domingo, 1 de maio de 2011

Vice...mais uma vez...Parabéns, ao trem da colina...!

Football não é um esporte justo...

Bom, pelo menos não que faça justiça a maior coesão do onze cruzmaltino contra o onze da Gávea...

O Vasco dominou boa parte das ações ofensivas, com um arranjo melhor na linha média, onde Felipe se sobressaiu ao fantasma Ronaldinho Gaúcho...Destaque no Flamengo para a linha de backs, e para William, o center-half que no derradeiro minuto, estragou sua apresentação com uma expulsão infantil...Ele e o forward Alan do Vasco pareciam que beijariam-se a qualquer momento...

Outra nota negativa para o camisa dez da Gávea foi a entrada criminosa que deu no back vascaíno...Uma vergonha para a biografia de um player que está nos epílogos de sua carreira...

Os alas do Vasco destacaram-se por ambos os lados do campo, e os backs rubronegros se desdobravam...

A linha de forwards do Flamengo inexistiu, apenas ficando o esforço de Deivid e Thiago Neves, esse irreconhecível, e foram engolidos pela defesa adversária...

Mas, outra vez mais, a força da mística rubronegra prevaleceu, e na cobrança dos tiros diretos, os penalties kicks, os players do Flamengo seguraram o rojão e abiscoitaram mais um título estadual...

Detalhe: Invicto...

Ao Vasco restou cumprir a sua sina...vice, mais uma vez...

6 comentários:

Anônimo disse...

Isso aconteceu há 30 anos

Durante o Show do Dia do Trabalho, na noite de 30 de abril de 1981, duas bombas explodiram no Riocentro. E o que deveria ser apenas um dia de festa transformou-se num dos mais misteriosos episódios da nossa história recente, marcando indelevelmente os anos finais do Regime Militar, e o processo de abertura política do país.

O show foi promovido pelo Centro Brasil Democrático, entidade ligada ao PCB. Contou com a apresentação de vários artistas, entre eles, Chico Buarque de Holanda, Milton Nascimento Ivan Lins e Gonzaguinha. E Reuniu cerca de 20 mil pessoas, na sua maioria estudantes.

Por volta das 21 horas, uma bomba explodiu no estacionamento, dentro do carro onde estavam os dois militares. A explosão matou o sargento Guilherme Pereira do Rosário, que estava no banco de passageiro e carregava o artefato no colo, e feriu gravemente o motorista, o capitão Wilson Dias Machado.

Ambos os militares pertenciam ao DOI- CODI.

A segunda bomba detonou na caixa de força da estação elétrica, sem conseguir cortar a luz, a explosão não chamou muita atenção e o show não foi interrompido.

Caso as bombas cortassem a força no Riocentro, o pânico dos milhares de espectadores, com a escuridão e o barulho das explosões, poderia ter provocado uma tragédia.

Se bem sucedido, o ataque teria sido o maior atentado terrorista urbano da história do Brasil.

Meu buraco não é rosa... disse...

Olá, me visita lá,vai?!
http://buraconegrocampista.blogspot.com/

Anônimo disse...

Vítimas de abuso protestam contra beatificação de João Paulo 2º

Grupos de apoio a vítimas de abuso sexual por religiosos fizeram protestos nos EUA e Europa contra a beatificação de João Paulo 2º, sob cujo pontificado foram feitas as primeiras grandes revelações de escândalos na área.


"É um absurdo honrar aquele que essencialmente, por esconder e proteger os culpados, sancionou a malfeitoria", disse à Folha Barbara Blaine, presidente da Snap (acrônimo inglês para Rede de Sobreviventes de Abusos de Padres).

Maior grupo do gênero no mundo, com 10 mil membros, a Snap foi fundada em 1988 --bem antes de o grande escândalo americano de pedofilia de padres estourar, em 2001 nos EUA.

"Em mais de 25 anos, esse homem tão poderoso não fez quase nada para proteger nossas crianças", disse ela, que foi abusada em sua infância. O grupo fez protestos em 70 cidades americanas.


IGOR GIELOW

Reflexões disse...

Xacal.

Estou gostando de acompanhar seus comments, seus posts, mto embora este último tenha uma carga de choro de vascaíno perdedor kkkkk

É o bonde do mengão em ação ... fica assim não, quem sabe um dia vcs quebram esta sina?

Abçs

xacal disse...

Caro comentarista das 19 horas e 24 minutos, obrigado por reavivar nossa memória, mas veja que seu texto foi enviado para o post errado...

mesmo assim, grato...

............................

já, já, vou fazer a visita ao buraco que não é rosa, e publico minhas impressões...

um abraço...

.............................

Comentarista contra a beatificação do papa pop polaco pelo papa nazista, obrigado pela informação, mas veja que seu texto também está fora do lugar...

um abraço...


..............................


Gianna minha cara, eu sou flamenguista até a raiz dos meus pelos de canídeo, mas futebol é um assunto que guardo um certo "distanciamento" ranzinza...não sou um torcerdor apaixonado...gosto de jogo e torço, mas procuro não distorcer a realidade, rsrsrs...por isso meu texto deve ter ficado como lamento vascaíno, mas o fato é que eles jogarm bem melhor, aliás, um belo jogo...

Muiiiiito melhor que a prosopopéia Barcelona e Real...

Um abraço, a grato pela tão ilustre visita...

Reflexões disse...

O anônimo das 19.24 de 01/05 tirou isto do meu blog...sacana ele hem?

Tão de sacanagem com vc tb... comments fora do tema!! (eu breco) kkkkkkkk.

Então estamos mais ou menos empatados. Somos flamenguistas Ponto. Tive que virar árbitro dentro de casa desde aquele jogo fatídico de Renato Gaúcho. Passei a ter um flamenguista fanático dentro de casa, e a caçula que ele tinha ensinado tudo a ela de futebol, apesar de ser mascote, as discussões eram de igual pra igual ( tem umas meninas que são atrevidas desde nova) e eu ficava no meio do campo.

Se eu num estava em casa era proibido de falar de futebol. Dia de jogo, um não podia reclamar do outro. E, eu que era torcedora mesmo, da Raça, passei a ser expectadora. Tinha autógrafo de Leandro, Adílio, Nunes, Zico, Baltazar, Júnior, ahh a melhor seleção que o Flamengo já teve.

Num outro post vc fala em São Fidélis, sabia que Adílio foi jogar uma pelada lá e quebrou a perna? Isto ele me contou na Gávea qdo fui levar meu filho pra conhecer.

Época que ainda tinha o Tívoli... tem pouquinho tempo isto.. Ah sou carioca e estou campista desde novembro de 92.

Abçs