domingo, 1 de maio de 2011

Um dia só é pouco para "comemorar"...

Alguns dados para quem pensa que O Dia do Trabalhador é para comemorar:

A região do norte fluminense concentra o maior número de autuação por exploração do trabalho análogo a escravidão, a cargo do setor sucroalcooleiro...

Na pmcg, a esmagadora maioria dos servidores está ali a título precário, contratados, com subtração de direitos, garantias e as devidas indenizações trabalhistas, sujeitos ao assédio e coação que esse tipo de vínculo estimula...

Para se implantar um porto, milhares de famílias trabalhadoras da terra serão removidas, à força...e com boa parte de seus direitos jogados no lixo...

É comum que jornais da região subnotifiquem os valores relacionados aos vencimentos de jornalistas, registrando na Carteira Profissional um valor de contrato menor que o percebido pelos profissionais, como forma de burlar o fisco e diminuir as despesas com indenizações...

O uso de estagiários nas redações, bancos, e outras repartições e empresas desvirtua a relação de aprendizado, que é a natureza do estágio, para mascarar vínculos trabalhistas...

Assim como em todo Brasil, negros e negras ganham menos para fazer os mesmos serviços, e não ascendem aos melhores postos de trabalho...

Trabalhadores das classes C,D e E são os que mais gastam(proporcionalmente) suas rendas com impostos, sendo que os da classe E dedicam 48% do que ganham para pagar os tributos embutidos nos alimentos, energia e transporte...Ao contrário dos empresários, e outros trabalhadores das classes B, e A...

Feliz dia do trabalhador...

Nenhum comentário: