sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Por que a surpresa...?

Aos números apresentados pela Human Rights Watch, entidade de defesa de direitos humanos, com ênfase na elaboração de relatórios, tabulados a partir de dados oficiais, a resposta de sempre...Desqualificam metodologias, condenam supostos cripto-interesses, com a motivação óbvia: esconder o problema...

Essa mentalidade já evidencia em si mesma algo grave: O Estado não reconhece a si mesmo como uma das causas de violência, e tenta legitimar o abuso de força como política pública...Está dada a senha para os policiais que matam: impunidade...

Mas esse problema não se resume ao Estado e seu braço manu militari...

Há, antes, um consenso na sociedade, que elabora, com seus traços ideológicos, com suas estruturas de exclusão, e com suas escolhas políticas, uma "autorização tácita" para que a política de extermínio se efetive...

Ao aderirmos a "guerra contra o tráfico", ou guerra contra o que quer que seja, assumimos o risco do resultado, ou seja: na guerra, não há prisioneiros, há mortos...

O argumento de que os assassinatos praticados pelo Estado são uma resposta a truculência dos bandidos não resume toda a verdade...É uma meia-verdade...
No entanto, é "vendida" na mídia como se toda ela fosse, criando assim as condições "psicológicas" de ações extremadas para situações de eterna emergência...A chamada "paranóia-classe-média...

De acordo com os laudos (AECD/IMLAP-autos de exame de corpo de delito/Instituto Médico Legal Afrânio Peixoto) desses "confrontos", a enorme maioria das vítimas foi morta com tiros à queima-roupa(possível detectar pela "tatuagem de esfumaçamento", ou marca de pólvora expelida no disparo que fica no corpo da vítima pela proximidade), ou pelas costas, quando não, na nuca...O que no jargão policial tem nome: execução...

Assim, é verdade que os bandidos encastelados nas comunidades sejam muito mais violentos que os de outrora...

Pergunto: se você soubesse de antemão que seria morto pela polícia, por que você se entregaria...?

Em tempo: A polícia fluminense mata 1 a cada 23 pessoas que prende...A polícia estadunidense mata 1 a cada 37.000...

Será que é por isso que os bandidos de lá preferem se entregar...?

2 comentários:

Anônimo disse...

De novo.... ??????

Xacal disse...

o editor do blog se reserva ao direito de repetir os temas que julga importantes...

um abraço...