terça-feira, 31 de maio de 2011

Guerra de posições!

Alguns movimentos interessantes acontecem nos bastidores e na ribalta da cena política na região...Os milicianos da lapa, todos sabem, são péssimos de governo, mas são exímios competidores em campanhas eleitorais...

Nesse quesito, o exército dos mil patetas se mexe com antecedência, em gestos diversionistas...Boa parte do que pretendem não pode ser percebido à primeira vista...

Agora, a prefeita de garotinópolis entrou em disputa por território com SJBX...piada...se não dão conta de governar essa cidade, como querem abiscoitar mais um pedaço de outro município...?

No entanto, essa manobra é apenas para abrir um nova "frente" de combate com a prefeita X...

Na guerra, uma das formas de enfraquecer as defesas e impedir o avanço do "inimigo", é estabelecer várias frentes...Como fizeram, por exemplo, os aliados com Hitler...África, Itália, leste europeu e por fim, França...

Como a campanha eleitoral (guerra) se avizinha, e terá uma adversária enfraquecida pela impossibilidade de concorrer, a estratégia é montar várias "cabeças-de-pontes"...

Há, nas hostes que combatem o napoleão da lapa, uma desorganização óbvia, e falta de liderança...O governador júnior não parece inclinado a cuidar dessas lutas paroquiais, até porque, imagina que o eixo de seu mandato e futuro político esteja na capital e nos altos escalões do poder central...Pode ser...

No entanto, essa visão pode estar equivocada, e não é demais lembrar que subestimar inimigos fragilizados é alimentar derrotas acachapantes...

Mas é compreensível a leniência de cabral com sua "tropa", afinal, quando olha para cá só vê iniqüidade...Seus "lugares-tenentes" por aqui são sofríveis...

E se o suprimento principal de campanhas é o vil metal, o controle de orçamentos públicos pode fazer a diferença...

Um detalhe que já pode ser notado:
Nos conflitos, a primeira vítima é a verdade e os mercenários é que lucram demais...Por isso que alguns meios de comunicação locais estão a lamber os beiços...

É só o começo, e SJBX ainda não viu nada...O pior ainda está por vir...

domingo, 29 de maio de 2011

As maiores frases e manchetes da História!

Ninguém afunda o Titanic!


Nós estamos aqui para ajudar esse povo! (De bush jr, em relação ao Iraque/Afeganistão e arredores)


Nós continuamos aqui para ajudar esse povo! (idem)


Missão Cumprida! Ué, cadê o povo que tava aqui? (ibidem)


Osama reagiu e estava armado! (De Obama sobre a operação no Paquistão)


Não houve sexo entre nós! (Bill Clinton sobre Mônica "chupinski")


Nós estamos no limite da irresponsabilidade (ffhhcc com seus principais assessores sobre a privataria)


Eu não sabia de nada! (Lula, sobre as "relações" PT, daniel dantas e marcos valério).


Foi culpa do clone! (de um político de garotinópolis sobre um rumoroso caso)


Não abro mão da moralidade! (do irmão do clone, ele mesmo um 288* condenado em primeira instância)








Quadrilha ou bando
Art. 288 - Associarem-se mais de três pessoas, em quadrilha ou bando, para o fim de cometer crimes:
Pena - reclusão, de um a três anos. (Vide Lei 8.072, de 25.7.1990)
Parágrafo único - A pena aplica-se em dobro, se a quadrilha ou bando é armado.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Quem queima dinheiro público, não pode reclamar do calor da fogueira...

O que esperava a prefeita de controle remoto e seus acólitos do governo dos mil patetas...?

Que as empresas de ônibus fossem correr e arcar com as obrigações, as quais deveriam ter sido cumpridas como condição para prestar o serviço...?

Ora, não dá para se queixar da entidade representativa dos empresários...Essa está no seu papel de defender os interesses de seus filiados: Se entupir de dinheiro público e mandar às favas os passageiros e a municipalidade...

É de se espantar (quer dizer, nem tanto), que alguém esperasse desfecho diferente...Aliás, se formos um pouquinho mais inteligentes, saberemos que os "novos sócios" do programa 1 milhão por 1 real, as chamadas empresas "importadas",  já estão à postos para colocarem a boca nessa enorme e suculenta teta...as nossas tetas...de vaca de presépio...

E se a especulação chegar as raias da maldade e leviandade (nossa "especialidade"), poderemos dizer que a ação na Justiça se presta a ganhar tempo, para que as empresas locais, com suas carroças, possam "promover um leilão" de seus lugares nessa ordenha para as co-irmãs de fora...

Basta olhar nas Juntas Comerciais, que vai ser intensa as alterações de quadros societários no ramo...Bom, isso de tudo não seguir a tradição local do "improviso"...

Será que ninguém vai botar um freio nesse pessoal...?

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Psiii...Silêncio, aqui dorme a oposição em berço esplêndido...


Ônibus-carroças queimando, falta de informações, cooptação da mídia, debate sobre orçamento, epidemia de dengue, lixo pelas ruas, e a oposição...? zzzzzzzzzzzz

Destaque especial para o sono do PT...Uma espécie de sonambulismo...Anda, mas continua dormindo...Vejam vocês que a única detentora de mandato pela sigla faz o papel de defensora do consumidor, tipo Celso Russomano ou Átila Nunes...Quem sabe dá certo...?

tsk,tsk, tsk....

Boa noite, e não façam barulho blogueiros, vocês podem acordar esse pessoal...

quarta-feira, 25 de maio de 2011

O caçador de gays...

Está no site do IG, que repercutiu uma fala do napoleão da lapa a Agência Câmara...Bom, se isso não é terrorismo homofóbico, falta o que? Promover safáris-evangélicos de caça às bichas no Posto 9 de Ipanema?

Governo | 15:09

Garotinho havia ameaçado com chantagem ao governo

Compartilhe:Twitter
Pode não ter tido nada a ver.
Mas ontem o deputado evangélico Anthony Garotinho (PR-RJ) fez a seguinte declaração à Agência Câmara:
–   Hoje em dia, o governo tem medo de convocar o ministro Antonio Palocci (chefe da Casa Civil). Temos de sair daqui e dizer que, caso o ministro da Educação não retire esse material de circulação (kit de combate à homofobia nas escolas, apelidado de kit-gay), todos os deputados católicos e evangélicos vão assinar um documento para trazer o Palocci à Câmara.
Assim fica parecendo que o governo cedeu à chantagem.

Carroças de fogo...

A população de garotinópolis é "abençoada"...

Vejam, vocês que desfrutam dos mais "confortáveis" ônibus, que servem ao transporte coletivo, operadas por empresas que receberam por dois anos, gordos e incalculáveis subsídios do Erário...

Agora, depois da porta arrombada, a prefeita de controle remoto pretende organizar o setor, e quem sabe um dia, realizar as licitações exigidas em lei...Por enquanto, a prefeita de controle remoto diz que bateu o pezinho, e mandou retirar de circulação os ônibus velhos, a partir de 1 de junho...

Bom, se a prefeita esperar mais um pouquinho, quem sabe é possível poupar o trabalho da EMUT, pois as carroças correm o risco de desintegrarem por conta própria...

O único senão fica por conta do risco de vida aos passageiros, mas isso, ninguém nunca levou em conta mesmo, caso contrário, não teriam dado tanto prazo para cumprirem uma obrigação que é anterior a prestação do serviço, ou seja, quem quer explorar linhas de ônibus deve apresentar veículos em condições para tanto, e não contar com o beneplácito do poder concedente, além de montanhas de dinheiro...

E se você está pensando em protestar e fazer como em outras cidades, e queimar ônibus, não precisa...Em garotinópolis os ônibus queimam por combustão espontânea, poupando até o trabalho do usuário furioso...

Em garotinópolis você paga 1 real, e ainda pode ganhar de "grátis" uma estada no setor de queimados do Ferreira Machado...Um luxo, não...?

terça-feira, 24 de maio de 2011

A culpa é da camareira...

É claro que toda apuração deve ser equilibrada, e julgamentos precipitados devem ser evitados...Isso vale para qualquer mortal...

Mas os que ocupam posições de mando, ou de "alto coturno" sabem que o preço do poder que desfrutam é a censura pública de seus deslizes, nem sempre justa ou proporcional, mas na mesma medida que o peso dos seus cargos e das decisões que emanam, nem sempre justas também...

Isso não é uma defesa cínica de "tribunais de exceção", que punam por antecipação esse ou aquele figurão...Mas ocupar determinadas posições implica em julgamento "político" de seus atos, e essa valoração, nos tempos de hoje, nem sempre é equilibrada...

No entanto, se por um lado esse desequilíbrio fragiliza intimidades, por outro, como dissemos, aumenta a "importância" relativa desses personagens na sociedade, talvez de forma muito mais ampla que o real significado dos seus mandatos e funções...E todos eles se aproveitam disso, de uma forma ou de outra...

Logo, assim como celebridades que façam carreira pela exposição não podem reclamar privacidade, figurões como o diretor do FMI não podem deixar de cercar de determinados cuidados, e reclamar da hiperbolização de seus deslizes...

É possível que tudo não passe de uma armação...? Claro...É possível que seus adversários do "mercado" tenham se aproveitado para aumentar as dimensões do escândalo...? Óbvio...

Mas é bom esclarecer alguns pontos: Não dá para fazer do diretor do FMI o novo herói anti-neoliberalismo do mundo...Ninguém chega a chefe do FMI por ser bom moço, ou herói dos desvalidos...E se ainda fosse nosso herói, não estaria acima da Lei...Portanto, a melhor forma de provar que houve armação (ou não) é a correta apuração dos fatos alegados, e não afastar, de plano, qualquer apuração, ou desmerecê-la pela condição ou cargo ocupados pelos envolvidos...

Outra questão é que não se pode pretender esdrúxula a situação que ele se meteu, só porque há uma enorme diferença de classe entre os envolvidos (o suposto autor e a suposta vítima), como ouvi hoje no programa de rádio chapa branca da PMCG...
Além de revelar uma visão duplamente preconceituosa, pois "absolve" o autor pela suposta falta de interesse que despertaria uma camareira e pela suposta facilidade em contratar sexo de "alto nível", também "criminaliza a vítima", como se ela tivesse interesse em se "promover", ou tivesse "provocado ou facilitado" o abuso, expediente comum nas delegacias brasileiras, que felizmente vem sendo superado...Como se, em regra, vítimas de abusos sexuais gostassem de falar no assunto, ou fossem torpes a ponto utilizarem seus dramas pessoais como escada social, e mais, como se alguém, conscientemente, "provocasse" uma agressão...Ou seja: o benefício da dúvida é sempre do figurão, e nunca da "mucama..."

Ora, os radialistas de coleira desconhecem, ou fingem não saber, cinicamente, que o "tesão" de abusadores se dá justamente pela inferioridade da vítima, quer seja física, emocional e, ou econômica, o que dá certeza de impunidade, justamente pela compreensão machista da sociedade que os radialistas expuseram: "Um cara cheio da grana iria forçar uma camareira, quando pode comprar o melhor sexo de NY"...? Dão bem a exata noção do que pensam sobre mulheres, e pobres...

Essa é a história cultural do ocidente, com especificidades de cada país, mas em nosso caso, descrita por Gilberto Freire como miscigenação "voluntária", mas que na verdade se deu com a violação de escravas, que depois passaram a ser as empregadas domésticas nas "senzalas modernas"(os quartinhos de empregada), onde patrões se deleitavam e depois iniciavam seus rebentos, acobertados pela posição de classe...

Mais triste é ouvir um presidente de fundação destinada a lutar contra o racismo falar uma asneiras dessas, em se tratando de uma camareira negra...

Em tempo: Interessante a mudança da tese da defesa do diretor do FMI, que evoluiu da negação do contato físico(relação sexual) para a versão do sexo consensual...

Mas como...? Como poderia o diretor do FMI consentir fazer sexo com uma camareira...?Se eu fosse advogado dele, alegaria que foi ela que abusou do pobre homem...Se toda a mídia mundial rejeitasse, pelo menos restaria o apoio das nossas rádios locais e outros tipos de zumbis...

Bom, em um grupo político que tolera "clones", e onde o silêncio abafa consciências, podemos ouvir de tudo...

domingo, 22 de maio de 2011

Façam suas apostas...

Como os jornais de coleira já correram para "montar" uma versão para explicar os motivos da degola (que o blog já tinha anunciado no post Caminho da Roça), e outros blogueiros que pretendem justificar a defenestração pelos maus humores do napoleão da lapa, a TroLhA mexeu nos arquivos e lá encontrou uma postagem, entitulada Em cheio lá dos idos de 09 de dezembro de 2008, quando a prefeita eleita montava a sua equipe...

Há curiosas coincidências que nos levam a imaginar os motivos...É claro que se trata de especulação, mas sem dúvida, uma das boas formas de imaginar a realidade é pesquisar os fatos que a antecedem...Talvez esse "método de pesquisa" seja muito mais confiável que a declaração "protocolar oficial" do descartado(que por motivos óbvios, nunca iria cometer o erro de suscitar algo que o incriminasse), ou remeter a um problema de "relacionamento"...

Então olhe bem você, um dos meus treze leitores: O prefeito que o secretário serviu como responsável pelas finanças na cidade de Campinas, em 2006, foi Dr Hélio (PDT), à época acusado por integrantes da máfia dos sanguessugas (que intermediava a aprovação de emendas no Orçamento da União para municípios e depois direcionava as compras públicas para o aproveitamento de um esquema de comissões e financiamento de partidos e campanhas) de integrar a quadrilha, e apontava o secretário de finanças como um dos facilitadores...

Esse prefeito é o mesmo que está sendo procurado pela polícia, hoje, pela prática de corrupção na gestão pública municipal, junto com outros integrantes...
Claro, o secretário de finanças da prefeita de controle remoto nada tem a ver com os escandâlos de agora, lá em Campinas, mas não deixa de ser curioso que o Dr Hélio tenha sido pego outra vez com a boca da botija, e que um de seus prinicpais assessores tenha sido aproveitado aqui em Campos dos Goytacazes, a despeito das suspeitas que pairavam sobre si, à época...

Eu destaquei dois comentários que nos foram enviados na ocasião que publicamos o post Em cheio... leia só e veja se as notícias não eram mais que suficientes para impedir a nomeação...Bom, agora, em relação aos motivos de agora, façam suas "apostas", mas é claro, com um bocado a mais de informação sobre o que estava em "jogo":
Anônimo disse...
Um pouco de história(por onde Esquef passou?):  Notícias - 3/8/2006  Depoimento de sanguessuga menciona campanha de Hélio Um depoimento dado à Justiça Federal por Ronildo Pereira de Medeiros, apontado como “sócio oculto” da Planam — empresa que encabeçava um esquema de compras superfaturadas de ambulâncias e equipamentos médicos no País —, cita uma suposta ligação da campanha de Hélio de Oliveira Santos (PDT) ao Palácio dos Jequitibás em 2004, e a sua atual Administração, com o esquema investigado pela CPI dos Sanguessugas, em Brasília. Em uma transcrição do depoimento de Ronildo obtida pela reportagem da Agência Anhangüera de Notícias (AAN), que também está circulando publicamente pela internet, Ronildo, Darci e Luiz Antônio Vedoin — sócios da Planam — teriam vindo a Campinas, juntamente com José Caubi Diniz — que seria intermediário de José Airton Cirilo, integrante do Diretório Nacional do PT —, para se reunir com o então secretário municipal de Finanças, Francisco Esquef. O objetivo do encontro era, segundo Ronildo, acertar os detalhes de um “direcionamento de licitações para a compra de medicamentos”. Diniz, segundo o depoimento, teria chegado a cobrar 20%, a título de “comissão”, sobre o valor das vendas. Ainda de acordo com a transcrição do depoimento de Ronildo, o encontro teria acontecido porque Diniz teria afirmado ser caixa de campanha durante a eleição de Hélio à Prefeitura de Campinas. Ronildo apontou ainda que Diniz informou ter injetado R$ 8 milhões na campanha do atual prefeito do PDT. O dinheiro teria sido obtido no Banco Schahin, conforme apontou o depoimento dado à Justiça pelo sócio da Planam. Conforme mencionou o sócio da Planam à Justiça, o encontro em Campinas com o secretário “não se deu a título de consulta, mas apenas de comunicação, isto é, que seriam o reinterrogando (Ronildo), Luiz Antônio e Darci quem iriam realizar a venda de medicamentos ao município”. Uma empresa de fachada batizada como Romed teria sido criada para efetivar negócios em Campinas. A direção do grupo, segundo depoimento, estaria em nome de Rogério Henrique Medeiros de Freitas, sobrinho de Ronildo, e Ivo Marcelo. Ainda de acordo com as declarações de Ronildo, a empresa seria dele próprio em sociedade com Luiz Antônio. Procurada pela reportagem da AAN na tarde de ontem, a assessoria do prefeito Hélio divulgou uma nota oficial sobre o assunto (leia texto ao lado) em que nega qualquer ligação da atual Administração com a Planam ou com qualquer outra empresa ligada a um esquema de superfaturamento. O chefe de Comunicação da Prefeitura, Francisco de Lagos, afirmou que esta é uma “citação caluniosa, que coloca o nome do prefeito Hélio na vala comum dos que estão sendo denunciados (pela CPI dos Sanguessugas)”. Lagos lembrou que, por determinação oficial desde o início de seu mandato, o prefeito não recebe nenhum fornecedor de empresas em seu gabinete. “O prefeito não teve contato ou sequer conhece qualquer uma destas pessoas mencionadas”, disse o assessor, ainda afirmando que a empresa Romed não está cadastrada como fornecedora de nenhum equipamento ou produto na Prefeitura. Em um outro depoimento à Justiça, desta vez de Luiz Antônio Vedoin, em 11 de julho deste ano, o sócio da Planam afirma que o suposto acordo com a Prefeitura de Campinas não teria “progredido”. O texto diz o seguinte: “O interrogando (Luiz Antônio) chegou a estar, inclusive, em fevereiro em Campinas, juntamente com Ronildo, para, na presença de José Caubi Diniz e o secretario do município, aceitar as condições para a venda de medicamentos no município. A negociação não progrediu porque José Diniz pretendia receber 20%, a titulo de comissão, sobre o valor das vendas”. Ex-secretário nega contato com empresa Procurado ontem pela reportagem, o ex-secretário municipal de Finanças, Francisco Esquef, negou categoricamente conhecer ou ter tido qualquer contato, mesmo que rápido, com Ronildo Pereira de Medeiros, Darci e Luiz Antônio Vedoin, sócios da empresa Planam. Esquef disse ter sido surpreendido pela notícia do depoimento de Ronildo à Justiça Federal e nega que tenha acontecido qualquer reunião sobre um suposto direcionamento de licitações para a compra de medicamentos na cidade. “Não aconteceu absolutamente nada. Até estranhei quando tomei conhecimento destas informações porque eu não tinha qualquer contato ou relacionamento direto com a área da Saúde ou com quaisquer outras secretarias”, afirmou Esquef. “Quem solicita o empenho de verba (para determinadas compras de equipamentos, produtos ou serviços) são as próprias secretarias fins e não a pasta de Finanças”, disse. O ex-secretário ainda mencionou que a sua agenda de trabalho pode ser consultada por qualquer autoridade que esteja interessada em confirmar as suas declarações. Nela, existem todos os registros de visitas, encontros e reuniões que teriam sido realizados no Paço Municipal durante a sua permanência na Pasta. Esquef foi secretário de Finanças de janeiro de 2005 até julho deste ano. “Eu costumava receber representantes de bancos, sindicatos, secretários municipais, empresários e vereadores. Fornecedores de empresas não estão na minha lista”, disse Esquef, reforçando que também nunca havia tido contato com o nome da empresa Romed, que supostamente serviria de fachada para a Planam. (FG/AAN)
Anônimo disse...
Xacal, Para complementar a informação passada pelo outro anônimo, trancrevo mais uma notícia: "Em seu depoimento à Justiça Federal do Mato Grosso, no final de semana, o empresário Ronildo Pereira, ligado a Luiz Antônio Vedoin, dono da Plana, citou Hélio de Oliveira Santos (PDT), prefeito de Campinas, alegando que a administração de Campinas direcionou licitações para compra de medicamentos e que o prefeito teria recebido uma comissão de 10% sobre do valor da compra. Pereira integra a empresa acusada de chefiar o esquema da “Máfia das Sanguessugas”, esquema que desviou dinheiro de verbas públicas por emendas parlamentares. Pereira cita quer o esquema tinha Francisco Esquef, ex-secretário de Finanças, que deixou o cargo mês passado, como intermediário, e afirmou que o prefeito teria recebido R$ 8 milhões para sua campanha eleitoral. Esquef e o prefeito negam qualquer envolvimento com o esquema e Esquef ainda diz não conhecer integrantes da Planam. A prefeitura, em nota oficial, cita que nunca recebeu empresário que ofereça serviços ou materiais, como medicamentos e equipamentos hospitalares, e negar que a Romed, empresa citada durante depoimento de Pereira, seria cadastrada como sua fornecedora. Já sobre o dinheiro de campanha eleitoral, a prefeitura afirma que as contas foram aprovadas pela Justiça Eleitoral. Representantes da Planam citaram o nome de três deputados federais da Região Metropolitano de Campinas com envolvimento no esquema. Ildeo Araújo (PP), de Americana, contesta acusação e disse que um ex-assessor teria sido exonerado por agir em seu nome. O deputado Salvador Zimbaldi (PSBD), de Campinas, e o Newton Lima (PTB), de Indaiatuba, são citados em cobrança propina para intermediar liberação de emendas de deputados para o orçamento da União. Zimbaldi nega qualquer envolvimento e Lima não foi encontrado para comentar o caso".

sábado, 21 de maio de 2011

A consulta no terreiro do pai xacal...

hu-hum, mizifia, hu-hum...vossuncê num fique aperriada que essa ziquizira vai passá loguinho...vossuncê agora anda com gangazumba, e vai mandá oferecê despacho com ave-lynus, farofa, charuto e vinho lá no ilê do oráculo...vossuncê é poderosa, vossuncê é poderosa...hu-hum...vossuncê tem paixão e é protegida pelo gangazumba...é sim, sinhô...hu-hum...

tem que fazê oferenda, minha fia, tem que fazê oferenda prá agradecê o presente da entidade rosa, minha fia...vossuncê tem pôca cultura, mas vai mandá em quem tem mais que vossuncê, e vai podê chamá tudo aqueles minino prá batê tambô nas festa do santo...hu-hum, mizifia, hu-hum...

eles tudo tem inveja, minha fia... você pode ser meio burrinha, mas num é doida, nem rasga dinheiro...vossuncê é raposa em pele de cordeiro, é sim...hu-hum...

mas cuidado com as entrevista com a mãe rosa, que você pode derrubar a entidade otra veis...

pai xacal vai cantá prá subi, minha fia...batê o tambô aí, minino, bate a cabeça no congá, que esse som tá massa, mia fia...ê-ê, saravá e axé...

sexta-feira, 20 de maio de 2011

terça-feira, 17 de maio de 2011

Mural da TroLhA...

Pólo Arte na Escola – UENF no Museu Olavo Cardoso


O Pólo Regional Arte na Escola – UENF convida os interessados para participar do Passeio Cultural a ser realizado no Museu Olavo Cardoso neste sábado, dia 21 de maio, das 15h às 17h. A visita ao Museu será mediada pela historiadora Sylvia Paes.
A programação é gratuita e para fazer a inscrição basta confirmar por esta mensagem ou ligar para o Pólo (2724-3471).
O Museu Olavo Cardoso fica na Avenida Sete de Setembro, nº 222, esquina com a Rua dos Goitacazes, no Centro de Campos.

Museu Olavo Cardoso

O Museu Olavo Cardoso, misto de museu casa e de museu da cidade, está instalado na antiga residência de Olavo Cardoso, proeminente usineiro e filantropo campista. Além de perpetuar sua memória, resgata, preserva e divulga a memória e a história da própria cidade de Campos dos Goytacazes.
A maior parte de seu acervo, ligado à memória da família Cardoso, dá alma à residência cujas espacialidades e ambientações nos falam sobre os modos, os costumes de uma época.
O museu é, ainda, comodatário de todo acervo do Museu de Campos dos Goytacazes que funcionava, desde 1990, na antiga residência do Visconde de Araruama, interditado pela Secretaria de Meio Ambiente e Defesa Civil em 1997, hoje em processo de restauração.
Prédio:
Construção do final do século XIX, casa, de face de rua com porão e jardins, possui doze cômodos. O salão principal serve como ante-sala para os quarto e a sala de jantar. A restauração foi feita com base num amplo trabalho de pesquisa de modo que seu visitante tenha uma clara idéia de como a casa realmente funcionava em seu dia-a-dia. Houve também investimento em projetos de iluminação da fachada
Instituição:
Vinculado à Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL), da Prefeitura de Campos, o museu, inaugurado no dia 6 de agosto de 2006, o museu leva o nome de um proeminente usineiro e filantropo campista cuja última vontade, registrada em testamento, foi transformar sua residência em museu após a morte de sua última herdeira.
Acervo Composto por:
  • mobiliário, serviço de mesa e objetos pessoais de Olavo Cardoso e família;
  • pelo gabinete presidencial com mobiliário e livros da coleção pessoal do campista e Presidente da República Nilo Procópio Peçanha, doado à Biblioteca Municipal que leva seu nome;
  • pelo o acervo arqueológico oriundo das escavações realizadas no sítio do Caju RJ-MP-08, nos anos de 1989/91;
  • pelo acervo iconográfico que fazia parte do acervo da Secretaria Municipal de Obras, anexado ao Museu de Campos em 1990;
  • pelo quadro "A Partida dos Voluntários da Pátria" de Clovis Arrault, uma tela de Ary Parreiras, de 1944;
  • por objetos pertencentes à extinta Leopoldina Railway.

Referências
FEYDIT, J. Subsídios para a história dos Campos dos Goytacazes. Rio de Janeiro: Editora Esquilo Ltda, 1979.

Governo do Estado do Rio de Janeiro; SEBRAE-RJ et al.
Projeto Inventário de Bens Culturais. Imóveis
Desenvolvimento Territorial dos Caminhos Singulares do Estado do Rio de Janeiro - Caminhos do Açúcar.

O roteiro cultural dos Caminhos do Açúcar constituiu-se, juntamente com o ouro, o café e o sal, em tema abordado por este inventário, sendo selecionada como área de estudo, a região Norte-Fluminense que, marcadamente, tem a sua identidade cultural vinculada a história do açúcar.
www.sebraerj.com.br/custom/pdf/cam/acucar/00_CaminhoDoAcucar_FULL.pdf

Opera Prima, Arquitetura e Restauro
Informações e imagens do acervo oriundo do antigo Solar do Visconde de Araruama que funcionou como Prefeitura, Câmara Municipal, Biblioteca e, por último, como o Museu de Campos
www.operaprima.com.br/pdfs/Museu_Campos_Pesquisa.pdf

Museu Virtual de Campos dos Goytacazes
Imagens antigas de campos dos Goytacazes
museuvirtualcampos-rj.blogspot.co

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Caminho da roça...


E no reality show mais caro do Brasil, que tem um orçamento de 2 bilhões de reais, mas onde nada funciona direito, um dos "participantes" que "briga" pelas chaves do cofre, vai fazer o caminho da roça, e "vorta" lá pr'ás bandas de SP, de onde saiu corrido...Ele esquece, mas a gente não...!!!

Nas fofocas de bastidores do governo de ficção, os boatos dizem que o que o rapaz faz debaixo dos "panos" é só indecência, mas com o dinheiro público, que fique claro...!

Agora o blog não sabe se o "diretor do programa" mandou plantar essa nota para dar aviso ao rapaz de goela larga, ou se é para valer mesmo...

De qualquer forma, seria bom que as autoridades passassem a assistir a nossa versão da "fazenda"...Quem sabe o pau que bate em chico, bata também em francisco...?

sábado, 14 de maio de 2011

TroLhAdas culturais...

Segue a nossa maratona cinematográfica...

Nessa sexta-feira foram "digeridos" dois clássicos...Um verdaderio "banquete"...

Como "entrada", Easy Rider (Sem Destino), escrito por Peter Fonda e dirigido por Dennis Hopper, que são também, e não por acaso, os dois protagonistas, do roadie-movie, junto com Jack Nicholson...

Fiel ao velho costume, o blogueiro revisita os filmes, para contextualizar suas referências com o passar do tempo...
Essa mania já foi dita aqui, outras vezes...
Já falamos isso, mas não custa repetir...Alguns filmes trazem na essência uma idéia, ou uma proposta que não se esgota com o tempo...Isso não desmerece filmes datados, que têm seus roteiros e argumentos vinculados a eventos específicos...
De certa forma, não é errado supor que todos os filmes, ou obras literárias, ou qualquer outras manifestações artísticas, carreguem em alguma parte, uma visão atemporal sobre algum valor ou tema caro à Humanidade...Uma "moral" atemporal...No entanto, em certas obras, esse ingrediente é princípio, meio e fim, e não apenas um incidente...

No filme de Peter Fonda/Dennis Hopper, por exemplo, o debate fundamental é perene, e talvez eterno, sobre liberdade, sobre tolerância e visões distintas da realidades que se chocam, e como esses conflitos são resolvidos em determinadas sociedades...

Quem ouve o diálogo entre Nicholson, Fonda e Hopper, acampados à beira de estrada, no caminho para Mardi Gras(festa tradicional de rua, em New Orleans), após serem "expulsos" de uma cidade típica do sul estadunidense, habitadas pelo homem rural típico(conhecidos como "red necks"), intolerantes, racistas, e patriotas(é lógico), tem a impressão de que a conversa deles é sobre a situação atual dos EEUU, atolados em guerras "injustas e sujas", encurrlados por dilemas morais que ameaçam a sua própria idéia de nação livre, que reagem com mais e mais violência para defender liberdades, que soam cada vez mais como slogans, pendurados em alguma parede, ou cantados em alguma propaganda qualquer...
É como se o o filme tivesse sido rodado em alguma cidade do Arkansas, Alaska, ou do Texas, nos dias de hoje...
O desfecho do filme também simboliza fim da idéia funadamental que fundou o país, e torna toda luta em nome desses valores inútil e falsa...ilegítima...

Some tudo isso com uma trilha sonora fantástica, belas tomadas em plano aberto, que revelam uma paisagem de um país exuberante, algumas referências da (contra)cultura beat, e as maravilhosas motocicletas usadas pelos dois easy riders...Fatntástico filme...


Já o outro filme, digerido como prato principal, dada a sua densidade, coincidentemente, de de forma aleatória, trata dos mesmos temas caros a maior democracia do mundo, como eles se autodenominam...
Aqui, no filme de Alan J. Pakula, o ambiente é outro, e também tão tipico do imaginário estadunidense, quanto a estrada ou o far west: A redação de um grande jornal, nesse caso, o Washington Post, na década de 70...Onde se gestou e nasceu o Watergate, o escândalo que derrubou Nixon, e inspirou o livro e filme, All The President's Men, ou Todos Os Homens Do Presidente...

Dustin Hoffman e Robert Redfordo encarnam Carl Bernstein e Bob Woodward, respectivamente, que na vida real viveram a dupla de jornalistas que realizou a mitica missão que todo jornalista sonha: Derrubar um presidente com uma reportagem investigativa...
O filme é baseado no livro de ambos, que conta o roteiro dessa trama clássica de conspiração...

Visto hoje, o problema abordado vai além dos conflitos éticos do jornalismo, e desse enfrentamento entre o poder midiático, que mistura uma ética privada da empresa com a missão pública da informação, e o poder político constituído pelo voto, e o poder da burocracia que cerca essas duas esferas anteriores...

Na trama, essa promiscuidade de interesses(políticos, "de Estado", jornalísticos), nem sempre visíveis, mas sempre realçada na contradição da conduta correta(ou quase sempre)dos profissionais e seus superiores, que de certa forma, mitifica ou procura dar certo heroísmo ao personagens...Compreensível, ainda mais se olharmos para o que se transformou o jornalismo naquele país, e por miséria nossa e do nosso atávico mimetismo, o nosso jornalismo brasileiro...

É quase como se, ao assistirmos o filme, desejássemos jornalistas com a ambição auto-suficiente e arrogante de Bernstein, com o instinto e determinação caipira e galante de Woodward, um quase ingênuo...Diante de mercenários de redação e toda sorte de jornalistas de coleira, no dias atuais, o filme torna-se anacrônico, de um lado, pela superação de um tempo onde jornalismo investigativo tinha uma utilidade e um viés calcado no interesse do público a ter informação FACTUAL de qualidade, ainda que mediada por interesses, é lógico...
Por outro lado, é atual o debate pelo intenso grau de partidarização a aparelhamento da mídia, a corrupção de seus valores pela necessidade de sobreviver atada ao poder que lhe "alimenta", mas limita quanta liberdade e de que forma essa liberdade se expressará...Como a defesa da liberdade de imprensa por esses órgãos é, então, hipócrita e falsa...

Ao término do filme, é possível enxergar como a sociedade estadunidense e seu jornalismo "evoluíram" desse estágio para o atual, onde diversas crises e escolhas políticas trouxeram para dentro da mídia a tarefa de fazer o trabalho "sujo",  de atacar, difamar e manipular a visão que a sociedade têm dos adversários do poder, onde antes, na época do filme, quem praticava, prioritariamente, essa "sabotagem" eram arapongas do governo, pagos com dinheiro público e verbas de caixa dois, agora "legalizados" em licitações de "contas publicitárias governamentais"...

Um belo filme....Cinema de baixo custo e altíssima qualidade...Ao contrário de nosso jornalismo, de altíssimo custo para os cofre públicos, e sempre de baixíssima qualidade...

O mesmo jornal ordinário de sempre...

O histórico de veículo de propaganda pára-oficial da dinastia da lapa retira dos editores do jornal c...de bêbado(que não tem dono)o benefício da dúvida...

A capa da edição eletrônica de hoje trazia um número que não correspondia a matéria...A capa trazia uma chamada que informava que a prefeita de garotinópolis entregou quase 10 mil casas, já no link da matéria, um número dez vezes menor, ou seja, algo em torno de mil casas...
Todo jornalista sabe que é nela que se concentram as atenções, ou seja "meio quilo" de manchete de capa, valem mais que duas toneladas de reportagem na página 6...

Há algum tempo atrás, sem a vigilância da internet e dos blogueiros, o gato passaria por lebre, e a propaganda cumpria sua missão...

Veja aqui a imagem da capa, rapidamente corrigida, após ser desmascarada...

Agora leia o texto com a "reportagem de coleira"...

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Que alívio...ufa...

Bom, de acordo com o novo tom (soft ou light, como queiram)dedicado pelo mais novo veículo de propaganda da pmcg, nós agora demos o "passo" que faltava, e temos um "epidemia de dengue"...

Nossa, que enorme e importante novidade...

Um exemplo claro e acabado de como falar de um assunto, sem trazer nada relevante ou que esclareça sobre o tema...E assim vamos, "passo a passo", desinformados e sem condições de cobrarmos da autoridades as responsabilidades de quem as têm...

Ora, é inadmissível conviver com o número anual de mortes causadas pela dengue...

Pior é repetir, de forma irresponsável e criminosa que a culpa é do vasinho de planta ou do morador...

A perenidade endêmica dos casos e das mortes revela que nosso sistema de saúde pública municipal não formula, planeja e executa a fiscalização, controle e tratamento adequados para evitar que os resultados sejam os mesmos: trágicos...

Dengue é um problema sanitário, de âmbito público, com providências em escala (coleta de lixo, limpeza de logradouros e terrenos baldios), e intervenções na esfera privada do morador (entrada compulsória e multa agregada ao IPTU e com lançamento na dívida ativa caso haja reiteração de conduta displicente com as determinações sanitárias)...
Assim como o motorista que ameaça a vida de outros é multado, deve ser penalizado o morador que ameaça a saúde pública com a manutenção da insalubridade em seu imóvel...

Mas a agenda eleitoral e falta de coragem dos nossos administradores impedem que vidas sejam salvas...

O Ministério Público e a Polícia deveriam apurar e processar a negligência dos administradores (prefeita e secretário de saúde), para propor as sanções previstas para homicídios na modalidade culposa...

Só assim, vinculando a falta de providências ao resultado(mortes) Vossas Excelências se mexerão para erradicar uma doença que foi banida no início do Século XX, quando as condições sanitárias e tecnológicas eram infinitamente piores...

Afinal de contas, quando algo dá certo os governantes correm a cobrar o (justo)reconhecimento por suas ações...como imaginar um critério distinto quando dá errado...?

A raposa e o galinheiro...

Comovente a preocupação de alguns homens públicos com o futuro de nossa juventude, e a ameaça do uso e abuso de entorpecentes na região...


Sua tese sobre uso e abuso de entorpecentes como efeito de traumas psicossociais, gerados por abusos sexuais é relevante, afinal, conta uma historia recente do submundo local, conhecida como meninas de guarus, que foi em sítio de sua propriedade que aconteceram "experiências" que comprovam a elaborada tese do importante e preocupado personagem....Abuso sexual gera uso e abuso de drogas...

Pode-se duvidar da sinceridade da preocupação do ilustre senhor, mas nunca de seu "conhecimento científico", construído com "muita pesquisa e ensaios de campo"...

Afinal, quem conhece mais das galinhas que a raposa...?

Vamos virar a página e não se fala mais nisso...

quarta-feira, 11 de maio de 2011

O cemitério de Odorico e as delegacias do cabral...

Os sucessivos adiamentos da inauguração da delegacia de SJB ameaçam transformar o fato em anedotário regional, como o cemitério de Odorico Paraguaçu, na lendária Sucupira...

Não diz o governador, por motivos óbvios, que falta o de sempre: Policiais...Delegacias, viaturas, computadores e outros recursos diversos não funcionam sem o óbvio: gente...

O programa Delegacia Legal requer um quantitativo grande de servidores, uma vez que o funcionário é responsável por todas as etapas do processo de investigação...

Não dá mais para fazer política do cobertor curto, pois as outras unidades da região estão no limite da capacidade dos servidores, e um registro na 134ª ou 146ª DP, centro e guarus, respectivamente, pode levar em média duas a três horas, dependendo da circunstância...

Há um gargalo que o governador não assume como tarefa a ser enfrentada: A carreira de policial civil não oferece atrativos financeiros, não há reajustes dignos, mas só "gratificações", a progressão quase inexiste, ou seja, tanto faz ter 2 ou 20 anos de serviço, pois as promoções significam nada ou quase nada, e desse jeito, os concursos, além de insuficientes, funcionam como meros trampolins...

As DPs de São João da Barra e São Francisco não abrem por falta de gente, assim como o cemitério de Odorico, que também precisava de gente...só que nesse caso...morta...!

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Bendito Osama...!

Com o assassinato do líder talebã, as tragédias humanitárias da Líbia, Síria e Iêmen, onde os EEUU e a OTAN, adotam pesos e medidas diferentes para retaliar agressões aos protestos(matam os líderes líbios, enquanto fingem não ver o que acontece nos outros países), ficaram em segundo plano...Ou seja, liberou geral a barbárie, de qualquer lado que seja...

Bom, com a morte de Osama, sossegou também a histeria sobre o caso de Realengo...Vai ver os SEAL e a CIA não encontraram nenhuma relação entre o psicopata de Realengo e o Bin Laden...

Pôxa, e o PIG tinha tanta certeza disso, que pena, não...? Bom, daqui a pouco eles encontram outra teoria maluca para divulgar...

Quem sabe o Wellington não seja um agente de Cuba...?

O cuidado e o zelo...sempre seletivos...!!!

Comove o zelo e o cuidado com a pessoa jurídica CENTROCOR, que teve um dos sócios presos, por suspeita de integrar quadrilha para fraudar o INSS...

Como é bonito ver o jornalismo praticado com prudência, a enaltecer os valores éticos que deveriam dar norte a essa importante profissão...

Uma pena é constatar que esse zelo e distanciamento, dedicado a carreira do médico e seu vínculo com o referido estabelecimento de saúde, em relação aos seus supostos atos criminosos, não se observa quando os suspeitos são de outra classe social, e não pertencem a nenhum quadro societário empresarial, ou de qualquer outra natureza "nobre"...

Ou seja: direitos humanos, direito ao contraditório, preservação de imagem, etc, etc, etc, funcionam, desde que você tenha "berço"...caso contrário, se for um favelado, toda sua comunidade, familia, vizinhança e arredores são rotulados e marcados com o símbolo do crime...

Um salve para nossos jornalistas de garotinópolis, lacaios do poder econômico...

Campos a um passo....da insanidade...!

Depois que certos acordos foram celebrados, alarmismo catastrofista que inundava certas folhas destinadas a embrulhar peixe podre, deram lugar ao comedimento, que ilustra de cuidados as suas manchetes...

Eu fico a imaginar, como um médico, especialista(em infecção, diga-se de passagem, e não em prevenção santitária, como deveria ser)pode declarar que estamos "a um passo" de uma epidemia...Como é isso...? Dois passos para lá, três para cá...? Que estranha e mórbida dança é essa, que brinca com a saúde da população...?

Ora, Campos dos Goytacazes, e pior o Estado do Rio de Janeiro, são áreas endêmicas de dengue, onde qualquer aumento significativo deveria disparar todos os alertas para conter o aumento do surto epidêmico, uma vez que dada a proporção da doença na região, já é possível, inclusive e infelizmente, traçarmos uma série histórica e antecipar quais são os anos que teremos as "epidemias"...Se olharmos os útlimos anos, os deslocamentos dos surtos epidêmicos nos darão uma pista que a doença obedece uma espécie de rotatividade pelas regiões do país...

Mas qual nada...Seguimos a dar murros em ponta de faca...

E por aí vamos: Médicos engordam suas carreiras e "portfólios" pessoais, agentes contratados sem concurso (sempre na emergência), ações sem qualquer coordenação e planejamento, e ausência de coleta de lixo eficiente e tratamento de resíduos sólidos, que junto com a leniência em impor regras rígidas aos moradores e proprietários de imóveis, dão o resultado de sempre: Mortes...!

Creio que já passamos vários passos do limite do aceitável...

domingo, 8 de maio de 2011

Uma escolha, não uma imposição...!

Não há como não celebrar o dia das mães...Quem se dispuser a questionar o sentido comercial da data, e propor que TODOS os dias sem exceção sejam dedicados à elas, vai sofrer sofrer mais preconceito que pobre em Country Club...

É difícil afastarmos esse traço humano: A tendência de resumirmos nossas culpas em comemorações datadas, a fim de que ali, essas culpas sejam expiadas...

Mas há uma reflexão que gostaria de trazer de volta a esse espaço...O ato da maternidade tem que ser devolvido, ou melhor, tem que ser entregue as suas verdadeiras destinatárias: as mulheres...

Até agora, o ato da maternidade é uma concessão do mundo masculino...

Sim, porque enquanto perdurar nossa teocracia, que criminaliza a escolha da mulher em abortar filhos indesejados (sim, há mulheres que não desejam ter filhos), não poderemos falar em senso completo de maternidade...

No Brasil, ainda, cerca de 5 milhões de mulheres sofrem lesões por causa de abortos clandestinos, a esmagadora maioria, pobre, pois as ricas estão seguras em clínicas chiques e esterelizadas...

Dessas 5 milhões, 20% ou 1 milhão, morrem em decorrência dessas complicações...

Não há como festejar a maternidade, sem pensar nessas mulheres que morreram, simplesmente, porque não queriam ser mães...

Então, que o dia de hoje seja feliz, para quem escolheu ser mãe...

sábado, 7 de maio de 2011

EscravoBras...a Nova Estatal da Prefeitura...


A considerar o elevadíssimo número de autuações nos canaviais que servem as principais indústrias sucroalcooleiras da região, com flagrantes de exploração de trabalho análogo ao escravo, de acordo com o Ministério do Trabalho...

A considerar o histórico de inadimplência e calotes em outros programas e ações de governos anteriores, de outras esferas (estadual e federal) como IAA, e outras iniciativas...

A prefeita de Campos, no uso de suas atribuições, CRIA, com enorme ônus para os cofres públicos, e para o lucro de alguns poucos, a ESCRAVOBRAS, a estatal campista que, através de fundo municipal (leia-se: dinheiro do contribuinte) vai sustentar essa atividade econômica que ainda resiste a alterar seus métodos do Século XIX...

Revoguem-se as disposições em contrário...

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Os jardins suspensos da Babilônia Rosa...!!!

Ópera de Arame em Curitiba

Os jardins suspensos da Babilônia da Lapa


É um acinte...Você, eleitor/contribuinte imagina que gastaremos, por ano, quase o dobro (14.8milhão) do valor para cuidar de parques e jardins do que gasta a cidade de Curitiba(8 milhões)...?

Mas fazer o quê, se o povo curitibano adora pechinchar, e deixa seus parques naquele estado lastimável...Ô cidadezinha feia...

É por essas e outras que eu digo que o paraíso é aqui...Esse povinho sem noção de estética e com mania de pobreza que vive a reclamar de tudo...

Leia a comparação feita pelo blogueiro Cléber Tinoco, aqui...

Ainda bem que nossa cidade e nossos governantes sabem como gastar nosso din-din...

Não ligue para essa gentalha, prefeita, mete o pé na jaca...

Com esse preço, com certeza vamos ter chafariz de espumante Brütt, e banquinhos de madeira, em mogno, e adornos folheados à ouro...

Trés chic, mes ami, trés chic...!

E assim desencaminha a Humanidade (campista)...2

Nessa terra de ninguém, a lógica desafia a própria lógica...Aqui, é sempre lucro para uns poucos, e prejuízo para todos...

Alguém acredita que um empreendimento do tamanho e relevância do novo shopping não fez, ou não anteviu os impactos e transtornos que sua localização e acesso trariam a vizinhança e ao entorno...?

Leia aqui o "memorial" que os investidores, através de sua assessoria, enviaram ao blog do Roberto Moraes...

Diante de tanta informação e grandiosidade, como aceitar tanto amadorismo e mesquinharia para tratar da coisa pública, nesse caso, os problemas causados pelo acesso ao empreendimento...?

Ora, ora, ora, é a velha jogada: o que é meu é meu, o que é seu, é nosso...E assim, fica para o contribuinte o "mico" e o transtorno...como, aliás, você também pode ler aqui, na reclamação dos moradores do Recanto das Palmeiras, publicada no blog do Roberto...

Se tivesse um pouquinho, mas um pouquinho só de brios, a sociedade campista deveria repelir o tal shopping, e só visitá-lo depois que as obras fossem feitas, e com ônus, é claro, dos proprietários e locatários do empreendimento...

Mas qual nada...O negócio aqui é cada um por si, e deus contra todos...
Danem-se todos, se eu com meu carro emplacado em Guarapari vou ao novo playground da classe mé(r)dia...E se for o caso, pela contramão...

E assim desencaminha a Humanidade (campista)...

Quer cometer crimes, ou subtrair dinheiro de alguém...? Tire do Estado...

Ou você já viu algum comprador de carro retirando um veículo pela metade do preço de alguma agência, só porque ele está com preço caro...?

Você já viu alguém meter a mão no caixa de um banco, porque as tarifas são abusivas...?

E será que você, mesmo depois de saber as condições do contrato, paga a metade do aluguel, porque passou a discordar do preço...?

Será que o dono de um veículo não sabe que sua propriedade lhe implica em obrigações e responsabilidades das quais só poderá se livrar se NÃO comprar o bem...e que ninguém é obrigado a comprar carro...?

Adotemos a lógica dos defensores dos sonegadores e fraudadores de impostos:
Achou caro...?Não pague, ou pague menos...
Foi ao banco...a tarifa está abusiva...? Tire o dinheiro do caixa..quando ele não estiver olhando, é claro...!
Contratou aluguel, não deu...? Pague só a metade...

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Frases padrão...Escolha a sua...

"Eu sou inocente..." (todo presidiário se diz)

"Bêbado, eu...? hic...eu só bebi um copinho..." (do condutor embriagado)

"Foi ela que me agrediu primeiro..."(do agressor de mulheres, quando preso)

"Eu sou trabalhador...pintor de paredes..." (do traficante, quando perguntado sobre sua fonte de renda)

"É um absurdo essa indústria de multas..." (do condutor pego à 140 km/h onde a velocidade permitida é 60 km/h)

"Eu estacionei aqui porque era uma emergência..." (do condutor que parou em cima da calçada)

"Eu sou honesto, gente de bem, trabalhador, eu só quero fugir do imposto caro..." (dos sonegadores em geral: comerciantes, vendedores de pirataria e condutores que fraudam o fisco e a declaração de domicílio e emplacam seus carros em outro Estado)

Não adianta espernear...

Proprietários de automóveis são seres estranhos...Entendem que o destino de cidades, as verbas orçamentárias e todas as organizações públicas tenham que estar aos pés de Vossas Majestades: O carro e seus condutores...

Faltou espaço...? Derrubem-se casas, modifiquem cidades, invadam as praças e abram-se ruas e viadutos, túneis...Transporte público...? Qual nada...Dêem-nos carroças a um real... Calçadas...? Para que esse "luxo"...?

Os condutores acreditam que os impostos que pagam lhe dão direitos infinitos: Desde ruas impecáveis, hospitais prontos a receber os motoristas suicidas e suas vítimas, polícia para garantir que seus carros não sejam afanados, equipes de resgate, helicópteros para tanto, se for o caso, vagas públicas e gratuitas, etc, etc, etc...

Para o motorista proprietário, o fato dele comprar um carro é quase um favor que ele faz a sociedade, e deveria até receber um "bônus" por isso...Quanto maior, mais poluente e mais ameaçador e possante, maior deveria ser a recompensa...

Fiscalização...? Você sabem com quem está falando...?

Só esta postura justifica a grita do programa chapa branca, página virada, toda a vez que a polícia e órgãos fiscalizadores se dispõem a cumprir a Lei...

Pela última vez:

Emplacar carros em outros estados, ainda que se tenha imóveis registrados no nome do condutor/proprietário é crime...O local de licenciamento é o domicílio, e a Lei (Código Civil) regulamenta o que é domicílio...Não há tegiversações...Aliás, dois crimes: Crimes de falsidade ideológica e crime de evasão fiscal...Há de se considerar ainda a formação de quadrilha, na medida que esse esquema conta com a participação/autoria de despachantes e moradores de outras cidades que cederem seus endereços...

O IPVA no RJ não é só alto, ele é, antes de mais nada, injusto: Ou seja, quem tem um carro de 200 mil reais paga a mesma alíquota de quem tem um carro de 30 mil reais...O que deveria acontecer é um escalonamento, para atender um princípio constitucional (capacidade contributiva), que deveria nortear nosso sistema tributário: Quem pode mais, paga mais...ou, a cada qual o peso dos tributos, de acordo com sua capacidade...

E quem der uma olhada no pátio, nos carros apreendidos nessas operações da DRFA, vai perceber um detalhe, no mínimo, estranho: A esmagadora maioria dos veículos ali depositados é nova e dos modelos mais caros...Logo, quem mais burla a Lei é quem menos precisa disso...Aliás, como sempre...!

E por último: Toda e qualquer atividade concessionária do Estado, nesse caso a Pátio Norte, deve ser fiscalizada pelo poder público concedente, e em última instância, pela Câmara de Vereadores...

Mas é bom não inverter a lógica, só existe a lucrativa "atividade de parqueamento", porque condutores insistem em desrespeitar a Lei, e nesse caso, a municipalidade local, assim como a da capital (os pátios na capital também são privados e credenciados sob o nome de fantasia Pátio Legal), entenderam que não cabe onerar o Erário para guardar carros de condutores infartores, quer dizer: Por que o seu, o meu imposto de pedestre ou condutor tem que arcar com os custos de depósito de quem não cumpre suas obrigações...?

Ou seja: Só existe a "indústria da multa" e do "depósito" quando existe a indústria da "infração"...

Quem quer ter carro, deve ter condições de cumprir essas obrigações...O que o Estado e os órgãos fiscalizadores têm realizado deve ser aplaudido, pois a impunidade que permitiu, por exemplo, que Bom Jesus do Norte tenha tantos carros licenciados naquela cidade quanto o número de habitantes, é um tapa na cara de quem paga seus impostos na cidade onde reside...
Como manda a Lei...

Cabe informar aos radialistas de coleira que uma parcela do IPVA retorna a municipalidade, através de repasse...Logo ele que dizem amar a cidade, e que vivem pendurados nas verbas públicas, reclamarem de uma ação que traga mais impostos para pagar seus gordos DAS...

Nenhuma outra cidade do Estado tem uma frota tão grande licenciada em outro Estado...Nenhuma...Até pela questão geográfica, e pela facilidade que esta "vantagem" possibilita para descumprir o que MANDA a LEI...

Nem vou mencionar o fato de que o licenciamento em outra cidade impede ou dificulta a identificação e intimação de seus proprietários para cobrança de multas e das responsabilidades criminais quando as houver...

É só dizer para os motoristas "capixabas": Perdeu, cumpadi, perdeu...

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Saiam do armário, meritíssimos...

Diante do adiamento, pelo STF, da decisão sobre a união estável entre casais homoafetivos, de acordo com o que nos informa o blog Dignidade, só nos resta dizer: Saiam do armário, e digam não ao preconceito, ministros...

TroLhAdas Regionais....

Câmara Itinerante nesta quinta (05) em Água Preta

A Câmara Municipal de São João da Barra vai promover nesta quinta-feira (05) o projeto “Câmara Itinerante”, na localidade de Água Preta, no 5º distrito, a partir das 14h. O encontro começa sempre com serviços gratuitos à população da localidade, como corte de cabelo, manicure e pedicure, verificação de pressão e glicose, além de assistência jurídica, recreação infantil e ouvidoria. A partir das 17h, inicia-se a sessão plenária onde os vereadores discutem requerimentos, indicações e projetos de leis.

O “Câmara Itinerante” aconteceria na semana passada, mas não foi realizado porque os vereadores, Amaro Elio de Souza Ribeiro, Aluízio Siqueira, Carlos Alberto Alves Maia, Jonas Gomes de Oliveira e Alexandre Rosa, protocolaram requerimento pedindo a suspensão da reunião; alegando que a mesma foi marcada com menos de uma semana de antecedência – o que contraria o Regimento Interno.

Toda a população poderá acompanhar e ter mais esclarecimentos sobre o projeto pelo site www.camarasjb.rj.gov.br e pela frequência 101,9 Rede Ultra FM de Rádio, que transmitirá ao vivo os trabalhos do legislativo."Esperamos que todos os vereadores compareçam à sessão para que possamos discutir assuntos importantes para a população sanjoanense, como a questão da desapropriação no 5º distrito", comenta o presidente da Casa, Gerson da Silva Crispim (Gersinho).

Enviado pela ASCOM Câmara de SJB.

Tem razão o presidente-clone...

Leio nos sítios eletrônicos dos jornais de coleira dessa cidade, na verdade cadernos "A" e "B" da divulgação da secretaria de propaganda, a cargo do nosso eficiente herr doctor goebbels da lapa, que o presidente-clone da Casa de Telhado de Vidro, a Câmara Municipal, disse que uma investigação em CPI, para apurar as distorções e falta de cumprimento das metas pela concessionária de águas e tratamento de esgoto nessa cidade, com suspeitas, inclusive, de cobrança indevida por anos e anos e anos, não são merecedoras da atenção fiscalizadora de Vossas Excelências...

De acordo com o nobre edil, tudo não passaria de um golpe publicitário...Ou seja, os proponentes da idéia de abrir uma CPI querem, na verdade, é aparecer nos jornais...

É...o presidente-clone pode ter razão...

Mas eu fico a pensar com meus parcos neurônios de canídeo:
Ora, ora, ora, não seria ótimo que vereadores pudessem aparecer na mídia justamente por fazer o que deveriam...?

Por mais que se tratasse de uma marquetada, não seria desejável que vereadores "aparecessem" por querer tratar do interesse público, ainda que com isso estivessem também à espera do reconhecimento por essa tarefa...?
Afinal, não há mal algum quando o interesse privado (motivação) dos vereadores em ter repercussão pelos seus atos coincida com o interesse público...ou não...?

Bem pior, pensa esse sarnento xacal, é quando vereadores aparecem por fazer o que não devem...

Ahhhh...como bom entendedor dos humores da mídia e da "opinião pública" (ou será publicada...?), o nobre presidente-clone sabe que o que "vende" é má notícia, e por isso deve ser adepto da tese: falem mal, mas falem de nós...

Quem sabe a gente não deve esperar por algum novo escândalo, e alguma entrevista coletiva onde algum vereador se defenda de algo que nunca lhe foi imputado, e invente alguma estória mirabolante...? Quem sabe...?

Isso sim vende jornal...Isso sim é como vereador deve aparecer na mídia...Esse negócio de fiscalizar, debater o futuro da cidade, não dá "ibope"...

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Mural da TroLhA...

Olha o aviso, anote aí:



PLANTÃO PEDAGÓGICO

Pólo Regional Arte na Escola - UENF

- Plantão Pedagógico é um atendimento agendado de auxílio aos educadores para elaboração de aulas e oficinas de arte, indicação de materiais e de bibliografia, sugestão de atividades e orientação metodológica.

- O atendimento é realizado pelas arte-educadoras Danuza Rangel (pedagoga e mestre em Cognição e Linguagem pela UENF) e Vera Pletitsch (artista plástica e mestre em Artes pela UERJ), bastando marcar diretamente pelo telefone (22) 2724-3471 ou por e-mail: contato@artenaescolauenf.org.

- Para ampliar as possibilidades desse atendimento, considerando as dificuldades de deslocamento e horário dos educadores, estamos atendendo também por e-mail: basta escrever para o endereço contato@artenaescolauenf.org. Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo, e responderemos o mais breve possível.

Mas não dispensamos o prazer de receber sua visita sempre que possível!


Pólo Regional Arte na Escola - UENF
Casa de Cultura Villa Maria
Rua Baronesa da Lagoa Dourada, 234, Centro
Campos dos Goytacazes, RJ
arteuenf@uenf.br
poloartenaescolauenf@yahoo.com.br
contato@artenaescolauenf.org
fone:(22)2724-3471

Perdidos no espaço...? A possibilidade para explicar os patetas da lapa...!

Intrigados com tanta desfaçatez, mentiras, manipulações, cinismo, desvios, esquemas, etc, os pesquisadores do TRI-Trolha Research Institute passaram a buscar as causas desse estranho fenômeno que começou em 1989, sob o nome muda campos, e como os envolvidos nesse processo se transformaram em aberrações, que nada lembram suas características iniciais...que por isso, ameaçam de destruição todo o ecossistema local... e que, aparentemente, migraram para outros ambientes vizinhos...como São Fidélis, uma cidade com rima, mas sem solução, SXYJB, etc, etc...

Durante um período, houve uma migração para a galácia conhecida como Via Guanabara...Mas os intrusos foram expulsos de lá...embora alguns indivíduos ainda permaneçam por lá...

Os pesquisadores se debruçaram sobre o habitat-garotinópolis, suas mudanças com royalties, considerada como aumento na oferta de alimentos para os espécimes conhecidos como politicus corruptus extremis, e os predadores do topo da cadeia, o velocirraptor privadictae empreiteirus, como principais seres vivos nesse ecossistema, e outros parasitas que sobrevivem, como o mídia coleirus animalis, as amebas oposicionae, e outras sub-espécies conhecidas com ascaris di paulis e ascaris puxassaquistossoma...

Elaboraram duas teorias principais:

1. A tese do abandono:

Nessa abordagem, os pesquisadores defendem que os patetas da lapa são fruto de uma abdução promovida por extra-terrestres, que pouco a pouco, na medida que identificavam as necessidades, substituíram os indivíduos, alvo do estudo, por cópias replicantes, destinadas a destruir quaisquer possibilidades de esperança e melhoria das condições de vida dos outros indivíduos, os idiotus eleitoris, e os eleitoris cinicus acumplicae, corrompendo e devastando os enormes recursos que estavam à disposição, preparando o campo assim para a dominação alienígena...

Essa teoria busca justificar a mutação de comportamento, enfim, todas as distorções nas quais se transformaram aqueles que chegaram ao poder para promover o bem comum...Isso explicaria, por exemplo, a conduta errática e pendular de erre agar, a subserviência cega de espécimes como ave-lynus, a desonestidade intelectual de outrora respeitados intelectuais, como o oraculus carnavalis, o apetite voraz de tantos outros...No topo dessa famiglia, ou cadeia alimentar, os garotinae articulis 288...

Os pesquisadores perceberam que alguns indivíduos não foram trocados, pois serviam aos invasores do jeitinho que eram... e nunca questionavam ou se incomodavam com tudo ao seu redor...Nessa categoria está a tia telettubies, o andróide SW-LE-diW, série 380 mil sede pmdb, o capachus pudinae, dentre outros...Também estão classificados como nativos-padrão-servis, as bactérias da oposição, devidamente controladas e incapazes de gerar nada mais que pequenas dores e desarranjos no sistema político-digestivo-intestinal de seus predadores...

O pesquisadores encontraram evidências, não comprovadas, que os alienígenas estariam preocupados, pois as criaturas desenvolveram enorme gosto pelo poder, e se negam a entregar o ambiente aos invasores, e prometem confronto...De acordo com essa corrente de pesquisadores, os alienígenas estariam dispostos a deixar esse pequeno planeta-planície de lado...A saída seria uma exterminação com armas de destruição em massa, mas a Convenção Intergalática Judicial proíbe tais intervenções...
Outro problema grave é a proliferação de um parasita faminto, que suga qualquer traço de credibilidade e verbas públicas, o mídia coleirus animalis...Insaciável, seu descontrole por verbas e verbas impossibilita qualquer avanço e evolução...Foi identificado como capaz de sobreviver a qualquer mudança de ambiente, e se alocar em qualquer sistema...Como as baratas...


A outra tese, a falha na Matrix, será explicada em próximo post...

Com licença...

Bom, uma pequena pausa para que esse velho canídeo sarnento assista o DVD com o show do Queen no Rock in Rio de 1985...

Sobre Carnaval: pão para alguns, e circo para outros...!

O velho ditado romano que resumia o entendimento que os administradores de Roma tinham de sua relação com o povo, e como esse povo deveria ter suas demandas tratadas, deve ser adaptado por aqui, em garotinópolis:

É pão para os que vivem pendurados nos favores e esquemas, e circo para quem acredita nesse modelo de gestão que arrasta essa região para o buraco há 20 e poucos anos...

Eu dei uma olhada nas páginas dos dois jornais da cidade, agora que ambos usam as coleiras da secretaria de propaganda, passeei pelos blogs, posts e comentários, e constatei: Há duas cidades diferentes, e isso é possível, na medida que o discurso revela, não só a expectativa que cada setor tem com a cidade, mas também os filtros que utilizam para enquadrar essas expectativas...

Logo, é possível que os desfiles realizados na Alberto Lamego tenham algum mérito, e não sejam a expressão fiel das críticas que li...Como também é possível que o espetáculo não tenha sido toda a maravilha cantada e decantada pelos jornalistas de coleira...

Então como solucionar esse dilema...?

Bom, para começar é necessário dizer que o debate está deslocado: Não se trata de discutir Carnaval, porque o evento desse final de semana não é, nem nunca será Carnaval...

Deixemos de lado a descontextualização temporal (data), e atentemos para a natureza da manifestação cultural per si(adoro esses termos que dão um verniz pseudo-intelectual)....

Não há, antropologicamente falando, nenhuma manifestação cultural popular que seja assim considerada, se a sua existência estiver subordinada e condicionada a verba pública e ao dirigismo estatal...

Assim, os desfiles que aconteceram nada mais foram que um arquétipo, uma representação (e esteticamente mal feita) do que seria a reunião de comunidades em torno de agremiações para promover o espetáculo, que no fim das contas, é a consagração final de um longo e complexo de processo criativo, que dura o ano todo, e que cataliza as capacidades dessas comunidades, sua história e tradições, suas inovações, disputas, conflitos e consensos...

A presença de agremiações de "fora", ao invés de um saudável intercâmbio, assumiu cores de principal atração, que eclipsou a pobreza local, dando mais tintas ao quadro surreal e artificial montado pela municipalidade, que não consegue acertar a mão, e promover manifestações culturais (como o Estado deve fazer) sem influenciar ou funcionar como única fonte de financiamento...não consegue, ou não quer...?

Alguns episódios, que poderiam ser chamados de incidentes menores, no caso de garotinópolis assumem contornos hilários, mas fundamentais para entender o triste fenômeno, como o fato de garçons atravessando a pista, sob os protestos e xistes da patuléia, para servir o camarote dos "vips"...

Cronometragem de milhares de reais para auferir o que todos sabem há anos: quase todo o espetáculo atrasa, por incompetência da organização e das agremiações...

Outro descabimento incrível: o desfile de um bloco evangélico...????

Longe de nós defender que Carnaval é uma festa onde cristãos ou quaisquer outro tipo de fiéis devem estar de fora...
Mas o que, supostamente, pode ser "vendido" pela propaganda oficial como "tolerância" é uma aberração, pois sabemos todos que a essência do Carnaval é ser uma festa pagã, onde os símbolos religiosos só entram pela porta do humor e da crítica, ou como alegoria de algum enredo para contar alguma história...e nesses casos, quando há algum tom crítico, a intolerância religiosa sempre procura um jeito de censurar essas menifestações, como no caso célebre do Cristo de Joãsinho Trinta, quando era carnavalesco da Beija-Flor com o enredo Ratos e urubus rasguem minha fantasia...

Aceitar um bloco evangélico em desfile é como impor aos cristãos que recebam uma escola de samba, com ala das baianas, mulheres semi-nuas e outros símbolos da Umbanda em alguma festa cristã...

Tudo isso só revela o quanto nossas "autoridades" em cultura estão perdidos...Confundem ecletismo com promiscuidade de manifestações, apoio estatal com dirigismo...cultura popular com vulgaridade...negócios privados com interesse público, e enfim, transformam uma de nossas mais lindas festas em um circo de horrores...

Tudo, é claro, com o dinheiro dos contribuintes...

Pensando bem...

No carnaval campicareta, meia mangueira entrando já faz a festa do patetado da lapa e seus jornalistas de coleira...

Feriado mundial...

Osama morto, príncipe que casa e o papa polaco beatificado pelo papa nazista...

É o mundo dos sonhos da direita espumante ao redor do planeta, e que por aqui, responde pelo apelido de demotucanalhada e seus lacaios do PIG...

pedro bial, arnaldo jabour, pit bonner e sua madame bernardes, míriam & merval devem estar se desfazendo em orgasmos múltiplos...

TroLhA humor...



Extra! EEUU divulgam imagens da arma secreta utilizada para matar Osama


Criação do chargista Latuff

domingo, 1 de maio de 2011

Vice...mais uma vez...Parabéns, ao trem da colina...!

Football não é um esporte justo...

Bom, pelo menos não que faça justiça a maior coesão do onze cruzmaltino contra o onze da Gávea...

O Vasco dominou boa parte das ações ofensivas, com um arranjo melhor na linha média, onde Felipe se sobressaiu ao fantasma Ronaldinho Gaúcho...Destaque no Flamengo para a linha de backs, e para William, o center-half que no derradeiro minuto, estragou sua apresentação com uma expulsão infantil...Ele e o forward Alan do Vasco pareciam que beijariam-se a qualquer momento...

Outra nota negativa para o camisa dez da Gávea foi a entrada criminosa que deu no back vascaíno...Uma vergonha para a biografia de um player que está nos epílogos de sua carreira...

Os alas do Vasco destacaram-se por ambos os lados do campo, e os backs rubronegros se desdobravam...

A linha de forwards do Flamengo inexistiu, apenas ficando o esforço de Deivid e Thiago Neves, esse irreconhecível, e foram engolidos pela defesa adversária...

Mas, outra vez mais, a força da mística rubronegra prevaleceu, e na cobrança dos tiros diretos, os penalties kicks, os players do Flamengo seguraram o rojão e abiscoitaram mais um título estadual...

Detalhe: Invicto...

Ao Vasco restou cumprir a sua sina...vice, mais uma vez...

Será possível...?

A engenharia foi capaz de permitir o Império Romano erguer pontes e abrir estradas que ainda servem ao tráfego...Faraós ergueram pirâmides que permanecem como momumentos a matemática...Os incas e outras sociedades andinas "penduraram" cidades-estados que resistem ao tempo nos altiplanos...A tecnologia levou o homem a órbita, e o trouxe de volta, e depois ida-e-volta à Lua...Nossa Petrobrás fura petróleo a milhares de metros de profundidade...

Onde será que engenheiros da prefeitura e algumas concessionárias, como a empresa de águas e esgoto estudam...?

Ou será que não se trata apenas de erros de cálculo, mas isso junto com qualquer falta de bom senso dos governantes que administram esses profissionais...?

Só tamanho desleixo com o dinheiro do contribuinte que poderia explicar o fato de nossa engenharia permitir que ruas afundem sob pesos dos carros, aqui em garotinópolis...

Eu olho as ruas da nossa cidade, e cada dia a empresa de água e esgoto fura um lugar, a prefeitura remenda...fura...remenda...fura...remenda...E nossas ruas ficam como um maracujá enrugado...

Será que ainda não inventaram um jeito de consertar definitivamente, ou substituir as ligações hidráulicas que estão em nosso subsolo...? Será que os engenheiros da municipalidade são inimigos mortais dos engenheiros da empresa, e vice-versa...? Não se falam nunca...?

Quem sabe a gente não descobre um jeito de mandar esse pessoal estudar engenharia pelos papiros antigos...?