domingo, 19 de junho de 2011

Para esquecer...

Nosso jornalismo de coleira está com a boca cheia d' água...Há dois dias, a coluna de um jornal que só serve para embrulhar peixe podre dá o tom da propaganda travestida  de informação a serviço do interesse público...

Loas e loas ao empreendimento do Imperador X, como se investimento em escala fosse sinônimo de bem estar social...Todos sabemos que não é...

Agora leiam a pérola escrita com tom profético:

"Assim este assunto tem que ser tratado com muita seriedade, e não pode ser politizado em nenhuma hipótese. É um projeto que vai mudar o perfil da economia de São João da Barra, de Campos e de toda a região. Algo muito mais interessante do que o próprio pólo petroquímico que a região reivindicava anteriormente. Que o domingo sirva para uma reflexão sobre tudo isso."

Ora, então política não é para ser levado a sério...?

Como despolitizar um assunto que é, per si, POLÍTICO... Não cabe a sociedade decidir os melhores rumos e os limites que o capital deve ter no futuro da região...? Isso não é uma decisão POLÍTICA...?

Quem fala deve ter conhecimento da "causa", afinal sempre pendurou (e pendura) seus interesses "comerciais" nas decisões "políticas" dos que estiveram no poder, não é mesmo...?
Desse jeito, seu discurso expressa uma tendência, pois  sempre imaginará que política é sempre um reflexo dos interesses particulares sobre o conjunto do interesse público...Como naquele ditado: "medir os outros pela régua que mede a si mesmo"...Sem querer, quando quer defender uma posição POLÍTICA, só o faz desqualificando-a, pois só assim a enxerga...

Mas, a despeito da hipocrisia, fica aqui a imagem de uma visão distorcida e propositalmente colocada pela mídia em geral: Política não é coisa séria, e as decisões políticas da sociedade devem sempre estar submetidas as "nobres causas do empresariado, sempre dinâmico e com ótimas intenções e interesses pelo bem estar das comunidades..."

Será que esse pessoal que vive de cafetinagem da notícia acredita mesmo no que escreve...? Tomara que não...tomara que seja só cinismo mesmo...

2 comentários:

Anônimo disse...

Por falar em cafetinagem,,,eles tiveram um começo "empresarial" muito duro,, tendo que engolir (sem cuspir) todo tipo de matéria.
Pelo visto os herdeiros gostaram da pauta e continuam amantes desses Editoriai$$$$$$ !!!

Anônimo disse...

Para a Folha da Manhã,o acidente com os agregados de Sérgio Cabral e do empreiteiro não deve ter acontecido.Toda a mídia divulgou, inclusive detalhes e as relações do governador com as construtoras. Por que será?