domingo, 26 de junho de 2011

E na terra de Zé Cândido...

Teremos juntos os coronéis, os lobisomens, fredericos, coletores de impostos, barnabés, etc, todos no cordão patético, embalados a "mamãe-eu-quero-mamar"...

Porém, o tom macabro se dá ao olharmos bem de perto as fantasias e estandartes do cortejo: Couros de peão de eito, tingidos com sangue deles, onde a alegoria de topo, as cabeças, são de verdade...

Um comentário:

Anônimo disse...

xacal este nome frederico me faz lembrar um de SJB, onde ja matou e agora vive nas barras do governo a mamar e a mamar para manter seu vício, cade as autoridades fiscalizadoras e punitivas.