terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Destaque da TRolHA...

O blog a céu aberto - da boca (aceuabertodaaboca.blogspot.com) é integrado por sete meninas, que se revezam cada dia da semana em um tema...A mistura é para lá de gostosa(com todo respeito), e traz sotaques de todos os cantos...Nós, aqui da trOLha, por ocasião do lançamento do blog, divulgamos...E ao que parece, a primeira ótima impressão só foi confirmada pelas demais...

Leiam aí esse texto que "pescamos"...Mas não se conforme com tão pouco...Vá lá, e leia mais...


“Se me derrubar, eu tô na área, o juiz tem que apitar!”

Terça-feira, Dezembro 8

Bem, como vocês poderão observar nesse post, meu conhecimento futebolístico é capaz de fazer inveja aos pandas de Hong Kong e às toupeiras do Novo México (oi?).

Os homens, em sua maioria, gostam de futebol. Algumas mulheres, também.

No dia de um jogo importante (parece que há tabelas e classificações, divisões, alguns times caem, outros sobem, há a soma de pontos, e tem, também, critérios de desempate...ou seja : um assunto deveras complexo), a preparação já começa cedinho : é reportagem sobre a vida do principal jogador do time, a mãe do cara contando que o parto foi difícil, que o guri estava sentado, que não queria sair de jeito algum...ou, então, que nasceu de 7 meses, tão fraquinho, e tal. Em dia de jogo decisivo, saber mais sobre a infância do ídolo é quase imprescindível.

(Será que só eu ri do jeito que a mãe do Ronaldinho, meu conterrâneo, cruzou os dedos, em entrevista pouco antes de um dos jogos da última Copa?)

É preciso vestir a camisa (tem quem vista a cueca da sorte, também), providenciar a cerveja gelada, preparar a garganta, e sentar-se confortavelmente no sofá, para acompanhar o espetáculo. Quem não manja nada, assim que nem eu, não poderá se basear nas reações do homem que está assistindo, para saber se o time dele tomou ou fez gol : quando toma, ele berra “Patacaparéu, p...do c...filho da mãe, p...no...”. Quando faz, ele berra “Patacaparéu, p...do c...filho da mãe, p...no...”.

No estádio também é assim : muita gente se pega no pau, se mata, entra em transe psicótico, independentemente do resultado.

E se a esperança do time não marcou, que se dane saber se ele nasceu do tamanho de um rato, ou se teve que ser tirado a fórceps. Se bobear, nem mãe esse desgraçado tem, deve ser filho de chocadeira, e, é claro “Patacaparéu, p...do c...filho da mãe, p...no...”.

Daí, vem os vááááários programas especializados, mostrando os gols, os não gols, os “frangos”, as faltas bem marcadas, as não marcadas...e vamos ao tira-teima, à câmera invertida (tem isso, né?)...

Futebol é paixão nacional. Paixão não se mede, não se questiona. Mas que, na visão feminina, é algo quase surreal, isso é.

Hoje, em coro, com a gauchada :

♪ “Até a pé nós iremos

Para o que der e vier

Mas o certo é que nós estaremos

Com o Grêmio, onde o Grêmio estiver!” ♫


Beijos de terça.

ℓυηα

7 comentários:

°•~ ∂ąnnι °•~ disse...

Aaeeee!!! \o/ \o/ \o/


Xacal,
Obrigada pela visita!

Sentimos falta do seu comentário por lá...
Apareça sempre que quiser.

Bjs!

=)

***MissUniversoPróprio*** disse...

Nossa, que coisa boa! Muito obrigada pelo carinho e pela divulgação, viu?

Não conhecia seu blog ainda, mas gostei da forma como escreve, virei mais vezes!

;) Beijo!

Nara disse...

Mas a propaganda é a alma do negócio mesmo, hein? rsrs

Adoro! Só de gostar do Céu já me fez simpatizar ;)

Obrigada =)

Beijo

Sil disse...

Olha só....rs.r.s.

Obrigada pelo prestígio viu...

A divulgação foi boa.. depois a gente te banca um chocolate tá...

=P

Brincadeirinhas a parte...

Novamente, agradeço o carinho que à nos você entrega...

Um beijo!

Menina Misteriosa disse...

Xacal,
Você nos encanta!
E a mistura fica ainda mais gostosa com você! (com todo respeito também...)
Obrigada!
Boa semana,
Beijos

Xacal disse...

Meninas, obrigado pelos comentários generosos...

Sou fã de vocês, SEMPRE...

Luna Sanchez disse...

Opa, opa, cheguei aos 45 do segundo tempo, mas cheguei! Ufa!

Obrigada pela delicadeza, moço. Venha mais vezes, dê pitacos, fique à vontade, sempre.

E quando aos "textículos" (rs), acho que está muito bem, mesmo, não tem que mudar nada. ;)

Beijo, beijo.

ℓυηα