quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Nem Freud, nem sai de cima...II

O suplício físico ou psicológico causa enormes danos a mente das vítimas...

Um dos "efeitos colaterais" dos torturados é desenvolver uma "paixão" pelos algozes, uma síndrome do oprimido, radicalizada com "síndrome de Estocolmo"...

O caso do César Beijamim com a folha de SP é típico...

Mas há aqueles que nunca experimentaram o suplício, embora suas fantasias mais profundas peçam...Ainda assim, e por isso mesmo, adoram posar ao lado de policiais e outras autoridades...

Aqui, o problema de autoridade paterna mal resolvida, quer dizer, a eterna sombra do pai em sua vida, a lhe assombrar e tolher movimentos, mas que nunca se impõe efetivamente, faz o doente a buscar reproduções desse universo em sua vida social...

Esse tipo é muito MAIS doente que o torturado que "cedeu" aos encantos do algoz...Afinal, sua rendição é antes de tudo, "ideológica"...Ou uma espécie de "tara"...
No mundo real, nós o conhecemos como X-9...

Nessa manifestação patológica, o X-9 não pode ver um "meganha" que abana o rabinho, e fica todo "serelepe"...

Geralmente, adoram armas, e gostam de expressar seu "conhecimento" sobre as "ferramentas" alheias...Flertam com a violência, e adoram filmes policiais ou de ação...Sonham com um poder que não têm...

Gostam de contar com essa proximidade, para quem sabe, gozar de certa "imunidade"...Uma repetição do sintoma da subserviência paterna, onde, o pai(a autoridade, o policial ou o delegado, o juiz ou promotor)pode livrar-lhe de todo infortúnio...

Fenômeno parecido acontecia com os camponeses russos em 1905, com o "paizinho" Nicolau, o czar que mandou fuzilar centenas e centenas deles que pediam pão, às portas do Palácio...Aqui, uma manifestação coletiva do sintoma...

É lógico que essa manifestação sintomática também serve aos desígnios mesquinhos do paciente, como uma espécie de oportunismo parasita...Confere a ele vantagens, é claro...Como fez e faz com os outros integrantes da sua família, em instância privada...É então: vítima/cúmplice de sua condição...

Amanhã continuaremos com o estudo de caso: Nem Freud, nem sai de cima...

Um comentário:

Amaro "O Bicho Câo" disse...

Afinal Lula é ou não é chegado num garotinho???

Beijinhos de Amaro "O Bicho Cão"