segunda-feira, 23 de novembro de 2009

TV pública e as múltiplas possibilidades...

Há um conceito estabelecido pela indústria de comunicação de massa, e de produção de bens culturais, que procuram isolar a TV pública da audiência, é claro, pelos motivos óbvios...

Nesse conceito, o interesse dos espectadores é determinado pela lógica do mercado, e dos interesses privados...

Sem maniqueísmos, não há como dizer que essa lógica é toda ruim, ou seja, há possibilidade de produção e conteúdo de qualidade na TV privada, ainda que seja muito difícil definir qual é o parâmetro de qualidade, sem ideologizar e hierarquizar gostos...O problema não é a existência dessa lógica(comercial), o problema é que ela prevaleça sobre todas as demais...

Cada vez mais, a comunicação social deve se aproximar da diversidade, e do controle social, que afasta os dirigismos, tanto o público, mas também o dirigismo privado...

Portanto, é imperiosa a necessidade de fortalecimento das TVs públicas, para que possam cumprir esse papel, e preencher uma lacuna que as concessionárias deixam am aberto...

Ainda que tímida, e fortemente, rechaçada pelas grandes redes privadas, houve um início de consolidação de novas premissas durante o Governo Lula...

A TV Brasil "refrescou" sua programação, e boas novidades surgiram...

Uma delas é um programa que passa no fim de tarde, início de noite( 18h às 19h), chamado Segue o Som...Estilo revista musical, com dois apresentadores, e entrevistas com convidados, fortalecem a cena independente/alternativa, abrem espaços para os "esquecidos" da grande mídia, sem deixar de enxergar os "blockbusters", ainda que explorem o lado menos convencional destes...

O programa recebe sugestões e críticas pelo twitter(twitter.com/segueosom) e pelo e-mail(segueosom@tvbrasil.com)...

Hoje, eu assisti um super vídeo do Black Sabbath(Iron Man)...Me inspirou a colocar o post lá embaixo...

Assisti um outro clip fantástico...O grupo é o Binário...Ficou um pedacinho de letra da música executada, Amor Líquido(senão me engano)...Leiam aí o trecho...Temas como esse não passam na TV aberta...Esse não é o "compromisso" deles...

Amor Líquido...

(...)
Tempo é dinheiro,
Porra nenhuma,
Um a gente tem de volta,
O outro se acaba...

(...)

Nenhum comentário: