terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Os o(r)di(n)ários e a secretaria de propaganda...

Continua a promiscuidade entre órgãos oficiais e para-oficiais...Uma das manifestações mais autênticas do nosso jornalismo de coleira...

Leia e compare...

Do sítio da secretaria de propaganda:

A prefeitura fecha o ano com mais de R$ 600 milhões em grandes obras de infra-estrutura. Só na sexta-feira (11) e nesta segunda-feira (14), a Prefeita Rosinha Garotinho anunciou, através de publicação no Diário Oficial do Município, quatro editais de licitação para investimentos que vão fomentar a economia regional, como a construção do Complexo Logístico e Industrial Farol-Barra do Furado e reestruturar a cidade, em montante de 280 milhões. Somados aos R$ 357 milhões de investimentos do Programa Morar Feliz, que já iniciou a construção de 5,1 mil das 10 mil casas populares que serão construídas pela prefeita, são R$ 637 milhões.

Esta semana, também, será publicado o edital para início das obras de reestruturação nas margens do Canal Campos-Macaé, na área urbana, entre a Avenida Nilo Peçanha e a Rua Tenente Coronel Cardoso (Formosa). Na sexta-feira (11) foram publicados os editais de licitação para execução das obras do Bairro Legal, no distrito de Ururaí; e do Centro de Eventos Populares (Cepop), metas de governo da prefeita. "Conforme a Prefeita Rosinha já havia antecipado, o edital de licitação para o Complexo Logístico e Naval Farol-Barra do Furado está sendo publicado, este ano, e vai movimentar a economia regional", informa o coordenador de Desenvolvimento e Infra-estrutura, Antônio José Petrucci (Tom Zé).

Nesta segunda-feira (14) foram publicados os editais de licitações para o início das obras do Complexo Logístico e Naval Farol-Barra do Furado, entre os municípios de Campos e Quissamã, aguardado há anos, tanto por empresários interessados em investir neste empreendimento, quanto por autoridades dos dois municípios e pela população, além do Projeto Bairro Legal do Parque Eldorado. "Esta semana, também, será publicado o edital de licitação para início das obras no Canal Campos-Macaé, um investimento da ordem de R$ 20 milhões", adianta Tom Zé.

Ele adianta que o Projeto Bairro Legal, anunciado pela prefeita, vai reformular, tanto o Parque Eldorado como o distrito de Ururaí, com obras de engenharia e melhorias na estrutura. "A prefeitura vai realizar urbanização; drenagem pluvial; pavimentação asfáltica e em paralelos; arborização; iluminação pública; entre outras melhorias", diz Tom Zé, acrescentando que, tanto o distrito como o bairro, estão entre os contemplados com casas populares do Programa Morar Feliz.

Datas marcadas - As licitações para o Bairro Legal de Ururaí e do Parque Eldorado, além do Cepop, acontecem em janeiro e, para a implantação do projeto de estabilização da embocadura e transpasse de sedimentos sob o Canal das Flechas, e recuperação das condições de navegabilidade, nas divisa de Campos e Quissamã, a licitação será no dia três de fevereiro, às 10h, com valor estimado de R$ 133.614.227,90. Para o Bairro Legal de Ururaí, a licitação acontece no dia 12 de janeiro, às 10h, e o valor estimado é de R$ 36.857.929, 26, na modalidade concorrência pública, tipo menor preço, pelo regime de empreitada pelo preço unitário.

A licitação para a construção do Cepop acontece no dia 14 de janeiro, também, às 10h, e inclui ainda a pavimentação de ruas, urbanização e paisagismo, entre outras intervenções, e o valor estimado é R$ 69.887.961,14. Já o projeto Bairro Legal do Parque Eldorado será licitado no dia 18 de janeiro e o valor estimado é de R$ 39.983.888,36. "O empreendimento de Farol-Barra do Furado já é uma realidade. Também, já iniciamos as obras das primeiras 5.100 casas do Programa Morar Feliz, o maior programa habitacional do Rio de Janeiro, onde chegaremos a 10 mil casas; iniciamos o projeto Bairro Legal por Ururaí e Parque Eldorado e estamos cumprindo mais uma promessa com a construção do Cepop, onde serão realizados grandes eventos. Isto tudo com uma previsão de queda de arrecadação de cerca de R$ 600 milhões de royalties", frisa a prefeita Rosinha Garotinho.

Do jornaleco da prefeitura

O ano chega ao fim e a Prefeitura de Campos fecha o balanço com mais de R$ 600 milhões em grandes obras de infra-estrutura. Só nos últimos dias, a prefeita Rosinha Garotinho anunciou, através de publicação no Diário Oficial do Município, quatro editais de licitação para investimentos que vão fomentar a economia regional, como a construção do Complexo Logístico e Industrial Farol-Barra do Furado e reestruturar a cidade, em montante de 280 milhões. Somados aos R$ 357 milhões de investimentos do Programa Morar Feliz, que já iniciou a construção de 5,1 mil das 10 mil casas populares que serão construídas pela prefeita, são R$ 637 milhões.

Esta semana, também, será publicado o edital para início das obras de reestruturação nas margens do Canal Campos-Macaé, na área urbana, entre a Avenida Nilo Peçanha e a Rua Tenente Coronel Cardoso (Formosa). No dia 11, foram publicados os editais de licitação para execução das obras do Bairro Legal, no distrito de Ururaí; e do Centro de Eventos Populares (Cepop), metas de governo da prefeita. “Conforme a Prefeita Rosinha já havia antecipado, o edital de licitação para o Complexo Logístico e Naval Farol-Barra do Furado está sendo publicado, este ano, e vai movimentar a economia regional”, informa o coordenador de Desenvolvimento e Infra-estrutura, Antônio José Petrucci (Tom Zé).

Ontem, foram publicados os editais de licitações para o início das obras do Complexo Logístico e Naval Farol-Barra do Furado, entre os municípios de Campos e Quissamã, aguardado há anos, tanto por empresários interessados em investir neste empreendimento, quanto por autoridades dos dois municípios e pela população, além do Projeto Bairro Legal do Parque Eldorado. “Esta semana, também, será publicado o edital de licitação para início das obras no Canal Campos-Macaé, um investimento da ordem de R$ 20 milhões”, adianta Tom Zé.

Ele adianta que o Projeto Bairro Legal, anunciado pela prefeita, vai reformular, tanto o Parque Eldorado como o distrito de Ururaí, com obras de engenharia e melhorias na estrutura. “A prefeitura vai realizar urbanização; drenagem pluvial; pavimentação asfáltica e em paralelos; arborização; iluminação pública; entre outras melhorias”, diz Tom Zé, acrescentando que, tanto o distrito como o bairro, estão entre os contemplados com casas populares do Programa Morar Feliz.

Datas marcadas - As licitações para o Bairro Legal de Ururaí e do Parque Eldorado, além do Cepop, acontecem em janeiro e, para a implantação do projeto de estabilização da embocadura e transpasse de sedimentos sob o Canal das Flechas, e recuperação das condições de navegabilidade, nas divisa de Campos e Quissamã, a licitação será no dia três de fevereiro, às 10h, com valor estimado de R$ 133.614.227,90. Para o Bairro Legal de Ururaí, a licitação acontece no dia 12 de janeiro, às 10h, e o valor estimado é de R$ 36.857.929, 26, na modalidade concorrência pública, tipo menor preço, pelo regime de empreitada pelo preço unitário.

A licitação para a construção do Cepop acontece no dia 14 de janeiro, também, às 10h, e inclui ainda a pavimentação de ruas, urbanização e paisagismo, entre outras intervenções, e o valor estimado é R$ 69.887.961,14. Já o projeto Bairro Legal do Parque Eldorado será licitado no dia 18 de janeiro e o valor estimado é de R$ 39.983.888,36. “O empreendimento de Farol-Barra do Furado já é uma realidade. Também, já iniciamos as obras das primeiras 5.100 casas do Programa Morar Feliz, o maior programa habitacional do Rio de Janeiro, onde chegaremos a 10 mil casas; iniciamos o projeto Bairro Legal por Ururaí e Parque Eldorado e estamos cumprindo mais uma promessa com a construção do Cepop, onde serão realizados grandes eventos. Isto tudo com uma queda de arrecadação de cerca de R$ 600 milhões de royalties”, frisa a prefeita Rosinha Garotinho.


2 comentários:

Ava disse...

Lendo voce...


Beijos!

Xacal disse...

olá, minha cara...

bom te ver por aqui...beijocas...