares, conforme publicou o jornal El País...

Já o inglês The Independent faz uma abordagem diferente do assunto, e revela como escândalos desse tipo aceleram a derrocada do prestígio da Igreja Católica na vida irlandesa, e como o poder secular vai, aos poucos, assumindo a lacuna deixada pela separação entre Igreja e Estado...

Cita, por exemplo, a crise vocacional, onde há poucos padres abaixo de 40 anos, e a enorme maioria já conta com mais de 70...


Um comentário:

Anônimo disse...

O caso de Campos será encaminhado, na próxima semana ao Senador Magno Malta, presidente da CPI da Pedofilia. O problema é que o senador é do mesmo partido do Garotinho - PR