quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Vergonha nacional...

Imagine você, uma cidade de 500 mil habitantes, topografia plana, cortada por rodovias importantes, no meio do caminho entre dois portos(Rio e Vitória), com Instituições de Ensino Superior de altíssimo npivel(UENF, UFF, UFRRJ, IFF), com fornecimento razoável de água, dentre outras qualidades, e que ainda por cima, dispõe de um bilionário orçamento, proporcionado pela indenizações pagas pela extração de petróleo de sua plataforma continental...

Você diria: o paraíso na terra...

Pois é...infelizmente, não é...

Essa cidade não ocupa os noticiários recentes como exemplo de desenvolvimento humano, como local privilegiado para a criação de novos empregos, nem tampouco como centro de referência em atendimento de saúde e educação...

Para completar, essa cidade ainda recebe, para a vergonha e humilhação de seus cidadãos, essa cidade recebe o repasse de 5 a 6 milhões do programa bolsa-família/ano...

Isso significa dizer que, considerado que os valores médios pagos por família é de 90 reais, temos então cerca de 5.500 famílias contempladas com esse programa de distribuição de renda...Com o tamanho aproximado de 4 pessoas por família, então teremos mais de 20 mil pessoas em situação de enorme pobreza...

Como esse município, que tem todas as possibilidades de afastar, de forma definitiva, as causas da miséria e da indigência, ainda tem seus habitantes em situação de carência equiparada aos locais mais pobres desse país...?

Para onde foi todo o dinheiro dos royalties, perguntarão os moradores do semi-árido nordestino, do sertão baiano e dos rincões amazônicos...?

Como podem reivindicar mais dinheiro...?

Para pagar ambulância alugadas a preço de limusines...?

Para comprar ovo na merenda escolar com preço de caviar...?

Para comprar programas de computadores que podem ser instalados de graça...?

Para "pagar" passagens em ônibus sujos, com pneus "carecas" e para empresas que funcionam em linhas não licitadas...?

Que povo perdulário é esse...Que cidade é essa...?

É a cidade minha vergonha, meu horror...

8 comentários:

Marcos Oliveira disse...

Ótimo post, Xacal. Com o dinheiro que essa cidade recebeu nas últimas décadas era para termos um padrão urbanístico e um IDH no nível das melhores cidades européias. Para onde foi toda essa grana? É somente incompetência?
Abs.

Xacal disse...

Não Marcos,

são opções políticas...opções de "gestão" como gostam os asseclas da prefeita...

não se trata apenas de corrupção(que já é por demais grave)...

é o modelo que facilita a transferência de enormes somas de recursos para o benefício de alguns setores da sociedade(elites)...

um modelo patrimonialista, de grandes intervenções(obras), autoritiário e caro...

assim, os desvios são apenas conseqüência de ações administrativas, como por exemplo:

um governo que opta por terceirizar a gestão pública construirá todas as condições para que haja superfaturamento na aquisição desses bens e serviços...

por isso, os "erros" de hoje repetem os "erros" do passado recente...

um abraço...

Anônimo disse...

E o asfalto do centro da cidade?
Só pelas suas formas irregulares na aplicação(enclinamento incorreto, depressões e lombadas) já dá pra ver para onde vai o nosso dinheiro.

Xacal disse...

meu caro comentarista,

antes de questionarmos o asfalto(qualidade e preço),precisamos atentar para o que realmente interessa...

ora, ora, ora, meu problema não é com asfalto...pouco me importa os problemas de quem tem carro...

o problema é anterior, ou seja: com as periferias em estado de caos, sem saúde, educação em frangalhos, a prefeita escolhe como face mais visível de sua gestão um recapeamento das ruas centrais...

antes de mais nada é preciso se preocupar com os pedestres(a imensa maioria)...

é esse tipo de "inversão de prioridades" que dá margem a governos corruptos...

é o governo das minorias...essa é a verdadeira vergonha que ensejará outras, como os desvios de verbas...

essa é a raiz da questão...e não se o asfalto é bom ou ruim...

um abraço...

Roberto Torres disse...

Campos e uma caricatura do que ha de pior no Brasil, na politica e na sociedade, por que a politica nao é o reino dos vícios que paira sobre uma sociedade virtuosa.

Anônimo disse...

e pensar que ainda termos mais 3 anos por ai...
nao sei como iremos engolir isso!!!
Enfim ja q o povo aceitou o cinquentinha, tera que amargar isso!
Enfim Xacal, só teremos suas escreitas por pouco tempo e o que nos resta eh penas lamentar e rezar pros dias passar!!!

Bicho possuido disse...

Aos diabinhos desta cidade.

De um povo que aceita migalhas (ônibus a 1 real, lazer na praça, buracos tapados com farinha) não se pode esperar mais nada.
Só nos resta esperar a próxima eleição para mais uma vez votar em branco ou anular o voto por falta de opção digna e merecedora do meu voto.
O pior é que pode estar se articulando uma dinastia do Exército da Lapa, com os filhos (soldados) do Coronel da Lapa.
Essa cidade vai virar um inferno, onde nem eu, o "bicho Possuído" vai aguentar morar. Vou pegar minhas coisas pela BR101 e me mudar para um inferno onde não tenha um carcará (Coronel) com um exército poderoso e astucioso em surrupiar tudo de bom desta cidade.
Talvez nos livremos dele daqui a algum tempo, quando esta cidade não tiver mais royalties para receber ou que o ralo da Lapa esteja jorrando pelo "ladrão" (sem trocadilhos).

Bicho Possuído
"The number of the beast"

Claudio Kezen disse...

Xacal e Roberto acertam em cheio nas suas análises.

De uma certa forma Campos é um micro-cosmo do que de pior existe neste país.